Sintagma

Denomina-se sintagma um segmento linguístico que expressa uma relação de dependência entre as palavras que constituem uma frase. Nessa relação de dependência, há um…


Denomina-se sintagma um segmento linguístico que expressa uma relação de dependência entre as palavras que constituem uma frase. Nessa relação de dependência, há um elemento determinado e outro determinante (ou subordinado), estabelecendo um elo de subordinação entre ambos.

O termo sintagma é comumente utilizado para se referir às partes da sentença, caracterizando-se de acordo com o tipo gramatical dos seus elementos nucleares. Assim sendo, caso o núcleo seja um verbo, teremos um sintagma verbal (SV); se for um nome, será um sintagma nominal (SN). Além desses dois, podemos encontrar o sintagma adjetival (SAdj), sintagma preposicional (SP) e o sintagma adverbial (SAdv). 

Tipos de sintagmas

O sintagma é caracterizado de acordo com o tipo gramatical dos seus elementos nucleares. Confira as suas classificações a seguir:

Sintagma nominal (SN)

O núcleo do sintagma é um nome, e os seus determinantes (que podem ser adjuntos adnominais ou orações adjetivas), podem assumir a função de sujeito ou de complemento verbal.

Sintagma

Foto: depositphotos

Sintagma verbal (SV)

Constitui o predicado da oração, tendo o verbo como núcleo.

Sintagma adjetival (SAdj)

O núcleo do sintagma é um adjetivo. É formado pelo complemento nominal e seus respectivos advérbios modificadores  pelo predicativo.

Sintagma adverbial (SAdv)

O núcleo do sintagma é um advérbio, e assume a função de um adjunto adverbial.

Sintagma preposicional (SP)

O núcleo desse sintagma é uma preposição.

Análise

No caso da gramática sintagmática, considera-se que a frase é constituída de sintagmas, ou seja, segmentos que indicam uma relação de dependência, na qual temos um elemento determinante (subordinado) e outro determinado.

Para tornar mais fácil a compreensão dos sintagmas, confira alguns exemplos a seguir:

  1. Todos silenciosamente acompanhavam a romaria pela cidade.

Neste exemplo, retirado da Mini Gramática da USP, temos o seguinte:

Todos = sintagma nominal
Acompanhavam = sintagma verbal
Silenciosamente = sintagma adverbial
Romaria = sintagma nominal

Pela cidade = sintagma preposicional (núcleo: preposição pela – “por” + “ela”)

  1. A espécie daquela serpente corre risco de extinção.

A espécie daquela serpente = sintagma nominal
Daquela serpente = sintagma preposicional
Corre risco de extinção = sintagma verbal
Risco de extinção = sintagma nominal

Os elementos de um sintagma podem ser analisados pelo sistema arbóreo, conforme demonstrado no seguinte exemplo:

-Aquele aluno obteve hoje um resultado excelente. 

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).


Informar erro