Cursos técnicos Senai: Ead, gratuitos e valores dos pagos

O Senai, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, oferece cursos técnicos presenciais, EaD, gratuitos e pagos.

De acordo com o site oficial, o Senai é “um dos cinco maiores complexos de educação profissional do mundo e o maior da América Latina. Seus cursos formam profissionais para 28 áreas da indústria brasileira, desde a iniciação profissional até a graduação e pós-graduação tecnológica”.

Ao todo, 73,7 milhões de brasileiros se formaram nas unidades do Senai, desde a década de 40. Atualmente, a instituição conta com 541 unidades fixas e 452 unidades móveis em 1,6 mil municípios brasileiros.

Se você deseja fazer um dos cursos técnicos oferecidos pelo Senai, leia este artigo e escolha aquele que se enquadra no seu perfil. Confira.

Dados sobre mercado de trabalho

De acordo com o Mapa do Trabalho Industrial, feito pelo Senai, 17% dos jovens entre 18 e 24 anos não chegam ao Ensino Superior. No Brasil, somente 11,1% dos jovens escolhem a educação profissional depois do ensino médio. Diferentemente de outros países, quando a educação superior é a decisão de mais de 50% dos recém-formados. Veja:

O Senai, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, tem cerca de mil unidades espalhadas pelo Brasil

No Reino Unido são 32,1%, em Portugal são 38,8%, na Espanha são 44,6%, na França são 44,3%, na Alemanha são 51,5%, na Finlândia são 69,7% e na Áustria, 76,8% dos jovens preferem educação profissionalizante.

O estudo realizado pelo Senai revela ainda que o Brasil tem uma demanda de mais de 13 milhões de profissionais para atuarem na indústria até 2020. Do contrário, vai faltar mão de obra especializada para manter a produtividade do setor.

Para você ter uma ideia, a nível superior, entre os anos de 2017 a 2020, são 625.448 vagas. Para nível técnico, a demanda é de um milhão e 800 mil profissionais. Quando a qualificação sobe para mais de 200 horas, são 3 milhões e 300 mil postos e para cursos com menos de 200 horas, são quase 8 milhões de vagas até 2020.

Veja também: Cursos técnicos Senac: Ead, gratuitos e valores dos pagos

E as maiores demandas para preencher essas vagas para formação superior são nas áreas de:

  • Construção: 3.867.196 vagas
  • Meio ambiente e produção: 2.447.683 vagas
  • Metalmecânica: 1.751.318 vagas
  • Alimentos: 1.274.554 vagas
  • Vestuário e calçados: 974.592 vagas
  • Tecnologias de Informação e Comunicação: 611.241 vagas
  • Energia: 661.619 vagas
  • Veículos: 435.742 vagas
  • Petroquímica e Química: 327.629 vagas
  • Madeira e Móveis: 258.570 vagas
  • Papel e Gráfica: 177.580 vagas
  • Mineração: 130.929 vagas
  • Pesquisa, Desenvolvimento e Design: 91.669 vagas

E as maiores demandas para preencher essas vagas para formação técnica são nas áreas de:

  • Técnicos em Controle Ambiental: 425.809 vagas
  • Técnico em Automação Industrial e Técnico em Siderurgia: 361.422 vagas
  • Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Eletroeletrônica: 272.334 vagas
  • Técnico em Informática e Técnico em Telecomunicações: 229.130 vagas
  • Técnico em Edificações: 222.011 vagas
  • Técnico em Petroquímica e Técnico em Química: 97.870 vagas

Maiores salários a nível técnico

  • Programador de Produção
  • Técnico em Eletrônica
  • Técnico em Eletrotécnica
  • Técnico em Segurança do Trabalho
  • Técnico em Informática
  • Técnico em Telecomunicações
  • Colorista
  • Técnico em manutenção de Máquinas Industriais
  • Técnico em alimentos
  • Técnico em Mecânica

O Sudeste é a área do Brasil com mais demanda para pessoas com cursos técnicos, seguido do Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Norte. São 1.048 mil vagas, 350 mil, 247, 106 e 82 mil, respectivamente.

Veja também: Como funciona o Jovem Aprendiz

Cursos técnicos Senai pagos

  • Eletromecânica: tem duração de 24 meses e o valor mensal varia entre R$ 216 a R$ 272.
  • Eletrotécnica: tem duração de 24 meses e o valor mensal fica a partir de R$ 272.
  • Logística: tem duração de 18 meses e o valor mensal começa em R$ 216,75.
  • Mecânica: em 24 meses, o aluno pagará por mês R$ 272.
  • Química: com duração de 24 meses, o estudante pagará R$ 272.
  • Desenvolvimento de Sistemas: em 18 meses, o valor pago será R$ 272 por mês.
  • Segurança do Trabalho: são 24 meses de curso, com o custo mensal de R$ 272.
  • Manutenção Automotiva: 24 meses de curso, pagando por ele R$ 252,88.
  • Alimentos: 24 meses de duração com investimento mensal de R$ 297,50.
  • Edificações: o curso técnico dura 24 meses, ao custo de R$ 252,88 por mês.
  • Mecatrônica: durante 24 meses, você pagará R$ 348,50 ao mês.
  • Qualidade: em 18 meses, você pagará R$ 272 mensal.
  • Petroquímica: a duração é 2 anos e o investimento mensal é R$ 272.
  • Programação de Jogos Digitais: dura 18 meses e pagará 231,20 cada mês.
  • Química: em 24 meses, o aluno pagará R$ 231,20 por mês.
  • Telecomunicações: durante 18 meses, o aluno pagará R$ 290,70.
  • Refrigeração e Climatização: em 2 anos, o estudante vai pagar R$ 290,70 ao mês.
  • Vestuário: com duração também de 24 meses, esse curso custa R$ 290,70 mensais.

As aulas dos cursos técnicos do Senai podem ocorrer em diferentes expedientes. Pela manhã, os estudantes estudarão de segunda-feira à sexta-feira, de 7h30 às 11h30. De tarde, as aulas ocorrem de segunda-feira à sexta-feira, das 13h às 17h. À noite, os estudantes ficam de segunda-feira à sexta-feira, das 18h40 às 21h40.

Alguns módulos, as aulas também se estendem aos sábados, vez ou outra. Quando isso acontece, os estudantes dos três turnos podem frequentar a sala de aula aos sábados.

Cursos técnicos do Senai gratuitos

Para se matricular nas bolsas de estudo oferecidas pelo Senai e fazer gratuitamente as formações, é necessário que o estudante tenha tirado boas notas no Enem.

O Senai oferece dezenas de cursos técnicos de valores variados, a depender do curso

Além dos cursos presenciais, existem cursos EaD gratuitos e pagos (Foto: depositphotos)

O regulamento é claro quanto à participação de cada candidato na seleção: “para concorrer a uma bolsa de estudos, você precisa ter realizado o ENEM nos anos de 2013, 2014, 2015, 2016 ou 2017 e ter obtido pontuação média igual ou superior a 550 pontos. Se atende essas condições e possui baixa renda, poderá concorrer a uma de nossas vagas para bolsista”.

Cada curso oferecido pelo Senai disponibiliza vagas gratuitas para alunos bolsistas. Portanto, qualquer um dos cursos listados no tópico anterior são elegíveis a vagas gratuitas. Em média, são disponibilizadas cerca de 4 a 5 vagas por turma, podendo chegar a 10 nos casos de turmas maiores.

Porém, alguns pré-requisitos são exigidos para os estudantes que passarem na seleção para ganhar bolsa. A primeira delas é que o aluno deve desempenhar uma função extra, como explica o site: “se você for convocado e realizar a sua matrícula como bolsista, será um aluno monitor do SENAI”

Os documentos necessários para se inscrever e estudar de graça no Senai são:

Certificado de conclusão do Ensino Médio ou histórico escolar ou documento da escola. Esse documento é necessário para comprovar que o interessado está matriculado.

  • 1 (uma) foto recente 3×4;
  • Comprovante de residência (atualizado);
  • Carteira de Identidade (RG) ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com foto ou Passaporte emitido pela Polícia Federal ou Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Declaração de baixa renda. Essa declaração pode ser feita de próprio punho, pois não há modelo formal sugerido pelo Senai.
  • Cursos EaD Senai gratuitos

Veja tambémComo faz para se inscrever no programa Educa Mais Brasil

O Senai também mantém um projeto especial para pessoas que não podem frequentar as aulas presenciais. É o EaD Senai. Os cursos ofertados à distância gratuitamente são:

  • Consumo consciência de energia
  • Desenho arquitetônico
  • Educação Ambiental
  • Empreendedorismo
  • Finanças Pessoais
  • Fundamentos da Logística
  • Logística de Programação
  • Propriedade Intelectual
  • Segurança do Trabalho
  • Metrologia
  • Noções básicas de Mecânica Automotiva
  • Tecnologia da Informação e Comunicação

Cursos EaD Senai pagos

A Educação à distância do Senai também oferta cursos pagos. Entretanto, os valores só são disponibilizados mediante cadastro.

O candidato deve escolher o que curso que deseja fazer. A partir disso, ele preenche um formulário e tem acesso a uma área restrita com informações de cada módulo e curso que deseja fazer.

Abaixo estão as categorias dos cursos oferecidos na modalidade à distância e paga. Veja:

  • Competências Transversais – Auto Inscrição
  • Habilitação Técnica de Nível Médio
  • Aperfeiçoamento
  • Aprendizagem Industrial
  • Qualificação Básica
  • Iniciação Profissional
  • Desenvolvimento
  • Índice de Satisfação do Cliente
  • Pró-Docente
  • Certificados Mundo Senai

Vale a pena fazer curso técnico do Senai?

Sim. Vale a pena fazer um curso técnico pelo Senai, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. O mercado de trabalho busca pessoas capacitadas e existe uma grande demanda para profissionais a nível técnico.

Veja também: Quais cursos de idiomas oferecem bolsas de estudos?

De acordo com os dados do Senai, “7 em cada 10 alunos de cursos técnicos do SENAI conseguem emprego no primeiro ano após a conclusão do curso”. Escolha entre as opções e desenvolva as suas habilidades profissionais.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.