Sustentabilidade nas escolas 

Sustentabilidade é um assunto em alta nos dias atuais, uma vez que vivemos em um mundo de recursos naturais cada vez mais escassos


Quando falamos em sustentabilidade na escola, nem sempre conseguimos definir o seu significado. Entretanto, trata-se de um conjunto de práticas e ensinamentos que acontecem dentro do ambiente escolar e que são voltados para o desenvolvimento sustentável do Planeta. Mas por que é tão importante ensinar sobre esse assunto?

Importância da sustentabilidade e seu ensino

A sustentabilidade é um assunto em alta nos dias atuais, uma vez que vivemos em um mundo de recursos naturais cada vez mais escassos, assim como o meio ambiente sofre constantes degradações. As crianças e adolescentes, alunos das escolas nos dias atuais, representam o futuro do mundo, sendo responsáveis pelas ações econômicas, políticas e administrativas. Se o objetivo é salvar o planeta e seus recursos naturais, é importante ensinar àqueles que terão o futuro em suas mãos a importância das práticas de preservação do meio ambiente, assim como o uso racional dos recursos naturais.

Sustentabilidade nas escolas

Foto: Reprodução/ internet

Conhecimento prático

Nem só de teoria vive a escola. Os ensinamentos teóricos são, sim, muito importantes, mas também é essencial que a escola dê espaço às ações sustentáveis práticas, criando nos alunos um senso de responsabilidade, desenvolvendo hábitos e atribuições em torno dessas ações.

Com essas responsabilidades e hábitos, as práticas sustentáveis poderão chegar até as famílias dos alunos, assim como outros grupos sociais frequentados por eles, fazendo com que a prática sustentável seja disseminada.

Mas o que são as ações sustentáveis que podem ser praticadas na escola? Confira uma breve lista abaixo:

  • Criação de sistemas de reciclagem do lixo;
  • Desenvolvimento de projetos de separação de lixo e reutilização de materiais recicláveis;
  • Criação de hortas orgânicas mantida pelos alunos em ambiente escolar com utilização dos vegetais colhidos para a elaboração de lanches, merendas ou até doação em instituições e famílias carentes;
  • Desenvolvimento de programas que sejam voltados à plantação de árvores em escolas ou na comunidade;
  • Ações que sejam voltadas ao uso racional e econômico de água e energia elétrica de forma a evitar o desperdício;
  • Conscientização seguida de disponibilização de recipientes destinados ao descarte de pilhas e baterias usadas que não devem ser descartadas junto ao lixo comum. Existem empresas que fazem o descarte adequado desse tipo de material e, inclusive, em algumas cidades, a própria prefeitura o faz;
  • Projeção de filmes e documentários para que os alunos possam ver quais são os maiores impactos ambientais que podem ser provocados a longo e curto prazo pela ação humana.

Reportar erro