, ,

Cidades que irão proibir veículos a diesel até 2025

O ar do mundo pode ficar mais puro. E uma das principais entidades responsáveis por isso é o C40. Você já ouviu falar nele? O Cities Climate Leadership Group, em português Grupo de Grandes Cidades para a Liderança Climática, reúne as 80 maiores cidades do planeta em busca de soluções para reduzir os riscos climáticos.

A ideia nasceu em 2005, em Londres, umas das cidades mais comprometidas com a redução de gases poluentes. Neste primeiro momento, o encontro agrupou 18 municípios. Um ano depois, a iniciativa já contava com 40 cidades dispostas a contribuir com as políticas de proteção ao clima.

Ano após ano, o C40 foi crescendo e promovendo encontros importantes nos grandes centros urbanos espalhados pelo mundo. Com isso, muitas conquistas importantes aconteceram como, por exemplo, a efetivação de mais de 4.700 ações. Elas foram lideradas por presidentes eleitos a cada três anos. Por ela já passaram o prefeito de Toronto, de Londres, de Nova Iorque e até o prefeito do Rio Janeiro.

Cidades que irão proibir veículos a diesel até 2025

Foto: depositphotos

Quatro cidades comprometidas com o meio ambiente

Atualmente, o C40 é comandado pela prefeita de Paris, Anne Hidalgo. E é de lá que vem mais uma iniciativa que promete diminuir a poluição do planeta. Além da cidade luz, outras três cidades decidiram acabar com a circulação de automóveis à diesel até o ano de 2025. São elas: Cidade do México, Madrid e Atenas.

A resolução marca o compromisso das administrações locais com uma política menos poluente, por meio de projetos que incentivem o uso da bicicleta e dos carros elétricos. Uma vez que a combustão do diesel aumenta o efeito estufa, promove o aquecimento e causa inúmeros problemas para a saúde das pessoas.

Todos os trabalhos são feitos em parceria entre os funcionários municipais, iniciativa privada e setor público. As cidades colaboram entre si com experiência, diplomacia e eventos para compartilharem as melhores soluções.

Além dessa iniciativa, a entidade desenvolve trabalhos em diferentes locais do mundo de: Adaptação e Água, Energia, Crescimento Verde, Medição e Planejamento, Sistemas de Resíduos, Autocarro Rápido e Planejamento e Desenvolvimento Urbano.

Juntos, o C40 atingiu em 10 anos de trabalho mais de 600 milhões de pessoas que vivem nas cidades que detêm 25% da economia global. Até 2030, elas esperam reduzir três gigatoneladas de Co2.

O C40 acredita que a união entre as cidades é o que fará a diferença nos resultados. “As cidades são um banco de ensaio para políticas e programas que funcionam nos âmbitos ambiental, econômico e político. Elas têm um poderoso potencial para mudar globalmente. As cidades com perfis comuns podem agir em soluções e divulgar as melhores práticas para que as mesmas tragam ações em escala para outras cidades similares”, afirma o site da instituição.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.