Como funcionam os Correios

Entenda mais sobre a empresa que nasceu com a colonização no Brasil

Muita gente utiliza o serviço de envio de encomendas, mas poucas sabem como funcionam os Correios internamente. A empresa é uma estatal brasileira responsável pela execução do sistema de envio e entrega de correspondências em todo território nacional.

Os Correios são antigos, pois foram criados praticamente junto ao Brasil-Colônia, quando os portugueses dominavam tudo por aqui. Hoje em dia, praticamente todas as cidades contam com uma unidade da empresa que também se modernizou e funciona até como uma espécie de banco.

Embora tenha diversificado o pacote de serviços, os Correios são alvo de muitas críticas por parte dos usuários que não acham que a empresa cumpre bem o seu papel. Para você entender como funcionam os Correios e a sua importância para o Brasil, leia este artigo.

Como funcionam os Correios no dia a dia

Os Correios foram criados praticamente junto ao Brasil-Colônia

Os Correios estão presentes em todas as 5.565 cidades brasileiras (Foto: Reprodução | Agência Brasil)

De acordo com o site oficial, os Correios “oferecem soluções, com tecnologia de ponta, para atender às necessidades de comunicação das empresas e instituições em um mercado cada vez mais competitivo”.

Entre os produtos comercializados pela empresa, o Sedex foi criado em 1982. De olho nessa modernização, ele se multiplicou em outras modalidades e oferece o Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje e Sedex Mundi.

Os Correios funcionam também como banco postal que, segundo a empresa, atende “milhares de pessoas, que antes tinham que se deslocar para uma cidade vizinha para realizar uma simples operação bancária, agora contam com a comodidade de tudo poder ser feito na própria cidade onde moram”.

Veja também: O que é logradouro?

Atualmente, os “Correios podem atuar no exterior e nos segmentos postais de serviços eletrônicos, financeiros e de logística integrada; constituir subsidiárias, adquirir controle ou participação acionária em empresas já estabelecidas e firmar parcerias comerciais que agreguem valor a sua marca e a sua rede de atendimento”.

Como sua encomenda chega até você

O blog dos Correios explica qual é o caminho percorrido por sua encomenda. De acordo com a publicação, a primeira etapa é o condicionamento e o endereçamento feito pelo remetente que posta a encomenda em uma agência.

O segundo passo ocorre dentro dos Correios, que recebe a encomenda e a leva para o centro de tratamento para ser separada de acordo com a modalidade e o CEP de destino.

Na terceira fase, o objeto é levado para o centro de tratamento da cidade de destino. A quarta etapa do serviço dos Correios é levar a sua encomenda até o centro de distribuição, que fica responsável por fazer as entregas no endereço.

Esse é o caminho tradicional que a sua encomenda faz até chegar na sua casa ou empresa.

Estrutura dos Correios

Os Correios possuem 120 mil empregados em todo o país

Os Correios são responsáveis pelo sistema de envio e entrega de correspondências (Foto: Reprodução | Correios)

Os Correios estão presentes em todas as 5.565 cidades brasileiras. De acordo com dados oficiais da instituição, são 120 mil empregados em todo o país.

Veja também: O que é 5G?

A empresa conta ainda com uma “frota de 26 mil veículos, 12 linhas de transporte aéreo de carga, 12 mil agências e mais de 10 mil unidades operacionais, além de 61 centros de logística, 17 novas unidades de tratamento e entrega de encomendas e 115 unidades de distribuição de cartas”.

Projetos atuais dos Correios

Para você entender como funcionam os Correios é preciso também conhecer alguns dos seus projetos que são considerados uma atualização dos serviços, que nasceram junto à colonização do nosso país. Conheça as iniciativas atuais:

Correios Celular

É o Operador Virtual de Telefonia Móvel, o MVNO, que presta o Serviço de Telefonia Móvel Pessoal. Os Correios poderão oferecer e comercializar planos de voz, dados e serviços de valor agregado, além de chips, aparelhos e acessórios em parceria com a EUTV.

Isso significa que os Correios poderão operar como verdadeiras operadoras de telefonia móvel. Por enquanto, a empresa ainda se estrutura nesse sentido, mas já segue a passos largos para atuar no mercado.

Correios online

Outro projeto que já está funcionando é os serviços de Correios online. Por meio dele, os usuários poderão fazer coisas que antes só era possível indo presencialmente nas agências.

Hoje em dia já é perfeitamente possível descobrir o CEP de todas as ruas, rastrear objetos, conferir preços de envios, embalagens e outros serviços.

O próprio site enaltece essas iniciativas “tais serviços já estão disponíveis atualmente para uso por smartphones. Outros tipos de serviços poderão ser disponibilizados no futuro, tais como: operações financeiras, georreferenciamento”.

Veja também: Filosofia no Período Colonial

História dos Correios

Em 1500, Pero Vaz de Caminha enviou a primeira carta com origem do Brasil para Portugal. 20 anos após, o rei D. Manuel I nomeou o primeiro Correio-Mor do Reino, exercido por Luiz Homem.

O cargo deixou de ser uma indicação monárquica em 1606, quando o Felipe II de Portugal vendeu o cargo a Luiz Gomes da Matta. Com isso, o cargo de Correio-Mor passava a ser hereditário.

Somente em 1663, o Brasil teve o seu primeiro Correio-Mor iniciando um serviço de postagem nacional. No Rio de Janeiro, o serviço foi instituído em 25 de janeiro daquele ano, motivo pelo qual se comemora o Dia do Carteiro no Brasil nesta data até hoje.

Em 1773, tem início a primeira comunicação postal terrestre entre São Paulo e o Rio de Janeiro criada pelo governo da capitania de São Paulo, e anos depois em 1798, a Coroa instalou no Rio de Janeiro a Administração do Correio.

A partir disso, começou o desenvolvimento dos Correios que, em 1801, criou o serviço de caixa postal e graças à chegada da corte portuguesa por aqui, em 1812 eram nomeados os primeiros agentes de Correios do Brasil.

E foram os Correios que levaram a carta para D. Pedro II no dia 7 de setembro, às margens do Riacho do Ipiranga, com as novas determinações da corte. Ao receber a carta, o regente proclamou a independência do Brasil.

Anos mais tarde, em 1835, nasce a entrega domiciliar de correspondência e, em 1877, é inaugurada a Agência 1º de Março no Rio de Janeiro. Em 1900, os Correios implantaram o serviço de Encomendas Internacionais.

Veja também: Onde ficam os consulados do Brasil no exterior

E 69 anos depois foi criada oficialmente pela Lei nº. 509, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, uma empresa pública vinculada ao Ministério das Comunicações.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.