Relative clauses: orações relativas

As orações relativas (relative clauses) são formadas pelos pronomes relativos who, which, whom, that e whose. Veja quando usar cada um


As orações subordinadas são aquelas em que se necessita de um complemento para que a chamada oração principal tenha um sentido completo. Em inglês, usamos os pronomes relativos (relative pronouns) para adicionar as informações. Assim, formam-se as orações relativas.

Relative pronouns

Primeiro, devemos conhecer quais são esses pronomes que utilizamos para complementar o sentido da oração. São eles:

  • Who – Usado para sujeito ou pronomes pessoais.
  • Whom – Usado para pessoas, mas apenas em casos onde o pronome relativo não define ou classifica o sujeito ou substantivo.
  • Which – Usado para sujeito, mas quando nos referimos a animais ou coisas.
  • Whose – Pronome possessivo. Utilizamos quando queremos dizer que determinado objeto pertence a alguém.
  • That – Usado para pessoas, objetos e animais nos casos em que define alguma coisa.

Usamos who e whom para pessoas, e which para coisas. O pronome that pode ser utilizado tanto para pessoas quanto para coisas. E por fim, aparece o whose, que é um pronome possessivo.

Relative clauses: orações relativas

Imagem: Reprodução/ internet

Relative clauses

As orações relativas são utilizadas para deixar claro sobre quem estamos falando, ou sobre o quê estamos nos referindo. São nesses casos que utilizamos os pronomes relativos.

Como sujeito

Ocorre quando o sujeito for o pronome se referindo a um substantivo, ou seja, o assunto da oração. Então, utilizamos who, which e that. Exemplos:

  • Anna said the accident that happened this morning was unavoidable. (Anna disse que o acidente que aconteceu esta manhã foi inevitável.).
  • The journal reported that the dog which plays soccer was fired up. (O jornal mostrou que o cachorro que joga futebol estava animado.).
  • Isn’t the man who lives beside your house? (Esse não é o homem que mora ao lado da sua casa?).

Atenção, pois uma vez que os pronomes já funcionam como sujeito, não há necessidade de repetir a pessoa em questão. Observe:

  • Isn’t the man who he lives beside your house? – Errado.
  • Isn’t the man who lives beside your house? – Correto.

Como objeto

Quando o objeto da oração for o pronome, utilizamos who, whom, which e that. Exemplos:

  • Have you seen those people who we met today? (Você viu aquelas pessoas que nós encontramos hoje?).
  • The house that we bought in London was fully furnished. (A casa que nós compramos em Londres estava toda mobiliada.).
  • I talked to the girl whom I met at the shopping. (Eu falei com a garota que eu encontrei no shopping.).

É importante frisar que quando o pronome funciona como objeto, ele pode ser retirado da frase sem causar perca de sentido. Observe:

  • Have you seen those people we met today?
  • The house we bought in London was fully furnished.

Por fim, quando o pronome funciona como objeto também não há a necessidade de repetir a pessoa:

  • The cat which we saw it today was cute. – Errado, pois quando traduzido ficaria assim: “O gato que nos vimos ele hoje era bonito.”.
  • The cat which we saw today was cute. – Correto, veja: “O gato que nós vimos hoje era bonito.”.
  • The food was definitely the thing that I enjoyed it most about our holiday. – Errado, em português ficaria algo como “A comida foi a única coisa que eu mais gostei dela sobre nosso feriado.
  • The food was definitely the thing that I enjoyed most about our holiday. – Correto. A comida foi a única coisa que eu mais gostei sobre nosso feriado.

Quando indica posse

Quando queremos indicar posse, usamos whose. Exemplo:

  • I met a man whose brother works with you. (Eu encontrei um homem cujo irmão trabalha com você.).
  • This is the girl whose name is French. (Essa é a garota cujo nome é francês.).

Reportar erro