Sócrates – Biografia, obras e frases

Por Marcos Júnior

Sócrates - Biografia, obras e frases

Foto: Reprodução

Biografia

Sócrates é um filósofo grego que nasceu em Atenas, por volta do ano de 470 a.C, e veio a se tornar um dos mais conceituados pensadores da Antiga Grécia. Não é nenhum exagero se afirmarmos que foi ele o responsável por fundar o que hoje conhecemos como filosofia ocidental. Um dos grandes influenciadores de seus estudos e conhecimento foi Anaxágoras, também filósofo grego, um homem de muito prestígio e importância filosófica para a sociedade. Quando iniciou os seus estudos filosóficos, seus primeiros pensamentos tratavam sobre a essência da alma humana e a natureza.

O mais sábio dos filósofos e suas características

Para muitos cidadãos atenienses, Sócrates era o mais sábio filósofo da Grécia, e esse pensamento se perpetua até os dias de hoje, que para muitos estudiosos confirmam essa afirmativa. Tido como um pobre e vagabundo, ele só trabalhava o suficiente para sobreviver e sustentar sua família, Xântipe, sua esposa, que era bem mais jovem que ele, seus filho Lamprocles, Sophroniscus e Menexenus.  Mesmo tendo estudado matemática ele preferia optar pelo conhecimento do homem, tentando buscar explicações para coisas que a ciência da época não tinha a capacidade de explicar.

Uma de suas características bem peculiares era a de que ele gostava de caminhar descalço, para sentir o chão sob seus pés e ficar parado por horas, apenas pensando sobre alguma coisa. Ele também tinha o hábito de não tomar banho, essa era uma prática da qual ele não era muito adepto.

Uma necessidade que Sócrates carregava consigo era a de compartilhar com os outros cidadãos gregos a sua sabedoria, e ele fazia isso através do diálogo, usando a força da expressão, das palavras, para tentar levar o conhecimento para todas as pessoas que desejassem entender um pouco mais sobre as coisas do ser humano e do mundo em geral.

Sócrates nunca escreveu seus pensamentos, muito pelo contrário, ele usava apenas a voz, nada deixou por escrito para a posteridade, tudo o que sabemos sobre suas ideias foram deixados em obras de seus discípulos Platão e Xenofontes.

Condenação e morte

A aristocracia grega por sua vez não via o filósofo com bons olhos, já que ele defendia ideias contrarias ao funcionamento da sociedade. Ele afirmava que uma boa parte das tradições, costumes e crenças religiosas não contribuíam em nada no desenvolvimento intelectual da população, e essa sua forma de expor o que pensa chamou muito a atenção da sociedade, tanto para atrair os jovens que queriam lhe ouvir, como das autoridades, que já começavam a encará-lo como um arruaceiro, que ia contra a ordem pública e apenas agitava os ânimos da sociedade corrompendo a juventude.

Por esse motivo foi preso, acusado injustamente de trair Atenas na guerra contra Esparta, o que o levou a ser condenado a pena de morte, porém, ele não fugiu, aceitou a condenação de cabeça erguida, acreditando que não se podia de forma alguma questionar o império da Lei.

Na última noite de vida, Sócrates aproveitou seus últimos momentos para se questionar junto a seus discípulos se haveria ou não vida após a morte. Sua morte se deu após tomar uma dose de cicuta, solicitado por ele mesmo a um de seus criados, em 399 a.C.

Frases

  • “Conhece-te a ti mesmo, torna-te consciente de tua ignorância e será sábio.”
  • “Transforme as pedras que você tropeça nas pedras de sua escada.”
  • “O que deve caracterizar a juventude é a modéstia, o pudor, o amor, a moderação, a dedicação, a diligência, a justiça, a educação. São estas as virtudes que devem formar o seu carácter.”
  • “Chamo de preguiçoso o homem que podia estar melhor empregado.”
  • “É melhor fazer pouco e bem, do que muito e mal.”
  • “Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.”
  • “Quatro características deve ter um juiz: ouvir cortesmente, responder sabiamente, ponderar prudentemente e decidir imparcialmente.”
  • “A ociosidade é que envelhece, não o trabalho.”
  • “Quem melhor conhece a verdade é mais capaz de mentir.”
  • “Sob a direção de um forte general, não haverá jamais soldados fracos.”