Situação atual dos índios no Brasil

O termo “índio” foi usado pela primeira vez pelos colonizadores no período em que o Brasil foi explorado como colônia. Identificados como Karajá, Suyá,…


O termo “índio” foi usado pela primeira vez pelos colonizadores no período em que o Brasil foi explorado como colônia. Identificados como Karajá, Suyá, Kamayurá, Xavante e muitos outros nomes, os índios, atualmente, não possuem distinção entre tribos, apesar de cada uma delas carregar características bastante distintas havendo somente a separação entre eles e os homens brancos.

População

É difícil dizer ao certo quantos índios habitam as terras do Brasil, pois existem muitas variações de números quando as pesquisas são realizadas por diferentes instituições. De acordo com as pesquisas do IBGE, a população de índios é maior do que o resultado da FUNAI, que só considera os índios que ainda vivem em reservas. De acordo com a primeira instituição, o número registrado é de aproximadamente 734.131 mil pessoas que consideram-se índios, segundo a FUNAI, entretanto, o número cai praticamente pela metade: 358 mil, aproximadamente (cerca de 0,2% da população brasileira). O número é assustador, considerando-se que antes do homem “civilizado” chegar ao Brasil, somente haviam índios morando por aqui.

Quando os colonizadores chegaram ao Brasil, o número de índios era imensamente maior do que o número atual, sendo que aconteceu praticamente um extermínio do povo para que pudessem habitar as terras brasileiras. A diminuição dessa população se deu por diversos motivos, mas os principais foram a falta de reservas que garantissem sua sobrevivência, as mortes decorrentes dos conflitos e a proliferação de doenças típicas do homem branco que, antes, não chegavam às tribos, como o coqueluche, a gripe e o sarampo. Isso porque o índio não tinha imunidade a essas doenças por nunca ter entrado em contato, o que dificultava o combate.

Nos dias de hoje, o processo, no entanto, encontrou estabilidade – a partir da década de 1980 –, tendo um crescimento atual de 10%.

Situação atual dos índios no Brasil

Foto: Reprodução

Cultura

As suas culturas são diferentes de acordo com as tribos e grupos e, nesse contexto, têm-se conhecimento de 215 grupos distintos e 180 línguas diferentes.

Os índios, entretanto, podem ser diferenciados também pelo nível de contato que têm com o homem “civilizado”. Podem ser divididos entre os que vivem isolados e praticamente não têm contato com os brancos, os integrados que falam português e trabalham nas cidades, os que mantêm contato ocasional com o homem branco e os que têm contato intermitente –permanente.

É essencial, entretanto, independentemente do grupo ou da tribo a que o índio pertence, valorizar e manter os costumes e a cultura indígena de cada um dos grupos, pois tudo caminha para a sua extinção.

Onde vivem?

Nos dias de hoje, a maior concentração da população de índios no Brasil está localizada no Estado do Amazonas, mas também há no nordeste e no centro-sul do Brasil, principalmente no Mato Grosso do Sul. Estima-se que 60% dos índios do Brasil estejam vivendo na Amazônia, mas praticamente todas as Unidades da Federação contam com grupos indígenas, sendo que somente o Rio Grande do Norte, Piauí e Distrito Federal não têm registros da presença desses grupos.


Reportar erro