Biomas brasileiros: o que é, características e mapa

Os biomas brasileiros são conjuntos complexos, e muitos deles já estão bastante degradados pela ação humana. Por isso, conhecê-los é de fundamental importância, para que as pessoas saibam como preservar as condições essenciais destes espaços.

Os conhecimentos geográficos têm como função promover a compreensão sobre as relações entre o homem e a natureza, mediadas pelo trabalho, entendidas de forma dialética. Ou seja, enquanto o homem altera a natureza, também é modificado por esta.

Nesse artigo você vai entender o que são os biomas e quais são os conjuntos complexos do Brasil. Assim é possível compreender as características de cada um e entender um pouco mais sobre a geografia brasileira.

O que são os biomas?

Como biomas, pode-se entender um conjunto de diferentes ecossistemas, mas que possuem certo nível de homogeneidade. Ou seja, basicamente é uma região com características naturais bastante parecidas, mas que apresenta em seu interior uma variedade de ecossistemas, os quais são formados e influenciados pelas condições gerais da região.

Imagem aérea da Amazônia

Bioma é o conjunto de ecossistemas de uma determinada região (Foto: depositphotos)

Os biomas são um ambiente onde populações de organismos da fauna (animais) e flora (vegetais) interagem entre si e também com o próprio ambiente, tirando deste os elementos necessários para sua sobrevivência.

Para alguns autores, os biomas podem ser caracterizados levando-se em consideração a predominância de um tipo vegetal específico, ou seja, pelas plantas que estão em maior quantidade, mas também pelo clima que atua na região.

Pode-se dizer que os biomas são unidades ecológicas que estão imediatamente acima dos ecossistemas em um nível hierárquico. Em termos bem gerais, pode-se afirmar que o bioma é um conjunto de vida (animal e vegetal) que está presente em uma dada região, onde as condições geoclimáticas são similares e a história de mudanças (geológicas, climáticas) é compartilhada, resultando em um tipo de diversidade biológica própria.

Quais são os biomas brasileiros?

No Brasil, os biomas são comumente apresentados como sete biomas brasileiros, compostos por seis biomas terrestres e mais um bioma marinho. Apesar disso, é preciso destacar que a divisão dos biomas e sua nomenclatura dependem do pesquisador que as apresenta.

Assim, existem variações em relação à forma como os biomas são vistos. Por exemplo, Aziz Nacib Ab’Saber, um influente geógrafo e professor brasileiro, cunhou o termo “domínios morfoclimáticos” para definir os biomas brasileiros, e os separou de uma forma diferente da comumente utilizada.

Para este geógrafo, as interações entre relevo, clima e vegetação formam unidades paisagísticas particulares, sendo elas: Domínio Equatorial Amazônico, Domínio dos Cerrados, Domínio dos Mares de Morros, Domínio das Caatingas, Domínio das Araucárias e Domínio das Pradarias.

Além disso, ele abarcou também as zonas de transição entre os domínios, que são aquelas que possuem características dos biomas que estão ao entorno, sendo algumas delas o Pantanal, o Agreste e a Mata dos Cocais.

Os biomas brasileiros, como são mais comumente conhecidos, podem ser caracterizados da seguinte forma:

  • Amazônia
  • Cerrado
  • Mata Atlântica
  • Pampas
  • Caatinga
  • Pantanal.

Estes biomas são, em grande parte, ocupados pelos seres humanos, os quais acabam degradando parte dos ecossistemas existentes, especialmente pela forma predatória com que atuam sobre os biomas.

A preservação das condições dos biomas é garantia de que as espécies de fauna e flora que compõem essa região natural sejam respeitadas e continuem existindo. Infelizmente, anualmente muitas espécies acabam entrando em extinção, porque os seus habitats já não apresentam mais boas condições de vida.

Isso se reflete também na qualidade de vida das pessoas, já que o equilíbrio dos ecossistemas está relacionado também com a vida dos seres humanos. Por exemplo, um ecossistema degradado pela ação humana pode promover a extinção de alguma espécie da fauna que seja predador (sapo, por exemplo), fazendo com que suas presas (mosquitos) se alastrem sem barreiras, atingindo áreas urbanas e causando doenças na população (dengue).

Mapa dos biomas brasileiros

Antes de abordar as características dos biomas brasileiros, é importante visualizar no mapa onde estes biomas estão localizados. O mapa abaixo apresenta a forma como os biomas são comumente apresentados:

Características dos biomas brasileiros

Os biomas brasileiros apresentam características próprias da região que ocupam, especialmente influenciados pelo relevo, pelo clima e pela vegetação predominante. Suas características são:

Amazônia

Também conhecida como floresta pluvial equatorial, é considerada como a maior floresta tropical de todo o mundo. Esse tipo de floresta é formado a partir de três estratos de vegetação, sendo eles: caaigapó ou igapó, a qual é uma área que fica permanentemente alagada nas áreas próximas dos rios; várzea, a qual é uma parte da floresta que enfrenta inundações periódicas conforme o nível do rio; caaetê ou terra firme, que é a parte da floresta onde não há inundações.

Rio e vegetação da Amazônia

Também chamada de floresta pluvial equatorial, a Amazônia é formada por três tipos de vegetação (Foto: depositphotos)

Cada uma destas partes da Floresta Amazônia tem também uma vegetação característica, como na porção alagada que desenvolvem-se plantas mais aquáticas, como as vitórias-régias. Já na porção intermediária, que alaga em alguns períodos, as plantas são de médio porte, como a seringueira. E na porção de terra firme, desenvolvem-se as grandes árvores, cujos tamanhos podem chegar aos 60 metros de altura, como as castanheiras.

Cerrado

Esse bioma é formado por vegetação caducifólia, também chamada de estacional. Essa vegetação é composta por arbustos e pequenas árvores com troncos retorcidos, as raízes das plantas são profundas e suas cascas bastante grossas.

Imagem aérea do Cerrado

Apesar de comum no Centro-Oeste do país, esse bioma também pode ser encontrado no Sudeste e no Nordeste (Foto: depositphotos)

É uma vegetação de clima tropical, com chuvas abundantes no verão e um inverno bem seco. É comum no Centro-Oeste brasileiro, bem como em porções do Sudeste e do Nordeste, estando bastante degradado pela ação humana.

Mata Atlântica

Também chamada de floresta latifoliada tropical, é um bioma brasileiro extremamente degradado pela ação humana, pois ocupava áreas que eram densamente habitadas (e ainda ocupadas). Nesse tipo de bioma, há um predomínio do clima tropical úmido, e os níveis de biodiversidade são considerados os mais elevados do mundo.

Vista aérea da Mata Atlântica

A Mata Atlântica é um dos biomas mais degradados pela ação humana (Foto: depositphotos)

Pampas

São também conhecidos como campos, e estão presentes especialmente no Sul do Brasil, na fronteira com o Uruguai. Os Pampas são compostos por vegetação herbácea (gramíneas), sendo que este ecossistema é comumente alagado, formando banhados.

Rebanho caminhando no Pampas

A expressiva criação de gado nessas áreas vem degradando esse bioma (Foto: depositphotos)

Por suas condições naturais, os campos são amplamente utilizados para criação de animais, o que também é um dos motivos de sua degradação.

Caatinga

É um tipo particular de bioma que ocorre em regiões de clima semiárido, como o que existe em parte do Nordeste brasileiro. A seca é a condição primordial da Caatinga, o que faz com que não se desenvolvam plantas de grande porte na região.

Cactus da região Nordeste

A vegetação comum desse bioma se adaptou ao clima semiárido (Foto: depositphotos)

São comuns as cactáceas e os arbustos caducifólios e espinhosos, que são plantas que se adaptaram a estas condições. Quando chove no semiárido, há o surgimento de outros tipos de plantas, influenciando o aparecimento maior também da fauna na região.

Pantanal

É um tipo de bioma que está presente em regiões de planícies e elas estão sujeitas a inundações, como aquelas localizadas nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. No caso deste bioma, é o fluxo das águas que comanda o desenvolvimento de plantas e animais.

Visão aérea do Pantanal

O Pantanal é comum nas regiões do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul (Foto: depositphotos)

O Pantanal não apresenta um tipo único de vegetação, mas engloba conjuntos vegetais e fauna muito ricos em diversidade, e que sobrevivem graças a dinâmica do bioma.

Conclusão

Neste breve artigo você pôde aprender mais sobre o que são os biomas, bem como sobre quais são os principais biomas brasileiros. Você viu ainda que existe mais de uma forma de caracterizar os biomas, e que isso depende de cada pesquisador, como é o caso do conceito de domínios morfoclimáticos, do geógrafo Aziz Ab’Saber.

Foi possível também saber quais são os biomas que estão no território brasileiro, e conhecer um pouco de suas principais características. Os biomas são conjuntos complexos, formados por fauna e flora, e que interagem entre si e com o meio em que estão inseridos.

A preservação dos biomas é fundamental para que a qualidade de vida no planeta Terra possa ser mantida, garantindo uma diversidade de ecossistemas.

Referências

» BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Mapa de Biomas e de Vegetação. Disponível em: https://ww2.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/21052004biomashtml.shtm. Acesso em 05 ago. 2018.

» MOREIRA, João Carlos; SENE, Eustáquio de. Geografia. São Paulo: Scipione, 2011.

» RIOS, Eloci Peres; THOMPSON, Miguel. Biomas brasileiros. São Paulo: Melhoramentos, 2013.

» VESENTINI, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2011.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).