Conheça e entenda quanto as conjunciones subordinantes

As conjunções (las conjunciones, em espanhol) são palavras invariáveis que unem dois termos de uma mesma oração ou duas orações, podendo estabelecer uma relação de coordenação ou de subordinação.

As conjunções subordinativas (conjunciones subordinantes), tema deste artigo, sempre unem uma oração subordinada a uma palavra ou a outra oração, estabelecendo uma relação de dependência sintática.

As conjunciones subordinantes

Relações lógicas, como a condição, a causa, a comparação, a finalidade e outras vão definir o tipo de conjunção subordinativa. Saiba mais a seguir.

Conheça e entenda quanto as conjunciones subordinantes

Foto: depositphotos

Consecutivas

As conjunções consecutivas indicam a consequência ou p efeito entre o que foi expresso na primeira oração (oração principal) e o que se diz na segunda. São elas: conque, luego, así que, pues bien, de tal manera que, por lo tanto, de tal suerte que, por consiguiente, etc.

Exemplos:

-Pienso, logo existo. (Penso, logo existo)
-La comida está muy caliente, conque mucho cuidado. (A comida está muito quente, portanto, muito cuidado)
-Marina estudió, así que probablemente aprobará el examen. (Marina estudou, de modo que provavelmente aprovará no exame)

Concesivas

São as conjunções que expressam concessão ou uma oposição à ideia expressa pelo verbo da oração principal. São elas: a pesar de que, así, aun cuando, aunque, aun si, mal que, si bien, por más que, por mucho que, etc.

Exemplos:

-ré aunque llueva. (Irei mesmo que chova)
-Por más que intentes, no conseguirás. (Por mais que tentes, não conseguirás)
-Nunca faltó al trabajo, aun cuando estaba enfermo. (Nunca faltou no trabalho, mesmo quando estava doente)

Condicionales

Estas conjunções indicam a condição ou hipótese necessária para o cumprimento da ação da oração principal. São elas: a condición de que, a menos que, como, cuando, en el caso de que, si, etc.

Exemplos:

-Si buscas la felicidad, la encontrarás. (Se buscas a felicidade, a encontrarás)
-Hazlo como puedas. (Faça como puder)
-Como no vinieron, no recibirán los regalos. (Como não vieram, não receberão os presentes)

Causales

As conjunções causais estabelecem uma relação de causa, motivo, explicação. São elas: a fuerza de, ya que, en vista de que, como quiera que, como quiera que, por razón de que, pues, puesto que, supuesto que, visto que, etc.

Exemplos:

-Lo hace porque quiere. (Faz porque quer)
-No fuimos, porque no nos invitaron. (Não fomos, porque não nos convidaram)

Temporales

As conjunções temporais fazem referência ao momento ou ao tempo em que ocorre a ação expressa pelo verbo da oração principal. São elas: cuando, hasta que, apenas, en cuanto, así que, no bien, mientras, mientras tanto, tan pronto como, una vez que, etc.

Exemplos:

-Se acostó cuando ya amanecía. (Deitou-se quando já amanhecia)
-Tan pronto como pueda, iré a tu casa. (Tão logo possa, irei a tua casa)

Finales

São as conjunções empregadas para indicar finalidade, um propósito, um objetivo. São elas: con el fin de, con el objeto de que, con la intención de que, para que, etc.

Exemplos:

-Todo fue muy bien organizado, a fin de que no hubiera problemas. (Tudo foi muito bem organizado, a fim de que não houvesse problemas)
-Espero que estés listo para disfrutar un lindo viaje. (Espero que estejas pronto para desfrutar uma linda viagem)

Sobre o autor

Avatar
Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.