Ribossomos – Estrutura e funções

Os Ribossomos são estruturas citoplasmáticas, ou seja, que são encontradas no citoplasma das células. Essas estruturas são granulares, então, quando se apresentam aderidas ao…


Os Ribossomos são estruturas citoplasmáticas, ou seja, que são encontradas no citoplasma das células. Essas estruturas são granulares, então, quando se apresentam aderidas ao retículo endoplasmático da célula, o que acontece na maioria dos casos, esse recebe então a denominação de “retículo endoplasmático granular” ou “retículo endoplasmático rugoso”.

Essas estruturas são responsáveis pela síntese proteica da célula. São os ribossomos quem cuidam de todo o processo de produção da proteína dentro do citoplasma da célula.

Ribossomos - Estrutura e funções

Estrutura dos ribossomos no momento da síntese proteica. | Imagem: Reprodução

De que forma os ribossomos se apresentam?

Por não possuírem membranas formadas por lipídios e proteínas, os ribossomos, em alguns casos são encontrados ‘livres’, espalhados dentro da célula, e não aderidos ao retículo endoplasmático.  Essas estruturas também podem ser encontradas dentro das mitocôndrias e dentro dos cloroplastos. Vale ressaltar que todas as células, sem exceções, possuem ribossomos, isso quer dizer que tanto as células eucariontes (as que possuem a carioteca, uma membrana que faz a separação do material genético do citoplasma)  quanto as procariontes (as que não possuem  a carioteca), possuem ribossomos no seu citoplasma. No entanto o ribossomo eucariótico tem maior quantidade de proteínas e maior coeficiente de sedimentação do que os ribossomos procarióticos.

Qual sua função?

Uma das principais funções dos ribossomos, que é a síntese proteica, é realizada por eles através da união de aminoácidos. Ribossomos livres sintetizam proteínas que atuam no líquido citoplasmático ou no interior do núcleo e das Mitocôndrias. Ribossomos presos ao retículo produzem tanto as proteínas que compõem as estruturas celulares como as proteínas que foram “escondidas” pela célula. Essas estruturas permanecem próximas do filamento do ácido ribonucleico, o RNA, mensageiro, formando através de uma síntese celular os polissomos. E os polissomos  nada mais são do que vários ribossomos reunidos produzindo diversas proteínas ao mesmo tempo.

Toda essa burocracia que acontece dentro da célula é controlada pelo RNAm (RNA mensageiro) que é produzido no núcleo da célula e é comandado pelo Ácido Desoxirribonucléico, o famoso  DNA.

E essa união de aminoácidos que os ribossomos realizam durante a síntese proteica faz-se através de uma ligação química chamada ligação peptídica, porque se designa por polipeptídica a cadeia que resulta da união de vários aminoácidos. Por causa disso as proteínas também são muitas vezes chamadas “moléculas polipeptídicas”.

Os ribossomos são fundamentais para a estrutura do controle metabólico. Em uma só célula existem milhares de ribossomos no citoplasma, porque a proteína é necessitada aos montes durante o desenvolvimento da célula.


Reportar erro