WorldSkills 2015: MEC apresenta o perfil dos 11 ganhadores de medalhas de ouro

Os 11 estudantes brasileiros que conquistaram medalhas de ouro na 43ª WorldSkills, fizeram curso de educação profissional e tecnológica pelo Pronatec


Os 11 estudantes brasileiros que conquistaram medalhas de ouro na 43ª edição da WorldSkills 2015, realizada em São Paulo, na última semana, fizeram curso de educação profissional e tecnológica por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Além das 11 de ouro, o Brasil conquistou dez medalhas de prata e seis de bronze e 18 certificados de excelência na maior competição mundial de educação profissional e tecnológica. O desempenho resultou no primeiro lugar geral da competição. O Brasil terminou com 99 pontos, seguido da Coreia do Sul, com 89.

Brasileiros ganhadores de medalhas de ouro:

Carlos Rubens Teixeira Júnior

Nascido em 1994, conquistou ouro na ocupação instalações elétricas prediais. Fez o curso de aprendizagem em manutenção predial no Centro de Formação Profissional Gerson Dias do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em Pedro Leopoldo, entre 2012 e 2013. Aprovado em curso de graduação em engenharia elétrica, optou por continuar, simultaneamente, com a formação profissional. Já conquistara medalhas de ouro na etapa nacional da Olimpíada do Conhecimento, em 2014, e de bronze, na etapa estadual, em 2013. “Esse foi um dos melhores trabalhos que eu já fiz”, afirma.

Daniel de Oliveira Gomes

Nascido em 1995, ganhou a medalha na ocupação caldeiraria. Fez o curso de aprendizagem industrial em caldeiraria, entre 2010 e 2011, e o de técnico em eletromecânica, entre 2012 e 2013, na Escola Manuel Garcia Filho do Senai, no ABC paulista. Conquistou medalha de ouro também na etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento. “Tenho dificuldade em aceitar que não consigo fazer uma coisa”, diz. “Minha cobrança em relação à própria performance é muito alta.”

WorldSkills 2015: MEC apresenta o perfil dos 11 ganhadores de medalhas de ouro

Foto: Carlos Bruno/MEC

Kaio Júnior Martins Silva

Nascido em 1995, ganhou a medalha na ocupação tecnologia da moda. Fez o curso de aprendizagem industrial em confecção de vestuário no Senai em Patos de Minas (MG). Conquistou medalhas de ouro tanto na etapa estadual quanto na nacional das Olimpíadas do Conhecimento, em 2013 e 2014. “Daqui a cinco anos, quero estar trabalhando na minha própria confecção ou para uma marca já estabelecida”, diz.

Felipe Augusto Gutierra

Nascido em 1995, conquistou a medalha de ouro na ocupação polimecânica e automação. Estudante do curso técnico de mecânica, na Escola Roberto Simonsen, do Senai paulista, fez também o curso de aprendizagem industrial em mecânica de usinagem. “Pretendo ter minha empresa”, diz.

Giovanni Kenji Shiroma

Nascido em Oogaki, Japão, em 1993, representou o Brasil e ganhou ouro na ocupação web design. Fez o curso técnico de redes de computadores no Senai de São Paulo. Tem como objetivo trabalhar em uma grande empresa de informática. “A receita é treinar bastante e ter muita dedicação”, afirma.

Jackielyson André Ferreira Alves

Nascido em 1994, ganhou a medalha na ocupação soldador. Fez o curso de soldagem multiprocessada e técnico em metalurgia no Senai de Mossoró (RN), entre 2012 e 2013. Na preparação para a WorldSkills, participou de simulado de soldagem com competidores de diversos países, nos Estados Unidos. Entre as metas, está a de se tornar instrutor do Senai.

Leandro Éricles Fronzino Rumaqueli

Nascido em 1996, levou o ouro na ocupação desenho mecânico em CAD [desenho assistido por computador, do inglês computer aided design]. Fez o curso de aprendizagem industrial em mecânica de usinagem na Escola Henrique Lupo do Senai, em Araraquara (SP). Foi medalha de ouro na etapa estadual da Olimpíada do Conhecimento em 2013 e participante do projeto Top One, na mesma competição, em 2014. “A partir do momento que você gosta de alguma coisa, você faz bem feito; e fazer bem feito é essencial para ter sucesso”, diz.

Leonardo Fonseca Rodrigues

Nascido em 1994, ganhou a medalha de ouro na ocupação joalheria. Fez o curso de aprendizagem industrial em joalheria na Escola de Joalheria do Senai, no Rio de Janeiro. A oportunidade de trabalhar como aprendiz em uma empresa o levou a se capacitar na área. “Nem fazia ideia do que era ourivesaria”, diz.

Luís Carlos Sanches Machado Júnior

Nascido em 1995, ganhou a medalha de ouro em tecnologia automotiva. Fez, no Senai de Bauru (SP) os cursos de aprendizagem industrial de mecânica de automóveis e de técnico em manutenção automotiva, além da formação continuada em elétrica automotiva e injeção eletrônica a diesel. “Eu era daqueles que desmontava tudo. Queria ver o que tinha dentro dos carrinhos de brinquedo”, diz.

Thiago Augusto Blanco da Costa

Nascido em 1995, levou o ouro na ocupação aplicação de revestimentos cerâmicos. Começou no Senai de Bauru (SP) o curso técnico de edificações, paixão herdada de seu avô, aos 15 anos. Pretende ter a própria empresa de construção. Já começou a se qualificar com cursos de administração e empreendedorismo. “Se eu cheguei aqui é porque tive uma pessoa em quem me espelhar”, destaca.

Victor Bernardo

Nascido em 1994, foi medalhista de ouro em tecnologia de mídia impressa. Fez o curso de aprendizagem industrial em impressão offset no Senai de Artes Gráficas de Porto Alegre. Conquistou também medalha de ouro na etapa estadual da Olimpiada do Conhecimento, em 2013. “Agora, vou atualizar o currículo e procurar emprego”, afirma.

Realizada a cada dois anos, a WorldSkills está na 43ª edição. O Brasil participou pela primeira vez da competição em 1983, na Áustria. A primeira medalha brasileira, a de prata, na ocupação de tornearia, foi conquistada em Birmingham, na Inglaterra, em 1989. Mais de 1,2 mil competidores, representando mais de 60 países, participaram da edição de 2015, no complexo do Anhembi Parque, em São Paulo.

*Do Portal do MEC


Reportar erro