Como é feito o iogurte industrial e como fazer iogurte caseiro

Descubra também seus benefícios e como fazer em casa seu próprio iogurte

Se você quer saber como é feito o iogurte, descubra neste artigo. Nele, você vai entender o processo de fabricação do iogurte caseiro, a produção industrial, os ingredientes e como fazer iogurte.

Esse alimento é uma bebida láctea que nasce da fermentação de bactérias. Isso acontece quando a lactose é transformada em ácido láctico. Depois de pronto, o alimento cai bem no cardápio acompanhado de frutas, cremes ou açúcar.

Além disso, ele é considerado uma opção saudável para incluir na sua dieta. Muitos especialistas o recomendam pois ele possui probióticos, vitaminas C, D, A e do complexo B, cálcio, potássio, magnésio, ferro, zinco e fósforo. Descubra outros detalhes agora.

Como é feito o iogurte

O iogurte industrial para ser feito passa por etapas de aquecimento e resfriamento

O leite precisa coalhar para se transformar em iogurte (Foto: depositphotos)

O iogurte é um alimento lácteo. Ele pode ser feito de duas formas: a industrial e a caseira. Sendo essa última forma, a mais saudável e livre de conservantes. Porém, mesmo aquele de origem industrial é um bom alimento a ser incluído na dieta de qualquer pessoa, já que o iogurte contém muitas vitaminas e sais minerais.

Como é feito o iogurte industrial

O iogurte é feito de uma forma para que o leite “estrague”. Isso mesmo!  O processo chamado de coalhadura dá nome à ação que quebra o leite e o divide em partículas menores.

Na escala industrial, isso é feito por muitas máquinas responsáveis por etapas bem calculadas a fim de resultar em iogurtes bem cremosos e com validade mais ampla que a versão caseira. Conheça essas etapas.

Veja também: O que é a lactose?

Divisão

De acordo com matéria publicada no site da BBC, durante o processo industrial, o leite é colocado em máquinas responsáveis por quebrar o líquido em diversas partes menores para que a gordura se redistribua enquanto coalha.

Fervura

Em seguida, o leite passa por um aquecimento. “O leite é fervido por 30 minutos a 85ºC, e depois por cinco minutos entre 90ºC e 95ºC”. Esse processo garante que as bactérias indesejadas morram.

Refrigeração

Depois dessa etapa, o leite é resfriado a 37° graus e começa a mágica: a fermentação. Essa fase é importantíssima para que as bactérias comecem a se reproduzir.

A BBC descreve esse momento, da seguinte forma: “as proteínas presentes começam a notar a diferença e seus grumos começam a se soltar. Quanto mais ácido o ambiente, mais elas se liberam e se unem a outras proteínas, formando uma espécie de rede, que por sua vez retém água e glóbulos de gordura.”

Como é feito o iogurte caseiro

A produção de iogurte caseiro é feito por bactérias vivas, que muita gente chama de “bichinho do iogurte”.

Segundo o site da Unimed, o iogurte natural caseiro é muito mais saudável, uma vez que fica livre dos processos industriais de massa e não recebe a adição de produtos industrializados para aumenta a validade do alimento.

Em casa, o iogurte caseiro é resultado da ação de três bactérias. Cada uma responsável por um processo. Conheça as bactérias presentes no iogurte que você faz em casa:

Lactobacillus bulgaricus

Essa é a bactéria responsável por trazer acidez ao iogurte. Uma vez que o gostinho ácido é uma das maiores característica dele. A Lactobacillus bulgaricus transforma o doce em ácido.

Streptococcus acidophilus

Essa bactéria presente na produção do iogurte caseiro, que atua sobre a lactose e sua transformação em ácido láctico.

Veja também: Importância das bactérias

Streptococcus termophilus

Essa bactéria tem um papel crucial: dar cremosidade ao líquido. É ela que vai transformar o leite ácido em um creme espesso e brilhoso.

Ingredientes do iogurte

Para fazer o iogurte caseiro é preciso da ação de bactérias, como os Lactobacillus, para que haja a fermentação

É possível fazer iogurtes de diversos sabores de frutas (Foto: depositphotos)

Os ingredientes do iogurte natural caseiro são o leite e as bactérias. Já os industriais levam outros ingredientes que você conhecerá agora.

O blog da Maira Tavares, professora de Pilates e Treinadora Pessoal, fez um trabalho incrível. Ela descreveu os ingredientes dos iogurtes industrializados mais famosos. Trazemos apenas dois exemplos. Para mais, acesse o site da especialista. http://mairatavares.com/2016/06/23/lista-ingredientes-iogurte/

Activia

A marca é bem consumida no Brasil. De acordo com Maira Tavares, ele leva em sua composição:

  • leite integral e/ou leite integral reconstituído
  • preparado de frutas (maçã, mamão)
  • granola (flocos de aveia, açúcar invertido, farelo de trigo, coco ralado, oleo de soja, flocos de cevada, flocos de trigo, açúcar mascavo, mel, castanha do pará, amêndoa, maçã)
  • água
  • açúcar
  • castanha do pará
  • suco de laranja concentrado
  • centeio
  • amido modificado
  • citrato de cálcio
  • acidulante ácido cítrico
  • espessantes goma xantana
  • goma guar e pectina
  • aromatizantes
  • conservador sorbato de potássio
  • corante natural urucum
  • leite em pó desnatado
  • creme
  • amido modificado
  • proteína concentrada de leite
  • fermento lácteo
  • proteínas lácteas
  • estabilizantes gelatina e pectina

Veja também: Confira a importância do leite para a saúde

Danio tradicional

  • leite desnatado e/ou leite desnatado reconstituído
  • xarope de açúcar
  • creme
  • fermento lácteo
  • espessantes goma guar
  • carboximetilcelulose

Como fazer iogurte caseiro

Aprenda agora a fazer um iogurte caseiro para incrementar as suas sobremesas, refeições, saladas e outras receitas maravilhosas. Para fazê-lo é bem simples e prático: basta pegar dois litros de leite semidesnatado ou qualquer outro da sua preferência, como o sem lactose ou desnatado (embora o totalmente sem gordura fique menos cremoso que os demais).

O segundo ingrediente para fazer o iogurte caseiro é usar um pote de iogurte integral industrializado (não pode ser desnatado, ok?). O tamanho do pote é de aproximadamente 170 gramas.

Modo de preparo do iogurte caseiro

A parte do modo de preparo é a mais delicada. Por isso, você deve atentar bem para conquistar a cremosidade ideal do seu iogurte caseiro.

O primeiro passo é colocar o leite em uma panela e levar ao fogo baixo. Assim que o leite levantar fervura, você desliga e tira a nata que se formou com o aquecimento. Depois, coloque a panela em uma superfície fria e deixe esfriar um pouco.

Você perceberá que está na temperatura ideal, quando você conseguir colocar a ponta do seu dedo no leite durante 10 segundos, sem se queimar.

Depois, é só colocar o pote de 170 gramas do iogurte na panela com leite morno e mexer bem. Depois disso, retire a mistura e coloque em um recipiente com tampa, pode ser de plástico, e envolva-o em panos grossos ou toalhas.

Deixe assim de oito a 10 horas guardado em algum lugar, de preferência escuro e quentinho (como o forno). Se o clima estiver bem quente, você pode checar depois de seis horas, pois já pode ter atingido a consistência adequada.

Depois disso, é só colocar na geladeira e consumir em até cinco dias.

Inclua iogurte natural no seu cardápio

O iogurte natural (seja o de origem industrializada ou caseiro) deve fazer parte do cardápio de quem busca ter uma vida mais saudável. Embora, o alimento feito em casa é ainda melhor e mais nutritivo.

Veja também: O que é alimentação funcional; veja e descubra

Portanto, inclua-o nas suas refeições e tire proveito de todas as vitaminas e sais mineiras presentes nesse produto lácteo.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.