A biografia de Henry Ford

Ford largou o seu emprego e decidiu começar a produzir automóveis e fundou a Ford Motor Company

Henry Ford foi criador de uma das marcas de carro mais famosas do mundo e revolucionou a indústria automobilística com o modo de produção da linha de montagem que adotou. O empresário é até hoje lembrado e admirado por vários empresários e administradores, graças ao seu modelo de montagem de carros em série, que permitia fabricar vários veículos em menos tempo e a um menor custo.

O seu veículo mais famoso, o Ford T, foi responsável por revolucionar o segmento de transportes, já que graças aos meios de produção massivos, o carro se tornou muito barato e, consequentemente, popular. De manuseio simples, era um carro que qualquer pessoa não só poderia dirigir, mas também consertar.

Juventude de Henry Ford

Descendente de irlandeses por parte de pai (William Ford) e belgas do lado materno (Mary Litogot Ford), Henry Ford nasceu no dia 30 de Julho de 1863. Sua cidade natal fica próxima à Dearborn, uma pequena cidade que mais tarde viria a ser a sede da Ford Motor Company; que fica no estado americano do Michigan. Vivendo em ambiente rural, o jovem Ford já mostrava seu interesse em mecânica, tanto que seu pai o tornou responsável pelos reparos nas máquinas usadas na fazenda.

Ford largou o seu emprego e decidiu começar a produzir automóveis e fundou a Ford Motor Company

Henry Ford (Foto: Reprodução/ Wikimedia Commons)

Vendo que a vida na fazenda não era algo fácil, visto que boa parte dos trabalhos era manual e muito pesado, Henry já pensava em maneiras de facilitar e diminuir o trabalho rural através do uso de maquinário.

Em 1875, quando tinha doze anos, Henry teve contato com um Locomóvel, um veículo a vapor semelhante a uma locomotiva, porém, sem trilhos, que servia para transportar cargas pesadas em estradas e aragem de solo. Essa experiência o levou a estudar veículos automotores.

Aos 15 anos, foi presenteado pelo pai com um relógio de bolso, que apesar de ter uma construção delicada, foi montado e desmontado facilmente por Henry Ford. Seus vizinhos ficaram impressionados e passaram a levar seus relógios para que o garoto consertasse.

Vida adulta de Henry Ford

Desejos e motivações

Apesar de seu pai desejar que ele se tornasse fazendeiro e que no futuro assumisse a fazenda da família, Henry nunca gostou de fato de trabalhos agrícolas. Após o falecimento de sua mãe, em 1876, ele ficou ainda mais insatisfeito com a vida rural.

Aos 16 anos, Henry Ford decidiu sair de sua casa e ir até Detroit em busca de emprego. Apesar de William desejar que seu filho assumisse a fazenda, ele não o impediu de ir para a cidade. Já na maior cidade do estado do Michigan, ele foi contratado pela empresa James F. Flower & Bros, onde atuou como aprendiz de operador de máquinas e trabalhou dez horas por dia.

Após trabalhar em várias outras empresas, frequentar uma escola de comércio e aumentar seus conhecimentos em mecânica tanto na teoria, como na prática, Henry trabalhou na Westinghouse Engine, onde teve seu primeiro contato com um motor de combustão interna.

Biografia de Nelson Mandela

De volta as origens

Em 1882, Henry Ford voltou para sua terra natal após seu pai lhe oferecer um grande pedaço de terra onde ele se dedicou a atividades de serraria, que tinha foco na venda de tábuas; mas isso sem abrir mão de trabalhar em seus motores.

Alguns anos depois, em 1888, casou-se com Clara J. Bryant, filha de um dono de propriedades próximo as terras do pai de Henry. Com ela, ele viria a ter o seu único filho, Edsel Bryant Ford, que foi criado para assumir os negócios do pai mas viria a morrer muito cedo, aos 49 anos, em decorrência de um câncer de estômago.

De volta a Detroit

Em 1890, Henry voltou para Detroit, onde conseguiu um emprego na Edison Illuminating Company, empresa de distribuição de energia fundada por Thomas Edison, que entre suas importantíssimas patentes e inventos, estava a lâmpada incandescente. Começando como engenheiro maquinista, dois anos depois, Henry viria a ser promovido a engenheiro-chefe.

Mesmo sem energia onde vivia quando era criança, Henry Ford tinha uma grande admiração por Edison e acompanhava sua carreira através de jornais.

Primeiro carro movido a gasolina

Foi em 1893 que o primeiro carro com motor movido a gasolina foi criado, porém, essa não é uma criação de Henry Ford, mas sim dos irmãos James Frank e Charles Duryea. O veículo era constituído de uma pequena charrete com um motor de quatro cavalos de potência e um único cilindro. Mais tarde, os Duryea viriam a se tornar os primeiros produtores comerciais de carros no EUA.

O feito dos Duryea deixou Henry impressionado, tanto que ele decidiu que iria criar o seu próprio modelo de carro em um galpão nos fundos de sua casa.

Biografia de Charles Darwin

Primeiro veículo de Henry Ford

Após alguns anos trabalhando em sua pequena oficina, em 1896, Henry conseguiu finalizar o seu primeiro veículo, o qual viria a ser chamado de Quadriciclo Ford. Em 1899, ele já havia feito mais três protótipos melhorados de sua “carruagem sem cavalos” e com o apoio do próprio Thomas Edison, Ford largou o seu emprego e decidiu começar a produzir automóveis. Junto com alguns sócios fundou a Detroit Automobile Company.

Mais tarde, a fábrica viria a fechar por desentendimentos entre os diretores em relação à adoção de uma produção em massa de carros.

Ford Motor Company

Após se juntar com outros onze investidores, acumulando um capital de 28 mil dólares, Henry Ford fundou a Ford Motor Company, em 1903. Foi feita uma exposição e demonstração sobre os veículos Ford sobre o congelado Lago Saint Clair.

Durante a apresentação, o veículo quebrou um recorde de velocidade ao completar uma milha (aproximadamente 1,6 quilômetros), em apenas 39,4 segundos. Como resultado desse êxito, o modelo Ford “999“, como foi batizado por Barney Oldfield, um dos mais importantes pilotos de corrida do início do século XX, foi levado por todo país, o que tornou a Ford uma marca muito popular.

Biografia de Florbela Espanca

Ford T

Com o desejo de produzir um carro de baixo custo, em 1 de outubro de 1908, foi apresentado o Ford T , um modelo que viria trazer várias mudanças que influenciariam os veículos de hoje em dia, como o volante do lado esquerdo do veículo por exemplo.

Além de simples de ser dirigido e com uma manutenção barata, o veículo vinha ganhando cada vez mais popularidade. Com um preço inicial de 825 dólares, todos os anos o preço do Ford T caia consideravelmente. Em 1927, último ano de sua produção, o carro custava apenas 290 dólares.

Morte

Henry Ford morreu no dia 7 de abril de 1947, aos 83 anos, devido a uma hemorragia cerebral, em sua terra natal. Seu funeral aconteceu na Catedral de São Paulo, em Detroit, onde segundo estimativas, passaram mais de 5 mil pessoas por hora. Ele está sepultado em Detroit, em um cemitério que leva o nome de sua família.