Região centro-oeste

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estabeleceu uma divisão territorial que divide o Brasil em cinco regiões: Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e…


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estabeleceu uma divisão territorial que divide o Brasil em cinco regiões: Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste. A região Centro-Oeste, uma destas cinco, é composta por Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, sendo a segunda maior em extensão territorial atrás apenas do Norte, somando 1.606.371,505 km².

Região centro-oeste - População, economia e características

Foto: Reprodução

População

A região, de acordo com dados divulgados no ano de 2013 pelo IBGE, tem uma população de aproximadamente 14,95 milhões de habitantes, sendo que a densidade demográfica é de aproximadamente 9,4 habitantes a cada km².

Considerada como pouco habitada, a maior parte da população está localizada em Goiás – com mais de seis milhões de habitantes – e no Distrito Federal, que tem aproximadamente 2,7 milhões de pessoas – chegando a uma densidade demográfica de 444 habitantes por quilômetro quadrado.

Economia

A concentração da população em duas regiões principais – Brasília e Goiânia, sendo que aquela é classificada como metrópole nacional e esta metrópole regional – acaba afetando diretamente a economia. O Distrito Federal conta com o maior PIB per capita do Brasil, seguido de goiás.

A economia da região está baseada de uma forma geral na agricultura e na pecuária de bovinos, equinos e bufalinos. Existem na região ainda grandes indústrias de alimentos, mecânica, química e têxtil, principalmente em Campo Grande, Goiânia e Cuiabá.

Características

A região Centro-Oeste não é banhada pelo mar, e, apresenta um clima tropical semiúmido e duas estações bem definidas. O inverno é ameno e seco, e o verão é quente, úmido e chuvoso. Com predominância do cerrado, a vegetação da região também é composta por pantanal a oeste e partes da Amazônia em uma grande parte do Mato Grosso.

Muito marcada pelos processos erosivos do tempo geológico, a região possui muitos planaltos e planícies, sem grandes áreas de depressão. Os principais rios da região são o rio Xingu, rio Juruena, rio Teles Pires, rio Paraguai, rio Araguaia, rio Paraná e rio Tocantins. Além disso, a região abriga três usinas hidrelétricas e tem como predominância a produção de alguns principais produtos agrícolas, como o milho, soja, mandioca, arroz, feijão, café, abóbora, trigo e amendoim.

Havia na região, no descobrimento, muitas minas de ouro que foram descobertas e exploradas, dando início às primeiras vilas. A criação de gado foi, inclusive, uma das primeiras atividades econômicas da região, assim como a extração do ouro.


Reportar erro