Fique sabendo

Cursos técnicos Senai: Ead, gratuitos e valores dos pagos

O Senai, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, oferece cursos técnicos presenciais, EaD, gratuitos e pagos.

De acordo com o site oficial, o Senai [1] é “um dos cinco maiores complexos de educação profissional do mundo e o maior da América Latina. Seus cursos formam profissionais para 28 áreas da indústria brasileira, desde a iniciação profissional até a graduação e pós-graduação tecnológica”.

Ao todo, 73,7 milhões de brasileiros se formaram nas unidades do Senai, desde a década de 40. Atualmente, a instituição conta com 541 unidades fixas e 452 unidades móveis em 1,6 mil municípios brasileiros.

Se você deseja fazer um dos cursos técnicos oferecidos pelo Senai, leia este artigo e escolha aquele que se enquadra no seu perfil. Confira.

Dados sobre mercado de trabalho

De acordo com o Mapa do Trabalho Industrial, feito pelo Senai, 17% dos jovens entre 18 e 24 anos não chegam ao Ensino Superior. No Brasil, somente 11,1% dos jovens escolhem a educação profissional depois do ensino médio. Diferentemente de outros países, quando a educação superior é a decisão de mais de 50% dos recém-formados. Veja:

O Senai, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, tem cerca de mil unidades espalhadas pelo Brasil

No Reino Unido são 32,1%, em Portugal são 38,8%, na Espanha são 44,6%, na França são 44,3%, na Alemanha são 51,5%, na Finlândia são 69,7% e na Áustria, 76,8% dos jovens preferem educação profissionalizante.

O estudo realizado pelo Senai revela ainda que o Brasil tem uma demanda de mais de 13 milhões de profissionais para atuarem na indústria até 2020. Do contrário, vai faltar mão de obra especializada para manter a produtividade do setor.

Para você ter uma ideia, a nível superior, entre os anos de 2017 a 2020, são 625.448 vagas. Para nível técnico, a demanda é de um milhão e 800 mil profissionais. Quando a qualificação sobe para mais de 200 horas, são 3 milhões e 300 mil postos e para cursos com menos de 200 horas, são quase 8 milhões de vagas até 2020.

Veja também: Cursos técnicos Senac: Ead, gratuitos e valores dos pagos [2]

E as maiores demandas para preencher essas vagas para formação superior são nas áreas de:

E as maiores demandas para preencher essas vagas para formação técnica são nas áreas de:

Maiores salários a nível técnico

O Sudeste é a área do Brasil com mais demanda para pessoas com cursos técnicos, seguido do Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Norte. São 1.048 mil vagas, 350 mil, 247, 106 e 82 mil, respectivamente.

Veja também: Como funciona o Jovem Aprendiz [3]

Cursos técnicos Senai pagos

As aulas dos cursos técnicos do Senai podem ocorrer em diferentes expedientes. Pela manhã, os estudantes estudarão de segunda-feira à sexta-feira, de 7h30 às 11h30. De tarde, as aulas ocorrem de segunda-feira à sexta-feira, das 13h às 17h. À noite, os estudantes ficam de segunda-feira à sexta-feira, das 18h40 às 21h40.

Alguns módulos, as aulas também se estendem aos sábados, vez ou outra. Quando isso acontece, os estudantes dos três turnos podem frequentar a sala de aula aos sábados.

Cursos técnicos do Senai gratuitos

Para se matricular nas bolsas de estudo oferecidas pelo Senai e fazer gratuitamente as formações, é necessário que o estudante tenha tirado boas notas no Enem.

O Senai oferece dezenas de cursos técnicos de valores variados, a depender do curso

Além dos cursos presenciais, existem cursos EaD gratuitos e pagos (Foto: depositphotos)

O regulamento é claro quanto à participação de cada candidato na seleção: “para concorrer a uma bolsa de estudos, você precisa ter realizado o ENEM nos anos de 2013, 2014, 2015, 2016 ou 2017 e ter obtido pontuação média igual ou superior a 550 pontos. Se atende essas condições e possui baixa renda, poderá concorrer a uma de nossas vagas para bolsista”.

Cada curso oferecido pelo Senai disponibiliza vagas gratuitas para alunos bolsistas. Portanto, qualquer um dos cursos listados no tópico anterior são elegíveis a vagas gratuitas. Em média, são disponibilizadas cerca de 4 a 5 vagas por turma, podendo chegar a 10 nos casos de turmas maiores.

Porém, alguns pré-requisitos são exigidos para os estudantes que passarem na seleção para ganhar bolsa. A primeira delas é que o aluno deve desempenhar uma função extra, como explica o site: “se você for convocado e realizar a sua matrícula como bolsista, será um aluno monitor do SENAI”

Os documentos necessários para se inscrever e estudar de graça no Senai são:

Certificado de conclusão do Ensino Médio ou histórico escolar ou documento da escola. Esse documento é necessário para comprovar que o interessado está matriculado.

Veja tambémComo faz para se inscrever no programa Educa Mais Brasil [4]

O Senai também mantém um projeto especial para pessoas que não podem frequentar as aulas presenciais. É o EaD Senai. Os cursos ofertados à distância gratuitamente são:

Cursos EaD Senai pagos

A Educação à distância do Senai também oferta cursos pagos. Entretanto, os valores só são disponibilizados mediante cadastro.

O candidato deve escolher o que curso que deseja fazer. A partir disso, ele preenche um formulário e tem acesso a uma área restrita com informações de cada módulo e curso que deseja fazer.

Abaixo estão as categorias dos cursos oferecidos na modalidade à distância e paga. Veja:

Vale a pena fazer curso técnico do Senai?

Sim. Vale a pena fazer um curso técnico pelo Senai, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial. O mercado de trabalho busca pessoas capacitadas e existe uma grande demanda para profissionais a nível técnico.

Veja também: Quais cursos de idiomas oferecem bolsas de estudos? [5]

De acordo com os dados do Senai, “7 em cada 10 alunos de cursos técnicos do SENAI conseguem emprego no primeiro ano após a conclusão do curso”. Escolha entre as opções e desenvolva as suas habilidades profissionais.