TV digital: MEC participa de cooperação que levará canais às cidades com mais de 100 mil habitantes

Acordo prevê a cooperação entre os ministérios da Educação, das Comunicações, da Cultura, entre outros, na área de transmissão de televisão digital


Publicado em 2 de setembro de 2015

 

“A comunicação de todos os brasileiros com todos os brasileiros sem acepção de origem étnica, sem preconceito, que é um dos fortes elementos éticos presentes na nossa inspiração de ação conjunta de governo, na inspiração de todos os ministérios aqui presentes, designa o papel que terão também os veículos que nós estamos agora tentando aprimorar com a assinatura destes documentos legais”, afirmou o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, durante a cerimônia de assinatura do acordo de cooperação técnica para implantação dos canais do Poder Executivo federal do sistema público de TV digital.

O acordo, assinado nesta terça-feira, 1º de setembro, em Brasília, prevê a cooperação entre os ministérios da Educação, das Comunicações, da Cultura, da Saúde, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República e a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) na área de transmissão de televisão digital.

Para contextualizar, o ministro, na cerimônia, lembrou o papel pouco conhecido do Marechal Rondon e ressaltou a importância da comunicação de todos os brasileiros. “Ele é considerado o patrono da comunicação brasileira, por seu trabalho de instalação de telégrafos nas regiões mais afastadas do país. É o símbolo da nossa aproximação com nosso compatriotas indígenas.”

TV digital: MEC participa de cooperação que levará canais às cidades com mais de 100 mil habitantes

Foto: Pixabay

Pelo acordo assinado, os canais digitais serão levados a todos os 279 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes até 2019, a começar por Rio de Janeiro e São Paulo, além de Brasília, que já devem receber o sinal digital como projeto-piloto ainda este ano.

A TV digital usa tecnologia específica, que proporciona transmissão e recepção de maior quantidade de conteúdo por uma mesma frequência (canal) e oferece imagem de melhor qualidade, em alta definição.

Caberá à EBC a coordenação técnica para implantação da rede digital, bem como o apoio e o monitoramento da operação dos canais do sistema público de TV digital e de canais da educação, cultura e saúde. Os parceiros vão integrar a produção, coprodução, licenciamento, compartilhamento e distribuição de conteúdos.

Avanço

Janine Ribeiro destacou a importância da televisão pública para informar e educar a população em questões de saúde, cultura e educação. “A partir dos canais, que vão estar com uma qualidade melhor de transmissão, a cargo de cada um dos ministérios, vamos avançar muito no aprimoramento das condições de vida do nosso povo”, disse.

O acordo também prevê que a programação esteja integrada por meio do Banco de Compartilhamento de Conteúdo da Rede Nacional de Comunicação Pública–Televisão (RNCP–TV) e o desenvolvimento da Rede de Distribuição de Conteúdo (CND) e de sistemas de gerenciamento.

*Do Portal do MEC


Reportar erro