Como pedir informações em inglês corretamente em viagens

Saber pedir informações é algo primordial para quando você está em um lugar que não conhece e necessita chegar a algum destino

Como pedir informações em inglês em viagens é uma das maiores preocupações de quem está prestes a sair do país, muito mais do que encontrar a mala certa, decidir a quantidade de coisas a levar e acertar os detalhes do passaporte. Muitos diálogos passam na mente de quem precisa viajar, principalmente aqueles em que e preciso pedir alguma informação aos nativos.

A mente cria a necessidade de se saber quando, como e o que falar para se poder chegar aos destinos pretendidos. Na verdade, a ansiedade, normal em qualquer viagem, pode desencadear o medo de determinadas situações, fazendo o inglês de muita gente boa travar.

No entanto, o momento que antecede uma viagem deve ser só de alegria, recheado de expectativa boa. Hoje, trabalharemos aqui nesse texto com alguns modelos de como pedir e dar informações em inglês, para que além de conseguir se virar, você também consiga ajudar.

E isso lhe fará, quando esse vocabulário for praticado, ganhar bastante segurança e transformar a ansiedade em expectativa para treinar com os nativos a língua que você vem polindo a tanto tempo.

Como pedir informação em inglês?

Na hora de pedir informações em inglês, o primeiro e principal verbo a ser utilizado para que a comunicação flua de maneira natural é “To help” (ajudar), e, alguns exemplos que podem ser utilizados de maneira prática na hora de pedir ajuda em viagens ao exterior são:

Mapa turístico EUA

O primeiro verbo que se precisa aprender é “to help” (Foto: depositphotos)

Can you help me? – Você pode me ajudar?
Could you help me? – Você poderia me ajudar?
Would you help me? – Você me ajudaria?

A depender da formalidade exigível no momento, essas variantes são uma dica de ouro para não fazer feio e conseguir montar estruturas mais complexas e que vão te levar mais facilmente onde você pretenda chegar. Como nos exemplos:

Can you help me find this adress? – Você pode me ajudar encontrar esse endereço?
Could you help me choose a good restaurant near here? – Você poderia me ajudar a escolher um bom restaurante perto daqui?
Would you help me get to the bank? – Você me ajudaria a chegar no banco?

Informação sobre tempo percorrido

Na hora de pedir ajuda sobre direções em inglês você pode se utilizar de duas estruturas diferentes a depender da sua intenção com aquela informação: sua intenção pode ser descobrir o tempo que você levará de um local para outro, bem como, você pode querer saber como chegar de um local até um outro local.

As duas são facilmente praticáveis e tornarão o diálogo bastante facilitado na hora de buscar esse tipo de informação. Comecemos pela estrutura que te faz descobrir com facilidade quanto tempo leva para chegar em determinado local. Para que você descubra essa informação em inglês você perguntará aos nativos: “How long does it take?”. Observe nos exemplos abaixo como em pequenos diálogos essa estrutura pode ser utilizada:

A – How long does it take from the hotel to the beach? (Quanto tempo leva do hotel para a praia?)
B – It takes around three minutes on foot. (Leva por volta de três minutos a pé)

Veja também: Saiba quais são os 14 erros comuns que os brasileiros cometem em inglês

Porém, essa mesma estrutura pode ser utilizada para dar seguimento em conversas sobre distâncias que já foram vencidas. Como você pode observar no diálogo abaixo:

A – How long did it take from the airport to get here? (Quanto tempo levou do aeroporto até chegar aqui?)
B – It took me almost an hour because we stopped at some sights to take pictures. (Levou quase uma hora porque nós paramos em alguns pontos para tirar fotos)

Perceba que a resposta sempre concordará, nessa estrutura, com o tempo em que a pergunta foi feita.

Da mesma forma, é possível utilizar essa mesma estrutura para exemplos de distância que estão para ser ou que serão percorridas. Como no diálogo abaixo:

A – How long will it take us to get to the soccer stadium? The game it’s about to start… (Quanto tempo nós levaremos para chegar até o estádio de futebol? O jogo está prestes a começar…)
B – I think will it take us at least half an hour, because the traffic is heavy. (Eu acredito que levaremos pelo menos meia hora porque o trânsito está pesado.)

Informação sobre como chegar

Com isso entendido, passemos a segunda forma de pedir informações em inglês que serve para que se descubra como chegar em algum lugar. Em inglês utiliza-se da estrutura: “How do i get to?”. Você pode observar essa estrutura sendo observada em exemplos como:

How do I get to this address? – Como eu chego a esse endereço?
How do I get to the nearest bank around here? – Como eu chego ao banco mais próximo daqui?
How do I get to the soccer stadium from the hotel? – Como eu chego ao estádio de futebol saindo do hotel?
How do I get to the church? – Como eu chego à igreja?
How do I get to the mal on foot? – Como eu chego ao shopping à pé?
How do I get to the airport by car? – Como eu chego ao aeroporto de carro?
How do I get to the gym by bus? – Como eu chego à academia de ônibus?

É muito importante que, caso você queira enfatizar o meio de transporte que você pretende utilizar, você perceba a forma correta de fazê-lo em inglês. E a forma correta de falar sobre os meios de transporte é:

By bus – de ônibus
By car – de carro
By bike – de bicicleta
By taxi / By cab – de táxi
By subway – de metrô
On foot – a pé

O que levar para ajudar nesses casos?

Os avanços tecnológicos trouxeram bastante utilidade a aparelhos que antes tinham funções mais limitadas, como aparelhos celulares. Hoje, seu celular com as funções de GPS e mapas digitais pode ser seu melhor aliado na hora de conhecer novos lugares e se localizar em como andar por dentro das cidades onde você pretende conhecer.

Porém, a tecnologia te ajudará nas rotas e nos locais onde você deva chegar. É muito importante, principalmente se você pretender andar a pé (o que é algo que realmente você deve fazer a depender de onde esteja, para conhecer a fundo a cultura, ter oportunidade de conviver com as pessoas, ver mais de perto as paisagens) informe-se sobre a segurança das rotas e sobre serem elas ou não o melhor caminho para chegar onde você queira.

E para lhe dar essas informações o intercâmbio cultural com os moradores locais é sempre a melhor saída. São as pessoas, que estão imersas na atmosfera que você pretende explorar, que vão poder te dar os melhores caminhos e as melhores dicas de como fazê-lo, não subestime esses contatos, podem ser a chave de novos e incríveis amigos. E o guia pra lugares que os roteiros prontos de viagens podem nunca lhe levar.

Os roteiros de viagens que são vendidos em livros, almanaques e mesmo em sites, dão dicas de bares, museus, restaurantes, hotéis. Com os mais diversos perfis de viajantes e a tentativa de adequar o roteiro do lugar que você pretende visitar ao seu perfil enquanto turista consumidor também são uma ótima alternativa do que levar.

A maioria dos países que tem o inglês como língua nativa tem ótimos sistemas de transporte público e que são facilmente explicados em mapas da cidade adequados às paradas de ônibus da mesma. E mapas de metrô para que os visitantes (e até os próprios habitantes da cidade) possam facilmente “se encontrarem” naquele universo de destinos. Esses mapas também são ótimos que você tenha mentalmente organizados ou em seu poder quando em uma cidade nova.

Veja também: Como expressar em inglês dimensão, quantidade, tempo e frequência

Como dar informações sobre localização em inglês?

Na hora de dar informações sobre localização em inglês, diversas palavras e estruturas podem ser utilizadas para tanto, tudo dependerá de onde se localizam as coisas que você pretende encontrar, ou onde você queira chegar. Alguns dos exemplos mais comuns de estruturas de localização em inglês a serem praticados são:

Turista

Existem frases prontas que você precisa dominar (Foto: depositphotos)

It’s on the left side of the street – É no lado esquerdo da rua.
It’s on the right side of the street – É no lado direito da rua.
It’s opposite to (the bank) – É em frente ao banco.
It’s across from the street. – É do outro lado da rua.
It’s just around the corner. – É logo virando a esquina.
It’s on the corner – É na esquina
At the traffic lights turn left – Vire à esquerda no semáforo.
Make a left – Vire à esquerda
Take a left – Vire à esquerda
At the traffic lights turn right – Vire à direita no semáforo
Make a right – Vire à direita
Take a right – Vire à direita
Go ahead until the traffic light – Vá direto até o semáforo
At the traffic lights go ahead for (three blocks) – No semáforo, vá em frente por (três quadras)
Go up the street – Suba a rua.
Walk up (two blocks) – Suba por dois quarteirões
Go down the street – Desça a rua
Walk down (four blocks) – Desça quatro quarteirões
It’s next to (the gas station) – É perto (do posto de gasolina)
Keep going for (two blocks) – Continue andando por (duas quadras)
Go straight ahead – Siga sempre em frente
Go straight on – Siga sempre em frente
You’re gonna see (a  museum) (on your left) – Você verá (um museu) (à sua direita)

Com esses modelos pré-estabelecidos você poderá acompanhar facilmente alguns dos diálogos abaixo e perceber que são facilmente utilizáveis essas estruturas para dar informações de como as coisas se localizam:

Exemplo 01

A – Is there a bank near here? (Tem um banco perto daqui?)
B – Yes, there is. Actualy it’s a five minutes walk. You can go down the street and on the third block turn left. You’ll see a post office and it’s just next to it. (Sim, tem. Na verdade é uma caminhada de cinco minutos. Você pode descer a rua e no terceiro quarteirão virar à esquerda. Você verá um correio e é bem ao lado dele.)

Exemplo 02

A – Can you help me find this address? I’m kind of lost. (Você pode me ajudar encontrar esse endereço? Estou meio perdido.)
B – Sure. It’s just across the street, you’re on the wrong side. When you turn left on the corner you’ll see a traffic light, turn right on this traffic light and you’ll find the building you’re looking for. (Claro. É do outro lado da rua, você está do lado errado. Quando você virar à esquerda na esquina verá um semáforo, vire a direita nesse semáforo e você encontrará o prédio que está procurando.)

Exemplo 03

A – Can you give me directions to that fancy steak house you told me about last night? (Você pode me dar as direções para aquela churrascaria chique que você me falou noite passada?)
B – Of course, Sir. But I don’t think you should walk until there alone at night, this neighborhood can be a little dangerous sometimes. (Claro, Sr. Mas, eu não acho que você deva caminhar até lá sozinho à noite, essa vizinhança pode ser perigosa as vezes.)

A – Don’t worry, I’ll go by cab. But I’d like to know where I’m going to suggest him the best rout. (Não se preocupe, eu estou indo de táxi, mas, eu gostaria de saber onde estou indo para sugeri-lo a melhor rota.)
B – Oh, I see, if that’s the case the best route to get to the steak house by cab is going down the beach avenue until the third traffic light where the driver should turn right. You’ll see the restaurant right in front of you. (Ah, entendi. Se esse é o caso, a melhor rota para chegar à churrascaria de taxi é descendo a avenida da praia até o terceiro semáforo onde o motorista deve virar à direita. Você verá o restaurante bem à sua frente.)

A – Thanks for the help, sir. (Obrigado pela ajuda, senhor.)

Veja também: Como estudar inglês pelo celular?

Have a nice trip and don’t worry: Aproveite sua viagem sem se preocupar!

O que você precisa saber para não ficar perdido na hora que quiser chegar a determinado local em sua viagem está acima explicado e só dependerá de você aprimorar esse vocabulário criando seus próprios exemplos, adaptando as frases para o que você pretende fazer na sua viagem e criando seu pequeno diário de bordo com vocabulário útil a sua necessidade.

Aproveite a viagem que se aproxima para conhecer ao máximo a cultura do local onde você estará imerso, pratique a língua sempre que tiver oportunidade de fazê-lo e não tenha medo de errar. Os nativos compreenderão, na maioria dos casos, as suas limitações idiomáticas. O importante é você ter em mente que quanto menos preocupações você carregar consigo, mais recheada de boas lembranças sua bagagem voltará ao Brasil.