Biografia de Charles Darwin

Charles Robert Darwin nasceu em 1809 em Shrewsburv, Inglaterra. Seu pai era médico, bem como seu avô. Desde de sua infância já fazia coleção de pedras, ovos de pássaros, conchas, plantas, moedas e flores.

Ainda na juventude, com apenas 16 anos, entrou na Universidade de Edimburgo. Nessa época, ele participava de um grupo chamado Plinian Society de Ciências Naturais.

Pouca gente sabe, mas Darwin queria mesmo era se tornar pastor. Mas foi em Cambridge que ele começou a desenvolver o seu maior interesse por botânica. Nas horas vagas, o inglês também gostava de caçar e de andar a cavalo.

Charles Darwin desperta para a botânica

Foi o geólogo Adam Sedgwick Henslow que despertou em Charles Darwin o interesse pelas excursões. E foi em sua companhia que Darwin viajou até a região norte do Reino Unido para estudar botânica. Depois dessa primeira viagem, Henslow convidou outra vez o jovem naturalista para embarcar em outra aventura: a bordo do navio chamado Beagle.

Ao todo, foram cinco anos de pesquisa entre os anos de 1831 a 36. No roteiro, lugares como o Brasil, Chile (Patagônia) e Peru. Nessa viagem, Darwin foi sozinho, enquanto o mestre Henslow ficava em Londres para receber o material coletado por Darwin.

Foram centenas de caixas de insetos de vários lugares do planeta, como: Austrália, Galápagos, Brasil entre outros.

Charles Darwin foi um notório botânico, estudado até os dias de hoje

Charles Darwin, pai da ‘Teoria da Evolução das Espécies’ (Foto: depositphotos)

Darwin consegue notoriedade no meio científico

Esses cinco anos foram suficientes para dá fama a Charles Darwin, que assim que desembarcou na Inglaterra já gozava de boa reputação no meio científico. Aproveitando-se da boa fase, o naturalista publicou diversos estudos relacionados a sua viagem de cinco anos e atuou nas cidades de Londres e Cambridge.

Alguns anos depois da sua volta, ele se casa com uma prima chamada Emma, com quem teve 10 filhos. Em 1842, ele sai da área urbana e se refugia em um ambiente mais rural.

E 1859, Charles Darwin lança sua obra prima ‘Da Origem das Espécies por Via da Seleção Natural ou A Preservação das Raças Favorecidas na Luta pela Vida’, manual que até hoje é estudado pelos cientistas do mundo inteiro.

Para se ter uma ideia do sucesso da edição, ela foi esgotada em apenas um dia de vendas.

Morte de Darwin

Ele morreu de ataque cardíaco, em Downe, Inglaterra, no dia 19 de abril de 1882. Mas seu sepultamento ocorreu em Londres. A maior contribuição do cientista foi a criação da teoria da evolução das espécies, que reformulou tudo o que se achava antes. Ele é considerado o pai da ‘Teoria da Evolução das Espécies’.

Veja também: O criacionismo e o Evolucionismo. Saiba mais sobre essas teorias.

Conheça as principais obras de Charles Darwin

– A Variação de Animais e Plantas Domesticadas;
– A Descendência do Homem;
– A Formação do Húmus Vegetal pela Ação dos Vermes;
– As Diversas Formas de Fertilização de Orquídeas pelos Insetos;
– Plantas Insetívoras;
– O Poder do Movimento das Plantas.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.