Dicas para evitar gafes na língua inglesa

Quando se conversa em inglês, é comum traduzir tudo ao pé da letra. Mas, muitas coisas são diferentes, e é preciso ter atenção para não cometer gafes

É indispensável falar sobre a importância do inglês nos dias de hoje. O domínio do idioma, que um dia foi um grande diferencial no mercado, hoje é, no mínimo, algo essencial no currículo. Mas muitos erros e gafes costumam acontecer a todo momento, mesmo com aqueles que já dominam a língua.

Conheça alguns dos principais erros e gafes cometidos no idioma e evite-os.

Falsos cognatos

Algumas palavras no inglês possuem certa semelhança na escrita e pronúncia com as do português. O grande problema é quando certas expressões têm uma grafia parecida com alguma no nosso idioma, mas possuem um significado completamente diferente da que a gente pressupõe. Assim são chamados os falsos cognatos.

O maior clássico é a palavra que encontramos escritas nas portas: “push”. A maioria das pessoa costuma associá-la ao “puxe”, graças à semelhança da grafia e pronuncia. Mas na verdade, ela significa exatamente o contrário e sua tradução é: “empurre”.

Conheça mais sobre os falsos cognatos do inglês.

Estima-se que cerca de 100 países possuem o inglês como idioma nativo

Foto: Pixabay

Uso do “did”

Outro erro comum para quem está aprendendo a língua é na hora de usar o “did”, que é o verbo “do” no passado. A principal garfe cometida é deixar outros verbos no passado, mesmo quando o “did” já foi usado.

Por exemplo, não se fala “Did you went with him?” (“went” é o passado de “go” (ir)), pois quando usamos o “did” na frase já subentende-se que a frase está no passado, dispensando que os outros verbos também fiquem no modo. Ou seja, o correto é usar o verbo no presente: “Did you go with him?”.

Pronomes possessivos

Usamos no português os pronomes “seu” e “sua” tanto na segunda como também na terceira pessoa. Como “ela vai com o seu marido” (marido da outra pessoa) ou “ela vai com seu marido” (marido da própria pessoa). Mas no inglês isso é bem diferente.

Her: dela
His: dele
Your: seu/sua
Its: dele/dela – relacionado a animais ou objetos.

Então no inglês o correto seria: “She goes with your husband” ou “She goes with her husband”.

Plural

O plural de muitas palavras no inglês, assim como no português, basta acrescentar o “s” no final. Mas muitas outras fogem dessa regra e mudam a grafia completamente.

Por exemplo, “man” em inglês significa “homem”. Quando a frase refere-se a mais de um, não se diz “mans” e sim “men”. Veja outros exemplos:

Woman (mulher): women (mulheres)
Foot (pé): feet (pés)
Tooth (dente): teeth (dentes)
Body (corpo): bodies (corpos)
Wolf (lobo): wolves (lobos)
Life (vida): lives (vidas)
Person (pessoa): people (pessoas)

 

*Ana Lígia é jornalista e professora de inglês