, ,

Em que consiste o termo predatismo e por que ele acontece

Predatismo é a prática que se dá entre seres vivos que perseguem outros, capturam e comem. Geralmente, são animais selvagens que podem ser terrestres ou aquáticos e, em sua grande maioria, são carnívoros, mas também podem ser onívoros. No ecossistema, a prática é vista como uma relação interespecífica desarmônica, quando uma espécie traz prejuízo para a outra.

Algumas das características mais marcantes dos animais predadores é que eles possuem dentes grandes e são ágeis. O predatismo acontece baseado em duas premissas: a necessidade de alimentação ou a disputa por território.

Tipos de predadores

– Monófagos: consomem apenas um tipo de presa e tendem a passar muita fome, caso haja escassez do seu tipo de comida.
– Polífagos: consomem diversos tipos de presas e vivem onde tem muita vegetação. São animais mais selvagens, que vivem em mata fechadas.
– Oligófagos: consomem poucos tipos de presas.

Em que consiste o termo predatismo e por que ele acontece

Foto: depositphotos

Quem são os predadores atuais?

O homem também é considerado um predador, além dele existem animais que rastejam, de patas, de asas e com nadadeiras. Conheça alguns deles: escorpião, lobo ou lobo-cinzento, leão, gavião, cascavel, hiena, tigre, tubarão-branco, louva-a-deus, entre outros.

Quais foram os primeiros predadores do planeta?

Segundo a BBC Brasil, os primeiros predadores já existiam há cerca de 540 milhões de anos. Mesmo sem dentes, esses animais matavam suas presas de outra forma. Chamado de ‘camarão anômalo’, o predador tinha dois metros de comprimento e usava um par de pinças para capturar suas presas nas profundidades do mar.

Mas, nem só de animais grandes vive o mundo do predatismo. Os especialistas ouvidos pela BBC afirmaram que o “mundo dos micróbios está repleto de minúsculos assassinos, capazes de causar um massacre em escala microscópica”.

Há ainda os pesquisadores que defendem que os verdadeiros primeiros predatores do mundo seriam algumas moléculas, que usavam os ácidos nucleicos para catalisar outras moléculas, ou seja, agiam como predadores.

Outros tipos de relações desarmônicas

– Canibalismo: é quando um ser como outro da mesma espécie.
– Herbivorismo: quando um animal alimenta-se de plantas.
– Parasitismo: acontece quando uma parasita vive dentro de um hospedeiro e retira dele todo o alimento que precisa para sobreviver.
– Sinfilia ou esclavagismo: é quando um ser vivo se aproveita do trabalho ou produto produzido por outro ser vivo para se alimentar.
– Amensalismo ou antibiose: ocorre quando uma determinada população expele substâncias nocivas a alguma espécie que tem o seu desenvolvimento impedido.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.