Farmacologia: história, conceitos e divisões. Aprenda sobre esse tema

Conheça a Farmacologia, ciência que estuda as substâncias químicas e a sua interação com os sistemas biológicos

Em seu sentido mais amplo, a Farmacologia (do Grego, pharmakos, droga, e logos, estudo) é a ciência que aborda o estudo das substâncias químicas e a sua interação com os sistemas biológicos.

Para compreender os efeitos de um medicamento no organismo, foram necessários muitos anos de pesquisa e investimento nesta área do conhecimento.

Histórico

Na Antiguidade, as doenças eram usualmente consideradas como possessões demoníacas ou resultantes da raiva dos deuses. Para tratá-las, os povos utilizavam produtos naturais e rituais religiosos.

Farmacologia: história, conceitos e divisões. Aprenda sobre esse tema

Foto: depositphotos

Como ciência, a Farmacologia nasceu em meados do século XIX. O primeiro registro histórico que menciona os fármacos foi o Papiro de Smith, datado de 1600 a.C.

A partir de uma melhor compreensão da natureza das enfermidades e o desenvolvimento da química orgânica, com a identificação e isolamento das primeiras drogas, foi possível a evolução da antiga disciplina de Matéria Médica para a farmacologia moderna. A morfina foi a primeira droga isolada, em 1805 por Sertüner, que a extraiu do ópio. Em 1847, Rudolf Buchheim fundou o primeiro Instituto de Farmacologia, na Universidade de Dorpat, na Estônia.

É importante ressaltar que, embora seja diretamente voltada para o estudo dos efeitos e mecanismos de ação das substâncias químicas, essa disciplina tem contribuído bastante para o conhecimento do funcionamento dos seres vivos.

Em sua fundamentação, a Farmacologia é uma ciência que compreende o entendimento histórico, propriedades físico-químicas, composição, bioquímica, efeitos fisiológicos, mecanismo de ação, absorção, distribuição, excreção e terapêutica, relacionados a substâncias químicas que são capazes de alterar a função normal do organismo.

Conceitos básicos

Conhecer os diversos conceitos da farmacologia facilita a compreensão dessa ciência. Alguns dos principais conceitos dessa ciência são:

  • Fármaco: substância química com ação terapêutica;
  • Medicamento: produto tecnicamente elaborado contendo um ou mais fármacos. Os medicamentos podem ser classificados em magistrais, oficiais e oficinais;
  • Remédio: O conceito de remédio é bem amplo. Pode ser considerado como todo e qualquer tipo de cuidado utilizado para curar ou aliviar doenças, sintomas, desconfortos e mal-estar;
  • Dose: quantidade de fármaco capaz de provocar alterações no organismo;
  • Droga: qualquer substância que modifica a função fisiológica;
  • Posologia: estudo da quantidade de medicamento (dosagem) que o paciente deve tomar de cada vez e o intervalo entre uma e outra dose;
  • Forma farmacêutica: forma de apresentação do medicamento, em comprimidos, cápsulas, xaropes etc.

Divisões da Farmacologia

A farmacologia pode ser subdividida em vários ramos, sendo que essa classificação é feita com base na evolução das técnicas e métodos farmacológicos. Dentre as subdivisões estão a Farmacologia Básica, Farmacodinâmica, Farmacocinética e Farmacologia Clínica. Esta ciência também pode ser dividida quanto ao tipo de estudo: Farmacognosia, Farmacotécnica, Farmacogenética e Toxicologia.