América do Norte

O subcontinente norte-americano é um dos três subcontinentes que constituem a América

A América do Norte é uma subdivisão do continente americano, juntamente com a América Central e a América do Sul. A América do Norte é um subcontinente que está localizado na porção do Hemisfério Norte do globo, bem como no Hemisfério Ocidental.

São países que formam a América do Norte o México, os Estados Unidos e o Canadá. Apesar de ser composto apenas por três países, a América do Norte é um subcontinente com profundas diferenças culturais, sociais e econômicas, principalmente em relação ao México, que é também um país latino-americano.

A América do Norte         

O subcontinente norte-americano é um dos três subcontinentes que constituem a América, embora muito comumente refere-se aos moradores dos Estados Unidos como “americanos” ao invés de estadunidenses.

A América do Norte possui uma extensão territorial de 24.710.000 km², e compreende a área que está localizada na parte Setentrional do continente americano. O subcontinente norte-americano conta com uma população de mais de 579 milhões de pessoas distribuídas em seus três países, sendo que destas a ampla maioria está localizada nos Estados Unidos, sendo o país menos populoso o Canadá.

Dentre os três países, o México é o que apresenta menor dimensão territorial, enquanto Estados Unidos e Canadá possuem ambos mais de 9 milhões de quilômetros quadrados de extensão.

O subcontinente norte-americano conta com uma população de mais de 579 milhões de pessoas

A América do Norte possui uma extensão territorial de 24.710.000 km² (Foto: depositphotos)

Estados Unidos

Os Estados são considerados como a grande potência mundial, especialmente por sua influência em questões geopolíticas, bem como por conta de sua forte economia, com características modernas e diversificadas.

Os Estados Unidos possuem forte presença na economia internacional, e sempre estiveram envolvidos nos grandes conflitos e acontecimentos globais.

O país obteve êxito durante as duas guerras mundiais que houveram, de modo que por ter uma economia bem desenvolvida, já eram, naquele contexto, grandes exportadores de produtos industrializados, o que impulsionou ainda mais o mercado destes no contexto das guerras, pela possibilidade de exportar produtos aos países que após a guerra estavam com suas economias desestruturadas.

Os Estados Unidos também são fortes influentes quando o assunto é a corrida armamentista, tendo sido um dos protagonistas da Guerra Fria juntamente com a União Soviética. Desde os anos de 1950, principalmente, os Estados Unidos têm investido pesadamente em defesa e na área militar, inclusive, participando de conflitos armados em outras partes do mundo, bem como atuando sob pretexto de “proteção” às nações menos desenvolvidas em relação a defesa.

Os Estados Unidos foram vítimas também de ataques e investidas inimigas no decorrer de sua história, sendo um dos ocorridos mais famosos os atentados de 11 de setembro, em Nova York, com a destruição das torres do World Trade Center por grupos terroristas islâmicos.

Em termos geográficos, os Estados Unidos possuem uma divisão política que corresponde a 50 estados contíguos, e mais dois afastados geograficamente, sendo eles o Alasca e o Havaí. Os Estados Unidos possuem ainda um importante complexo industrial, com a presença de minérios em seus territórios.

As indústrias dos Estados Unidos empregam tecnologias sofisticadas de produção, o que as torna altamente competitivas, assim como a própria agricultura estadunidense, que é impulsionada por subsídios governamentais. Quanto ao aspecto populacional, há uma maior concentração na porção Nordeste dos Estados Unidos, a qual é uma região de ocupação mais antiga.

As densidades populacionais mais baixas estão na porção Oeste do país, nas regiões montanhosas, onde o clima árido e a pecuária extensiva afastam os núcleos populacionais.

Os Estados Unidos possuem 50 estados contíguos e mais dois afastados geograficamente

Os Estados são considerados como a grande potência mundial (Foto: depositphotos)

Canadá

O Canadá é um país que possui amplas dimensões territoriais, sendo o maior da América do Norte, e ainda o segundo maior do mundo, ficando atrás apenas da Rússia. O Canadá é também um dos países mais ricos do globo, contando com uma economia diversificada e com emprego de técnicas modernas na produção.

O território canadense é rico em recursos minerais, contando com praticamente todos os elementos minerais necessários ao processo de industrialização. É destaque nas exportações, as quais vão desde produtos mais simples, como cereais, papel e recursos minerais até máquinas e equipamentos agrícolas, produtos eletrônicos, veículos, dentre outros produtos mais sofisticados. O Canadá se destaca também pelo desenvolvimento e uso de tecnologias avançadas nos setores produtivos.

Quanto aos índices demográficos, a maior concentração populacional está no Sudeste do país, bem como ao longo de sua fronteira com os Estados Unidos. A população canadense se concentra amplamente nas áreas próximas dos Grandes Lagos e do Vale do São Lourenço, onde estão as maiores cidades do país, bem como sua capital.

Algumas áreas do Canadá são precariamente habitadas, ou mesmo não habitadas, isso porque em algumas regiões predominam áreas com florestas densas, além disso, as áreas ao Norte do Canadá, em seus pontos mais extremos, são consideradas improdutivas, por conta do gelo que se acumula nestas, afastando as populações.

Algumas pessoas consideram que o Canadá é um “quintal” dos Estados Unidos, isso porque a ampla maioria da produção canadense é absorvida pelos Estados Unidos na forma de importações. 

México

Dentre os países da América do Norte, o México é o que apresenta menores índices de desenvolvimento econômico, o que foi constituído historicamente por ser um país que não teve um mercado consumidor em potencial, nem investimentos produtivos destinados ao mercado interno, e que apresentou profunda dependência e instabilidade econômica no decorrer do tempo.

História do México

A porção Norte do México faz fronteira com os Estados Unidos, o que impulsiona vários mexicanos a tentarem entrar no país vizinho para trabalharem ou morarem, dadas as melhores condições de vida lá. O México é um típico país latino-americano, preservando a exportação de minerais e tendo sua economia pautada na agricultura.

Assim como outros países em situação de desenvolvimento, o México é palco para o estabelecimento de empresas multinacionais, as quais buscam utilizar-se da mão-de-obra disponível, bem como dos recursos naturais do país. O México teve um crescimento populacional bastante acelerado, reduzindo após os anos de 1980.

O México possui uma população bastante heterogênea, com a presença de ampla maioria de mestiços, a partir da miscigenação entre brancos e índios que viviam na região antes do período colonial.

 

Referências

» GARCIA, Helio; MORAES, Paulo Roberto. Geografia. São Paulo: IBEP, 2015.

» MOREIRA, Igor. Mundo da Geografia. Curitiba: Positivo, 2012.

» VESENTINI, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2011.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).