A África e a língua portuguesa

A história do português na África está intimamente relacionada com o processo de colonização portuguesa no continente

O português é a língua oficial de cinco países da África: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe. Além desses, a Guiné Equatorial adotou o idioma recentemente. O idioma é utilizado na administração, no ensino, na imprensa e nas relações internacionais.

Os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) vêm firmando protocolos de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento nas áreas da cultura, educação, economia, diplomacia e preservação da língua portuguesa.

A história do português na África está intimamente relacionada com o processo de colonização portuguesa no continente, sendo que a primeira ocupação dos portugueses no continente ocorreu em Ceuta, em 1415.

Histórico

A África e a língua portuguesa

Foto: depositphotos

A colonização portuguesa da África por Portugal ocorreu por meio das grandes navegações, descobrimentos e a ocupação de territórios, como as Ilhas Canárias no início do século XIV. Em 1415, os portugueses conquistaram Ceuta e, em 1460, Diogo Gomes ocupou Cabo Verde e, posteriormente, as ilhas ainda no século XV.

Durante a segunda metade do século XV, os portugueses estabeleceram feitorias nos portos do litoral oeste africano. Já no final do mesmo século, Bartolomeu Dias dobrou o Cabo da Boa Esperança, iniciando assim a colonização da costa oriental da África. No século seguinte, após a invasão de ingleses, franceses e holandeses, Portugal manteve algumas antigas colônias, como Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Angola e Moçambique.

A língua portuguesa nos países africanos

O português se implantou mais fortemente como língua falada em Angola e Moçambique, com uma leve influência das línguas negras. Nos demais países africanos, o português é utilizado na vida cotidiana juntamente com línguas nacionais ou crioulos de origem portuguesa. A convivência da língua portuguesa com as línguas locais vem provocando um distanciamento entre o português desses países e aquele falando na Europa.

Os seguintes países africanos têm a língua portuguesa como idioma oficial:

  • Angola: Estima-se que 60% dos moradores do país falam o português como língua materna. Além da língua portuguesa, Angola abriga cerca de onze grupos linguísticos principais.
  • Cabo Verde: O português é a língua oficial de Cabo Verde. O idioma é utilizado em toda a documentação oficial do país e também no processo de escolarização, nas rádios e televisões.
  • Guiné-Bissau: Estima-se que 90% da população utiliza o dialeto crioulo ou dialetos africanos. O português não é considerado língua materna, uma vez que menos de 15% da população tem o domínio do idioma.
  • Moçambique: Tem o português como língua oficial, sendo falando como segunda língua por uma parte da população.
  • São Tomé e Príncipe: Além do português, em São Tomé e Príncipe são falados os dialetos locais como o forro, o angolar, o tonga e o monco. Estima-se que apenas 2,5% da população domina a língua portuguesa.

Sobre o autor

Avatar
Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.