Biografia de Antônio Abujamra

Além de ter dirigido diversas peças teatrais, novelas e filmes, Antonio Abujamra se destacou por seu programa Provocações

Antônio Abujamra foi um renomado diretor e ator teatral, além de ter comandado o programa Provocações (2000 – 2015), transmitido pela emissora TV Cultura.

Ficou muito conhecido por sua fortes declamações de poemas famosos, por sua irreverência e seu senso de humor ácido e crítico, o que lhe rendeu a alcunha de “Provocador”.

Foi um dos primeiros diretores teatrais a implantar os métodos teatrais de Bertolt Brech e Roger Planchon, metodologia inspirada nas antigas tragédias gregas que ficou conhecida como teatro épico.

Juventude de Abujamra

Antônio Abujamra nasceu em Ourinhos, interior do estado de São Paulo, no dia 15 de setembro de 1932. Ainda durante sua infância, mudou-se para Porto Alegre, Rio Grande do Sul, onde passou toda a sua juventude.

Além de ter dirigido diversas peças teatrais, novelas e filmes, Antonio Abujamra se destacou por seu programa Provocações

Antônio Abujamra foi um renomado diretor e ator teatral (Foto: Reprodução/Alchetron)

Em 1957, formou-se nos cursos de Filosofia e Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS).

Carreira de Antônio Abujamra

Após graduar-se em Jornalismo, Antônio Abujamra deu início a sua carreira como crítico teatral. Suas primeiras empreitadas no palco, começaram na segunda metade dos anos 1950, no Teatro Universitário de Porto Alegre. 

Em maio de 1955, dirigiu e adaptou a obra O Marinheiro, de Fernando Pessoa. Como ator, teve sua estreia na peça Assim é se lhe parece, baseada na obra de mesmo nome do dramaturgo italiano Luigi Pirandello.

Veja também: Biografia de Florbela Espanca

Em 1959, Abujamra viajou à Europa como bolsista para estudar língua e literatura espanholas. Durante esse período, estagiou em Villeurbanne, na França, com o diretor Roger Planchon. Na capital da Alemanha, Berlim, foi estagiário na companhia de teatro Berliner Ensemble, que foi fundada pelo dramaturgo Bertolt Brech. 

Voltou ao Brasil e, em 1961, fez a sua estréia profissional como diretor no Teatro Cacilda Becker (TCB), em São Paulo, onde dirigiu a peça Raízes, do inglês Arnold Wesker. No mesmo ano, foi diretor da peça José, do parto à sepultura, de Augusto Boal, no Teatro Oficina.

Abujamra na TV

Em 1968, Abujamra foi contratado pela TV Tupi e estreou como diretor do filme “O Estranho Mundo de Zé do Caixão”. Atuou na emissora até 1979, e foi responsável pela direção das telenovelas “Nenhum Homem é Deus”, “Salário Mínimo” e “Gaivotas”.

Também teve passagem pela TV Bandeirantes, onde dirigiu quatro telenovelas e permaneceu até 1982 e dirigiu a novela “Os Ossos do Barão”, no SBT.

Como ator, Antônio Abujamra atuou em quinze telenovelas, tendo ganhado mais destaque pelo seu papel como Ravengar, na produção da TV Globo “Que Rei sou Eu?”, que foi ao ar em 1989.

Provocações

Criado pelo próprio Antônio Abujamra, o programa Provocações, antes de ser produzido pela TV Cultura, passou por outras emissoras e foi rejeitado. O motivo da rejeição, segundo o próprio autor, era o formato que se esgotaria antes dos três meses que estavam previstos para a duração do programa.

Provocações era um programa com entrevistas muito instigantes e provocativas. Com grande ênfase nos entrevistados, uma das marcas registradas do programa eram as intervenções feitas pelo apresentador. 

Veja tambémBiografia de Dias Gomes 

Além do que já foi citado acima, o programa contava com declamações de poemas por Abujamra e possuía um quadro chamado “Vozes das ruas”, no qual pedestres expressavam suas opiniões sobre assuntos diversos.

Sempre que o Provocações estava próximo ao fim, Abujamra encerrava todas as entrevistas com a mesma pergunta: O que é a vida?

O programa Provocações foi ao ar pela primeira vez no dia 6 de agosto de 2000, e foi televisionado até 21 de abril de 2015. O motivo do fim do quadro semanal foi a morte de Abujamra, que morreu aos 82 anos em decorrência de um infarto, no dia 28 de abril de 2015.