Elementos mórficos ou morfemas

Chamamos de morfemas ou elementos mórficos as partes que formam uma palavra. Existem dois tipos de morfemas, que são chamados de lexicais e gramaticais, e serão explicados a seguir.

Morfemas lexicais

Os morfemas chamados de lexicais são definidos como um ser ou um fato da realidade que pertence ao mundo exterior à língua.

Morfemas gramaticais

Os morfemas gramaticais, por sua vez, são definidos como a gramática da língua, a parte interna da palavra.

elementos-morficos-ou-morfemas

Foto: depositphotos

Elementos mórficos

Raiz, radical, vogal temática, tema, desinência, afixo e vogais ou consoantes de ligação são os elementos mórficos de uma palavra. Confira mais informações sobre cada um deles:

  • Raiz: é o elemento originário em que se concentra a significação das palavras. Exemplo: a raiz noc (do latim nocere = prejudicar) tem a significação geral de “causar dano”, e devido à origem comum, outras palavras se prendem a ela, como, por exemplo, “nocivo” e “inocente”.
  • Radical: a parte da palavra conhecida como radical é a que guarda o básico, acoplando outros elementos para formar novas palavras, ou ainda para fornecer significados diferenciados. Trata-se de um morfema lexical.Garoto, pegar, livro, são alguns exemplos.
  • Vogal temática: trata-se de um morfema gramatical que tem como principal função preparar o radical para receber as desinências. Pode ser usada nos nomes (-a, -o, -e), como é o caso de menina, garotoe presidente, por exemplo; ou ainda nos verbos (ar, er, ir), como é o caso de perder, sumir e andar.
  • Tema: é o radical mais a vogal temática, ou seja, o radical que já recebeu a vogal temática. Existem palavras, no entanto, como Peru, por exemplo, que não tem vogal temática e, por isso, recebem o nome de atemáticas.
  • Desinências: as desinências aparecem ao final das palavras e são diretamente ligadas às flexões. Trata-se, portanto, de morfemas gramaticais flexionais. Pode ser desinência nominal, quando apresenta o gênero e o número dos nomes, como, por exemplo: cantor, cantora, cantoras. Ou ainda desinência verbal, que apresenta o modo, o tempo, a pessoa e o número em relação aos verbos. Ex.: A desinência –o de am-o é uma desinência número-pessoal; -va, de ama-va, é desinência modo-temporal.
  • Afixo: agrega-se a um radical ou tema e possui a função de gerar novas palavras. São os prefixos ou sufixos (prefixo:ilegal; sufixo: legalmente).
  • Vogais ou consoantes de ligação: intercalam-se na palavra na palavra para facilitar a pronúncia. Por exemplo: cafeteira: café + eira; cafeicultura: café + cultura.

Sobre o autor

Avatar
Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.