,

Descubra quem são os poetas latino-americanos mais expressivos

A América Latina é uma região riquíssima em diversos aspectos, incluindo a literatura. A região é berço de romancistas e poetas renomados, que também fizeram de suas obras um meio de divulgação da trajetória político-social dessa parte do continente americano, explorando a identidade cultural de cada país.

Muitos poetas latino-americanos produziram obras com estilo claramente sócio-político, com um tom de protesto contra o regime em vigor. Em contrapartida, escritores conservadores tiveram refletido em suas obras um olhar dominado pela poesia originária da Europa.

Neste artigo, conheceremos um pouco mais sobre alguns dos principais poetas e poetisas latino-americanas.

Principais poetas latino-americanos

Muitos poetas latino-americanos produziram obras com estilo claramente sócio-político

A região latino-americana é berço de romancistas e poetas renomados

Confira a seguir alguns dos principais poetas da história da América Latina:

Mario Benedetti

Mario Benedetti foi um poeta, escritor e ensaísta uruguaio, integrante da Geração de 45, juntamente com Vilariño e Juan Carlos Onetti. É considerado um dos principais autores uruguaios, tendo alcançado a fama com a publicação de “Poemas de Oficina”, uma de suas obras mais conhecidas. As obras do poeta também incluem “Te Quiero”, “La víspera indeleble”, “Noción de Patria”, “A Ras de Sueño”, “La Casa y el Ladrillo”, dentre outras.

Manuel Gutiérrez Najera

Manuel Gutiérrez Najera foi um poeta e escritor mexicano, sendo considerado o precursor do Modernismo literário no México. Dentre as suas obras estão os seguintes títulos: “La Duquesa Job”, “Hamlet a Ofelia”, “Odas Breves”, “La Serenata de Schubert” e “Non omnis moriar (No moriré del todo).

Jorge Luis Borges

Jorge Francisco Isidoro Luis Borges Acevedo, mais conhecido simplesmente como Jorge Luis Borges, foi um escritor, poeta, tradutor, crítico literário e ensaísta argentino. Sua fama internacional foi consolidada da década de 1960, com o fenômeno conhecido como “boom latino-americano”. Dentre as suas obras estão “Fervor de Buenos Aires”, Luna de Enfrente”, “Poemas” “El Hacedor”, “El Outro, El Mismo”, “Los Conjurados” e “La Rosa Profunda”.

Hilda Hilst

Hilda Hilst foi uma poetisa, ficcionista, cronista e dramaturga brasileira. Dentre a sua obra literária destacam-se os títulos “Presságio”, “Balada de Alzira”, “Roteiro do Silêncio”, “Do Desejo”, “Do Amor”, “Amavisse” e “Bufólicas”.

Carlos Drummond de Andrade

Poeta, contista e cronista brasileiro, o mineiro Carlos Drummond de Andrade produziu uma extensa obra poética, sendo um dos principais poetas da segunda geração do Modernismo brasileiro. Dentre a sua extensa produção estão os seguintes títulos: “Alguma Poesia”, “Sentimento do Mundo”; “José”, “A Rosa do Povo”, “Quadrilha”, “Claro Enigma” e “Amar se Aprende Amando”.

Gabriela Mistral

Gabriela Mistral foi uma poetisa, educadora e diplomata chilena vencedora do Prêmio Nobel de Literatura. Aos 25 anos, Mistral ganhou um concurso de poesia nos Juegos Florais de Santiago, com “Sonetos de La Muerte”. Dentre a sua produção também destacam-se os seguintes títulos: “Desolación”, “Ternura”, “Poema de Chile”, “La Oración de la Maestra”, “La Flor del Aire”, “Decálogo del Artista” e outros.

Principais poetas brasileiros. Descubra quem são

Rubén Darío

Rubén Darío foi um poeta nicaraguense, considerado o iniciador e representante máximo do Modernismo literário em língua espanhola. Considera-se que Darío é o poeta de maior influência na poesia do século XX no mundo hispânico, recebendo a alcunha de “príncipe de las letras castellanas”. Dentre as suas obras estão “Abrojos”, “Rimas”, “Azul”, “Cantos de Vida y Esperanza” e “Canto a la Argentina y Otros Poemas”.

Pablo Neruda

O chileno Pablo Neruda é considerado um dos mais importantes poetas da língua castelhana do século XX. Neruda recebeu o Nobel de Literatura em 1971. Dentre a sua produção literária destacam-se “Vinte Poemas de Amor e uma Canção Desesperada”, “Crepusculario”, “Tentativa del Hombre Infinito”, “Para Nacer he Nacido”, “Todo el Amor”, “Odas Elementales” e “Estravagario”.

Sor Juana Inés de la Cruz

Sóror Juana Inés de la Cruz, ou simplesmente Sóror Juana, foi uma poetisa e religiosa nova-espanhola (mexicana). Sua literatura era centrada na liberdade e possuía caráter militante, enfrentando sem temor as forças repressoras de sua época. Dentre as suas obras estão “Poemas da única poetisa, décima musa, Sóror Juana Inés de la Cruz” e “Segundo volumen de las obras de Soror Juana Inés de la Cruz.”

Sobre o autor

Avatar
Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.