Saiba mais sobre o Complexo Regional Centro-Sul

Conheça os aspectos geográficos dessa área, como o clima , a hidrografia e o relevo. Bem como, as características humanas e econômicas


Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Goiás, boa parte de Minas Gerais e uma pequena área de Tocantins e Mato Grosso.

Essas são as áreas que englobam o que recebe o nome de Complexo Regional do Centro-Sul, o agrupamento de locais mais importante economicamente do Brasil.

É nela onde se concentra a maior parte do Produto Interno Brasileiro (PIB), do número de indústrias e consequentemente de desenvolvimento.

Neste artigo é possível conhecer os aspectos geográficos dessas áreas, como o clima , a hidrografia e o relevo.

Bem como, entender as características humanas e econômicas desses espaços, fazendo um contraponto com as demais regiões do território brasileiro.

Complexo regional do Centro-Sul

Foto: depositphotos

Espaço geográfico do Complexo Centro-Sul

Tendo uma área de aproximadamente 2 milhões de km², essa região possui as duas grandes metrópoles brasileiras: São Paulo e Rio de Janeiro. É também a área que concentra a maior parte de população nacional, abrigando dois terços das pessoas do país.

Sendo assim, essa área é considerada o grupo com maior índices de urbanização e de maiores densidades demográficas. Considerando o relevo dessas áreas, pode-se dizer que é acidentado e possui zonas altas e de cadeias montanhosas, (ainda que os dois pontos mais altos do país estão localizados na Amazônia).

Vale ressaltar que a região abriga espaços serranos, dando destaque para a Serra da Mantiqueira e a Serra do Mar. Já com relação a hidrografia do Complexo Centro-Sul, estão localizadas três bacias hidrográficas de forma total e também parcial, são elas: Paraná, São Francisco e parte da bacia do Tocantins-Araguaia.

Outro destaque está no Rio Paraná, que abriga a Usina de Itaipu, a segunda maior instalação hidrelétrica do mundo. Já os climas se dividem em três tipos o tropical, o tropical úmido e o subtropical.

Aspectos econômicos desse agrupamento

Aproximadamente 80% da riqueza produzida em todo território brasileiro é proveniente da região Centro-Sul. Com esse dado já é possível perceber a dimensão econômica que essa área possui em comparação aos outros dois complexos, como o da Amazônia e do Nordeste. Possuem quatros pontos que fazem dos estados integrantes o alicerce econômico do Brasil, são eles:

  • Concentração da maior parte das indústrias;
  • Possuem o maior desenvolvimento de atividades agropecuárias mais avanças em tecnologia que as demais;
  • Detêm o maior peso do Produto Interno Brasileiro (PIB);
  • Têm a maior concentração de recursos econômicos.

Pode-se dizer que o Complexo Regional Centro-Sul é o mais importante com relação a expansão econômica do país.

Apesar disso, também é o local que pode ser percebido as maiores taxas de desigualdade espacial do Brasil, devido a concentração de riquezas e investimentos do âmbito nacional.


Reportar erro