Resumo do livro “A Cartomante” de Machado de Assis

“A Cartomante” é obra de Machado de Assis, escritor literário brasileiro. Conheça suas principais personagens a partir do resumo do livro


Machado de Assis foi a grande influência literária para os maiores escritores. Até mesmo Monteiro Lobato rendia-se aos encantos do autor, afirmando que “os outros não alcançavam nem a cintura” do escritor.

Dono de obras máximas da literatura, Machado de Assis teve seu conto “A Cartomante” publicado em 1884, mais tarde sendo incluído no livro “Várias Histórias” e em “Contos: Uma Antologia”. Ganhou adaptações para o cinema nos anos 1974 e 2004.

A narrativa da obra é pautada sobre um triângulo amoroso: Vilela, homem de 29 anos com porte mais maduro, casado com Rita, 30 anos com postura de uma dama perfeita e afetuosa, e Camilo, um funcionário público ingênuo de 26 anos, além da mulher que dá título ao romance: a cartomante tinha 40 anos e era uma italiana morena e magra.

Resumo do livro “A Cartomante” de Machado de Assis

Veja um resumo detalhado do livro escrito por Machado de Assis em 1884, “A Cartomante”. | Foto: Reprodução

O resumo do livro

A cena primordial para o prolongamento do enredo é uma sexta-feira de novembro de 1869. Em uma conversa com Rita, Camilo a pede para deixar de acreditar nas afirmações da cartomante. O nome dessa personagem não é revelado no livro, caracterizando, assim, a típica forma machadiana de escrever. A mulher era misteriosa e cheia de falsas predições. Dizia sempre o que os outros queriam ouvir. Era, portanto, uma mestra em mentir descaradamente. A cartomante servirá para enganar as personagens principais.

Camilo era amigo de longa data de Vilela. Este, então, casa-se com Rita que constrói uma relação mais íntima com o rapaz. A razão principal para o adultério entre eles é a morte da mãe de Camilo. Camilo, moço inocente, tenta negar os seus desejos, mas cai facilmente aos gracejos da mulher. Até então, o menino recebe uma carta anônima a qual deixa claro que os amantes estavam prestes a serem descobertos. Camilo foge de Rita, evitando-a. Preocupada, a mulher pede ajuda a cartomante, temendo que o seu amado não a deseje mais.

O jovem Camilo recebe uma carta de seu amigo Vilela. Este pede para que ele apressasse em encontrá-lo na sua residência. Temendo o pior, Camilo decide consultar-se com a cartomante. Ela o engana, assim como fez com Rita e a tantos outros. Garante a ele que o seu futuro era de amor pleno. Quando chega à casa de Vilela, ele está irreconhecível. Camilo percebe o corpo caído da amante, Rita. Sem reação, o jovem é morto pelo próprio amigo com um tiro à queima roupa. Vilela já o esperava para vingar a sua traição.

Visão e estilo de “A Cartomante”

Machado nos remete, neste conto, a um enfoco pessimista da vida. Isso é enfatizado através das mentiras proferidas pela cartomante e pelo fim trágico de duas personagens. Do lado psicológico, ele faz uma jogada com a ingenuidade e malícia de Camilo o qual trai o amigo fiel. Ainda faz uma crítica ferrenha sobre os padrões de comportamento e situações humanas.

Há presença de um enredo que envolve o leitor. Constantemente o narrador invoca o público e o faz participar da trama, assim como usa metáforas e os comportamentos pessoais das personagens são sempre conturbados.

 

(Atualizado em 13/11/15)


Reportar erro