Escrita cuneiforme

A invenção da escrita é um divisor de águas na história da humanidade. A sua história remonta há milhares de anos e conta com a participação de povos distintos, de forma independente e em épocas diferentes.

A escrita cuneiforme é, juntamente com os hieróglifos egípcios, o mais antigo tipo conhecido de escrita, proveniente da região da Mesopotâmia, há cerca de 3.500 anos antes de Cristo.

História da escrita cuneiforme

Considerada a mais antiga língua humana escrita conhecida, a escrita cuneiforme é definida como uma escrita produzida com o auxílio de objetos em formato de cunha, que é uma pequena ferramenta de entalhe. Foi criada pelos sumérios por volta de 3.500 a.C, na antiga Mesopotâmia.

A escrita cuneiforme foi extensamente usada na Mesopotâmia

A escrita representava pictogramas, que eram gravados em tabuletas de argila (Foto: depositphotos)

No início, a escrita representava pictogramas, que eram gravados em tabuletas de argila, em sequências verticais, com o auxílio de um estilete feito de cana.

Posteriormente, as formas tornaram-se mais simples, que aos poucos foi se transformando em um conjunto de centenas de sinais fonéticos e silábicos. Com o decorrer do tempo, houve outra mudança: deixou de ser escrita em colunas e começou a ser escrita em linhas (escrita horizontal) e da esquerda para a direita.

Veja também: Escrita árabe: a conhecida caligrafia islâmica

Com o ajuste da posição relativa da tabuleta ao estilete, o escritor poderia traçar uma grande variedade de signos. As tabuletas cuneiformes eram empregadas de duas maneiras: eram cozidas em fornos para um registro permanente; ou eram reaproveitadas, caso a informação não fosse tão importante.

A escrita cuneiforme foi se popularizando e foi adotada por outros povos, incluindo os acadianos, babilônicos, elamitas, hititas e assírios. O seu principal uso foi na contabilidade e na administração, mas, com a popularização deste tipo de escrita, ela passou a ser utilizada na comunicação e no trabalho.

A escrita cuneiforme foi extensamente usada na Mesopotâmia durante aproximadamente 3 mil anos, mas foi somente no século XX que documentos esclareciam alguns pontos para a compreensão deste tipo de escrita. No entanto, a compreensão dos textos sumérios pode ser difícil até para especialistas, principalmente os mais antigos, por não mostrarem a estrutura gramatical de uma maneira sólida.

Veja tambémA escrita siddham: sistema oriundo da Índia

Características da escrita cuneiforme

A escrita cuneiforme era bastante complexa, sendo composta por dois mil sinais cuneiformes originais. Inicialmente formado como um sistema pictográfico, onde o objeto expressava uma ideia, com o tempo, os grifos passaram a ser escritos em tábuas de argila, com o auxílio de um estilete com forma de cunha.

Os textos encontrados incluem cartas pessoais, de negócios, transações comerciais, receitas, vocabulários, hinos, rezas e textos sobre Matemática, Astronomia e Medicina.

Sobre o autor

Avatar
Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.