Vias de administração: compreenda facilmente o que é isso

As vias de administração de fármacos podem ser divididas em dois grandes grupos: a via enteral e a parenteral


O termo “via de administração” diz respeito à maneira pela qual o medicamento entra em contato com o organismo. A administração de medicamentos pode ser por via oral (boca), retal (ânus), sublingual (embaixo da língua), injetável (intravenoso), dermatológica (pele), nasal (nariz) e oftálmica (olhos), dentre outras.

Cada via de administração apresenta vantagens e desvantagens, sendo indicada para uma situação específica.

Classificação

As vias de administração de fármacos podem ser divididas em dois grandes grupos: a via enteral e a parenteral. A palavra enteral é originária do grego “enteron” (intestino) e compreende as vias oral, sublingual e retal; já o termo parenteral vem de “para” (ao lado) mais “enteron”, e compreende as vias intravenosa, intramuscular, subcutânea, respiratória e tópica, dentre outras.

Vias de administração: compreenda facilmente o que é isso

Foto: depositphotos

Via Oral

A administração de medicamentos por via oral é a mais utilizada. No uso dessa via segura, econômica e confortável, os medicamentos podem ter apresentação em comprimidos, cápsulas, pós ou líquidos. A via oral pode ser utilizada para um efeito local (trato gastrointestinal) ou sistêmico (atinge o sangue após ser absorvida pelo intestino).

Via Sublingual

Por essa via, os medicamentos são absorvidos rapidamente pela mucosa sublingual. O medicamento (em comprimidos ou gotas) deve ser colocado embaixo da língua e permanecer no local até a sua absorção total. Os medicamentos administrados pela via sublingual promovem efeito sistêmico em pouco tempo.

Via Retal

Os supositórios são medicamentos administrados por via retal, sendo receitados quando o paciente não pode tomar o medicamento por via oral. Podem ter efeito local ou sistêmico.

Via Intravenosa

Na intravenosa, o medicamento é administrado diretamente na corrente sanguínea por uma veia. Esta é a primeira opção durante emergências, uma vez que apresenta efeito mais rápido. Além disso, muitos fármacos não conseguem ser absorvidos pelo intestino, sendo necessário o uso dessa via.

Via Intramuscular

Por essa via, o medicamento é injetado diretamente no músculo. Não tem efeito tão imediato, se comparada com medicamentos administrados por via intravenoso, mas, são muito eficientes.

Via subcutânea

Nesse caso, os medicamentos são administrados debaixo da pele, no tecido subcutâneo. A absorção é lenta e as regiões de injeção subcutânea incluem o abdome, a região superior do dorso, a região anterior das coxas e as regiões superiores externas dos braços.

Via respiratória

A via respiratória se estende desde a mucosa nasal até os pulmões. A vantagem dessa via é a realização da administração em pequenas doses com rápida absorção.

Via tópica

Geralmente é utilizada para tratar afecções da pele e mucosas. Os medicamentos podem estar em forma de pomas, géis ou cremes.


Informar erro