Revolta da Cabanagem – Resumo

Resumo da história da Cabanagem, revolta que ocorreu no Pará. Veja detalhes das causas e nomes dos líderes desta guerra


A Cabanagem, revolta popular do período regencial, que ocorreu entre os anos de 1835 e 1840 na província do Grão-Pará (hoje, estado do Pará, região Norte do Brasil), recebeu esse nome por causa dos muitos revoltados que moravam em cabanas às beiras de rios e eram chamados de cabanos.

Causas e objetivos

A situação dos cabanos e da parte pobre da população da província era de total descaso e miséria nessa época, sem as mínimas condições adequadas para sobreviver e sem trabalho. Revoltados com tal abandono pelo governo, eles se uniram aos fazendeiros e comerciantes da região que também estavam descontentes com o novo presidente eleito para a província, que não satisfazia a elite. E a despeito das causas diferentes, os cabanos reivindicavam melhores condições de vida e trabalho, e a elite procurava maior participação nas decisões politico administrativas da província, ambos se uniram num movimento de protesto pela independência da província do Grão-Pará.

Revolta da Cabanagem - Resumo

Imagem: Reprodução

A revolta

Desde seu início, a revolta gerou um massacre sangrento entre protestantes e tropas do governo. Historiadores estimam que mais de 30 mil pessoas tenham morrido no decorrer dos cinco anos da cabanagem. Ao ocupar a capital da província, Belém, no primeiro ano, os cabanos levaram ao poder o Fazendeiro Félix Malcher. Malcher foi assassinado por trair o movimento, fazendo acordos com o governo regencial, e o lavrador Francisco Pedro Vinagre assumiu a presidência da província. Sendo sucedido por Eduardo Angelim.

Contudo, o objetivo de manter um governo estabilizado foi frustrado por desentendimentos entre os líderes do movimento e traições. O governo brasileiro, por sua vez, contou com o apoio de tropas europeias de mercenários para reprimir a cabanagem que crescia cada vez mais. E em Abril de 1836, com um ataque militar, voltou a assumir o poder.

O fim da Cabanagem

Os cabanos lutaram por mais quatro anos, sem sucesso, até que em 1840 muitos deles tinham sido mortos ou presos, até serem finalmente derrotados sem alcançar seus objetivos. A cidade de Belém ficou bastante deteriorada e grande parte da população havia sido dizimada na revolta, reduzindo drasticamente o número de habitantes.


Reportar erro