Vulcões no Brasil – Fotos e informações

Por Nayla Georgia

O vulcão é uma estrutura geológica que surge a partir da emissão de magma, gases e partículas quentes do interior terrestre para a superfície. De formato cônico, esses vulcões liberam grande volume de cinza, gases e aerossóis na atmosfera, quando em atividade. Os eventos de erupção vulcânica são considerados grandes catástrofes naturais, apresentando resultados a nível global, em alguns casos. Os prejuízos de uma erupção em meio a um local habitado por pessoas são bastante grandes, atingindo o comércio, o turismo e vários outros âmbitos.

A energia usada pelos vulcões ativos é originada dos movimentos das placas litosféricas. Ainda existem alguns que permanecem propícios a entrar em erupção a qualquer momento, por exemplo, os que se encontram nas regiões ao redor do Oceano Pacífico. Quando a erupção ocorre, explosões de lava e outros gases formam nuvens turvas.

Pode-se dizer que o vulcanismo é um agente interno de transformações do relevo, por ser um fenômeno provocado pelas variações constantes de pressão e temperatura do magma que fica no interior da Terra. O magma é uma substância líquida de altíssima temperatura que, quando resfriado pelo ar ou pela água, forma as estruturas rochosas do vulcão.

Vulcanismo brasileiro

É conhecido que o Brasil se encontra no meio da placa tectônica Sul-americana, que é uma região estável, e a maior incidência de vulcões se dá nas regiões geológicas próximas às bordas das placas, ou seja, a região instável. Nas terras brasileiras não existem vulcões ativos, pois o relevo nacional se formou há milhões de anos. Portanto, os vulcões que chegaram a existir no país se tornaram extintos e atualmente não causam transtornos para os habitantes.

Os vulcões que existem no Brasil são pontos turísticos, pois são marcados pela beleza. Eles ocorreram das formações geológicas vulcânicas na Era Mesozoica, que hoje se localiza a região Sudeste e Sul. Com o derramamento de lava, as terras desses estados adquiriram um solo bastante fértil, como no caso da “terra roxa”, de origem basáltica. Cada vulcão foi moldado pelo tempo, as erupções oceânicas deram início a algumas ilhas no litoral e, hoje, esses locais são habitáveis e muito belos.

Curiosidades

Fernando de Noronha

Poucas pessoas sabem, mas o belo arquipélago pernambucano de Fernando de Noronha era um conjunto de vulcões com cerca de 12 milhões de anos de história. Sua base tem 4 mil metros de profundidade, afinal, geralmente, os vulcões submarinos se solidificam rapidamente devido ao choque com água fria. Contudo, o vulcanismo intenso faz o magma emergir e formar ilhotas e ilhas.

Vulcão mais antigo em terras brasileiras!

Com cerca de 1.89 bilhão de anos o vulcão mais antigo já descoberto está dormindo na região amazônica. Essa maravilha da natureza faz parte de uma província de rochas vulcânicas nomeada “Uatumã”, que se espalhava pelo Mato Grosso, Pará, Roraima, Amazonas até a Venezuela e o Suriname. O vulcão não está em atividade há muitos anos, sua altura original pode já ter chegado a 400 metros, próximo ao rio Tapajós.

Fotos de vulcões no Brasil

Pico do Cabuji

Pico do Cabuji é, segundo fontes não científicas, o único vulcão extinto do Brasil que ainda preserva sua forma original. | Foto: Reprodução

 

Arquipélago de Fernando de Noronha

Arquipélago de Fernando de Noronha | Foto: Reprodução

 

Magma vulcânico

Foto: Reprodução

 

Vulcões no Brasil - Fotos e informações

Erupção vulcânica | Foto: Reprodução