Questões sobre o hipertexto que podem cair na prova do Enem

O hipertexto oferece uma leitura peculiar, na qual o leitor tem uma participação mais ativa, uma vez que ele pode seguir caminhos variados dentro do texto


O hipertexto é definido como uma forma de escrita e leitura não linear, sendo uma forma híbrida, dinâmica e flexível de linguagem que dialoga com outras interfaces semióticas.

Ao analisarmos as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é possível observarmos que o uso do hipertexto vem aumentando significativamente. Por este motivo, é necessário que os estudantes compreendam o conceito de hipertexto e como ele aparece no mais importante exame do país.

O conceito de hipertexto

Criado por Theodore Nelson, na década de 1960, o termo hipertexto pode ser compreendido como uma espécie de texto maior formado por vários outros elementos textuais.

Questões sobre o hipertexto que podem cair na prova do Enem

Foto: depositphotos

O hipertexto também está associado à informática, podendo ser compreendido como um tipo de intertextualidade nesse meio, sendo um sistema de textos eletrônicos conectados através dos “links”.

É preciso que o estudante compreenda que o conceito de hipertexto não deve ser associado apenas ao ambiente virtual, pois também é uma forma encontrada no papel. A ideia que deve ficar bem clara para o aluno é a de que hipertexto trabalha com a concepção de leitura e escrita não linear, e também está presente nas notas de rodapé, nos dicionários e nos verbete de enciclopédia.

Dentre as principais características do hipertexto estão a intertextualidade, precisão, organização multilinear, dinamismo, interatividade e transitoriedade.

O hipertexto oferece uma leitura peculiar, mais livre e interativa, na qual o leitor passa a ter uma participação mais ativa, uma vez que ele pode seguir caminhos variados dentro do texto. Desta maneira, o leitor do texto hipertextualizado torna-se coautor, pois ele participa na produção, atualização e ressignificação do texto.

O hipertexto na prova do Enem

O hipertexto é uma ferramenta no ensino-aprendizagem de Língua Portuguesa, uma vez que é capaz de despertar no estudante a criticidade e autonomia. Ao analisarmos as provas do Enem, é possível perceber que o conceito de hipertexto está presente no exame e o seu uso vem aumentando com muita rapidez.

Confira a seguir duas questões sobre hipertexto do Exame Nacional do Ensino Médio:

(Enem 2013)

O hipertexto permite — ou, de certo modo, em alguns casos, até mesmo exige — a participação de diversos autores na sua construção, a redefinição dos papéis de autor e leitor e a revisão dos modelos tradicionais de leitura e de escrita. Por seu enorme potencial para se estabelecerem conexões, ele facilita o desenvolvimento de trabalhos coletivamente, o estabelecimento da comunicação e a aquisição de informação de maneira cooperativa.

Embora haja quem identifique o hipertexto exclusivamente com os textos eletrônicos, produzidos em determinado tipo de meio ou de tecnologia, ele não deve ser limitado a isso, já que consiste numa forma organizacional que tanto pode ser concebida para o papel como para os ambientes digitais. É claro que o texto virtual permite concretizar certos aspectos que, no papel, são praticamente inviáveis: a conexão imediata, a comparação de trechos de textos na mesma tela, o “mergulho” nos diversos aprofundamentos de um tema, como se o texto tivesse camadas, dimensões ou planos.

RAMAL, A. C. Educação na cibercultura: hipertextualidade, leitura, escrita e aprendizagem.

Porto Alegre: Artmed, 2002.

Considerando-se a linguagem específica de cada sistema de comunicação, como rádio, jornal, TV, internet, segundo o texto, a hipertextualidade configura-se como um (a)

  1. a) elemento originário dos textos eletrônicos.
  2. b) conexão imediata e reduzida ao texto digital.
  3. c) novo modo de leitura e de organização da escrita.
  4. d) estratégia de manutenção do papel do leitor com perfil definido.
  5. e) modelo de leitura baseado nas informações da superfície do texto.

Resolução: Alternativa “c”.

(Enem 2011)

O hipertexto refere-se à escritura eletrônica não sequencial e não linear, que se bifurca e permite ao leitor o acesso a um número praticamente ilimitado de outros textos a partir de escolhas locais e sucessivas, em tempo real. Assim, o leitor tem condições de definir interativamente o fluxo de sua leitura a partir de assuntos tratados no texto sem se prender a uma sequência fixa ou a tópicos estabelecidos por um autor. Trata-se de uma forma de estruturação textual que faz do leitor simultaneamente coautor do texto final. O hipertexto se caracteriza, pois, como um processo de escritura/leitura eletrônica multilinearizado, multisequencial e indeterminado, realizado em um novo espaço de escrita. Assim, ao permitir vários níveis de tratamento de um tema, o hipertexto oferece a possibilidade de múltiplos graus de profundidade simultaneamente, já que não tem sequência definida, mas liga textos não necessariamente correlacionados.

(MARCUSCHI, L. A. Disponível em: http://www.pucsp.br. Acesso em: 29 jun. 2011.)

O computador mudou nossa maneira de ler e escrever, e o hipertexto pode ser considerado como um novo espaço de escrita e leitura. Definido como um conjunto de blocos autônomos de texto, apresentado em meio eletrônico computadorizado e no qual há remissões associando entre si diversos elementos, o hipertexto

  1. a) é uma estratégia que, ao possibilitar caminhos totalmente abertos, desfavorece o leitor, ao confundir os conceitos cristalizados tradicionalmente.
  2. b) é uma forma artificial de produção da escrita, que, ao desviar o foco da leitura, pode ter como consequência o menosprezo pela escrita tradicional.
  3. c) exige do leitor um maior grau de conhecimentos prévios, por isso deve ser evitado pelos estudantes nas suas pesquisas escolares.
  4. d) facilita a pesquisa, pois proporciona uma informação específica, segura e verdadeira, em qualquer site de busca ou blog oferecidos na internet.
  5. e) possibilita ao leitor escolher seu próprio percurso de leitura, sem seguir sequência predeterminada, constituindo-se em atividade mais coletiva e colaborativa.

Resolução: Alternativa “e”.


Reportar erro