Sintagma

Todas as frases são formadas por sintagmas, que são segmentos que indicam a relação de dependência entre as palavras. Existe o elemento determinante, chamado…


Todas as frases são formadas por sintagmas, que são segmentos que indicam a relação de dependência entre as palavras. Existe o elemento determinante, chamado de subordinado, e o elemento determinado e, cada um deles, constitui um sintagma.

Escrevendo

Foto: Reprodução

Os sintagmas possuem ainda um núcleo que indica o tipo do sintagma. Caso o núcleo seja um verbo, se trata de um sintagma verbal. Já se for um nome, será um sintagma nominal. Além desses dois principais e básicos presentes nas frases, podemos encontrar ainda o sintagma adjetival, adverbial e preposicional.

Sintagma Nominal

Formado por um nome, que é seu núcleo, e seus determinantes (que podem ser adjuntos adnominais ou orações adjetivas), pode assumir a função de sujeito ou de complemento verbal.

Sintagma Verbal

O sintagma verbal é formado por um verbo, que nesse caso é o seu núcleo. Além disso, pode ou não ser seguido pelo sintagma preposicional – objeto indireto, pelo sintagma nominal – objeto direto, pelo sintagma adverbial – adjunto adverbial, ou do sintagma adjetivo (predicativo).

Sintagma Adjetival

Pode assumir função de adjunto adnominal, predicativo ou complemento nominal, e seu núcleo é um adjetivo.

Sintagma Adverbial

O núcleo desse sintagma é um advérbio, e assume a função de um adjunto adverbial.

Sintagma Preposicional

Seu núcleo é uma preposição. Esse tipo de sintagma é comum em funções de complemento nominal ou objeto indireto, mas isso não é uma regra. Ele pode estar presente em qualquer outra função, mas está condicionado ao inicio por uma locução prepositiva.

Confira abaixo alguns exemplos para tornar mais fácil a compreensão dos sintagmas.

  • As verdadeiras amizades nunca morrem.

Ao seccionarmos a frase, podemos analisar:

– As verdadeiras amizades – “amizades” é o sintagma nominal;

– As verdadeiras – “verdadeiras” é o sintagma adjetival;

– Nunca morrem – o termo “morrem” é o sintagma verbal;

– Nunca – sintagma adverbial.

  • Todos acompanhavam silenciosamente a romaria pela cidade.

Ao fazer a análise:

Todos – é o sintagma nominal;

Acompanhavam silenciosamente a romaria – o termo “acompanhavam” é o sintagma verbal;

Silenciosamente – é o sintagma adverbial;

– A romaria – nesse trecho, destaca-se o termo “romaria”, que é o sintagma nominal;

Pela cidade – “pela” é o sintagma preposicional.

A natureza do sintagma será determinada exclusivamente pelo tipo de elemento que está constituindo seu núcleo. Podemos analisar os elementos de um sintagma pelo sistema arbóreo, conforme demonstrado abaixo:

Ex.: Aquele aluno obteve hoje um resultado excelente.

Sintagma

Foto: Estudo Prático


Reportar erro