Fatores que alteram o clima

A Terra é um todo dinâmico e não existe algum ponto da Terra que não seja afetado pelas mudanças que ocorrem nesta naturalmente ou pela ação antrópica (do homem). Assim, o clima também é um elemento dinâmico, que pode ser alterado quando fatores importantes atuam sobre este, sejam eles derivados da própria evolução e dinamicidade do planeta ou pelas atividades humanas que causam impactos no ambiente.

Diferença entre tempo e clima

Embora não sejam comumente notadas, existem diferenças substanciais entre o que é o tempo e o que é o clima. Como tempo entende-se um estado momentâneo da atmosfera, ou seja, como estão as condições atmosféricas em um dado momento. Por exemplo: “hoje está chovendo” ou “ontem o dia estava ensolarado e quente”.

As condições de tempo são variáveis em conformidade com múltiplos fatores e ocorrem com relativa rapidez. Já o clima é uma denominação dada ao conjunto das condições do tempo atmosférico de um dado local ao longo de um espaço de tempo. Geralmente para que seja denominado um clima de um local são necessários cerca de trinta anos de pesquisas e observações, averiguando as condições de temperatura, umidade, dentre outros fatores. 

Para denominar um clima de um local são necessários cerca de trinta anos de pesquisas e observações

As mudanças climáticas possuem relação com as atividades humanas (Foto: depositphotos)

Contradições sobre as mudanças climáticas

Existem profundas discussões sobre as causas das mudanças climáticas, com dois grupos de opiniões bem distintas em destaque. Um primeiro grupo de pesquisadores defende que o clima na Terra nunca foi estático, mas que sempre esteve em pleno processo de modificação no decorrer do tempo, sendo que o planeta passaria por ciclos de mudanças em sua naturalidade.

Enquanto um segundo grupo defende que a causa das mudanças climáticas está relacionada com a intervenção no meio, especialmente pelo aumento da emissão de gases poluentes na atmosfera, o que intensificaria o efeito estufa. Os dois grupos divergem profundamente em relação ao seu modo de ver as questões climáticas, e ambos os lados possuem pesquisadores importantes que se debruçam na busca por comprovar ou refutar hipóteses, segundo suas crenças.

Fatores que alteram as condições climáticas

Para os grupos de pesquisadores sobre o clima que acreditam que as mudanças climáticas possuem relação com as atividades humanas, existem algumas hipóteses de elementos e situações que estão relacionadas com a questão do clima, principalmente acerca de seu aquecimento.

O primeiro grande elemento envolvido nas questões do clima é a emissão de gases do efeito estufa. O efeito estufa é um fenômeno necessário para a vida na Terra, pois a concentração de gases na atmosfera impede que todo calor do Sol retorne à atmosfera, deixando a Terra congelada. Assim, é criada uma espécie de “estufa” no planeta, o qual fica aquecido, o que permite que a vida se desenvolva e perpetue.

No entanto, um acentuado índice de emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa é bastante prejudicial ao planeta, pois o calor retido aumenta demasiadamente, causando uma elevação da temperatura da Terra. São gases importantes no processo do efeito estufa: o dióxido de carbono (CO2), o metano, o óxido nitroso e os gases fluorados, sendo que dentre estes, o primeiro é o que possui maior relevância.

Atividades como queima de carvão, petróleo ou gás produzem elementos que afetam o equilíbrio da atmosfera. O desmatamento também é um dos principais elementos responsáveis pela ocorrência do efeito estufa, e consequente aquecimento do planeta. As atividades da pecuária, criação de animais, são destaques em relação as quantidades de metano produzidas, por conta da digestão dos animais.

Da mesma forma, o uso de produtos químicos nas indústrias e na lavoura possuem responsabilidade quanto às mudanças climáticas, especialmente quando os produtos usados contêm nitrogênio. As atividades industriais, a pecuária e a agricultura causam a emissão de gases poluentes e são tidas como grandes responsáveis pelo efeito estufa e, consequentemente, também pelo aquecimento do planeta Terra. Neste sentido, as atividades antrópicas, humanas, estariam no cerne do problema, sendo necessária uma revisão dos modos de produção com urgência. 

Crianças brasileiras se preocupam menos com o meio ambiente

Problemas e consequências das mudanças climáticas

São averiguadas variadas consequências em detrimento das mudanças climáticas, especialmente quando é levada em consideração a concepção de que o planeta Terra é um todo dinâmico, e que todas as partes dele sofrem quando há algum tipo de alteração de ordem climática expressiva. Assim, os acontecimentos climáticos em um dado país consequentemente afetam os demais locais do mundo, ainda que indiretamente. Segundo a Comissão Europeia, em seu departamento que se preocupa com as questões climáticas, podem ser citadas algumas consequências e problemas relacionados às mudanças climáticas, sendo elas:

  • O derretimento das geleiras e consequente aumento do nível do mar, o que ocorreria principalmente pelo aquecimento global, o qual ocasionaria um aquecimento das águas dos oceanos. A água, quando aquecida, acaba sendo dilatada, o que poderia estimular a fragmentação e derretimento das geleiras. Com o derretimento, consequentemente haveria um aumento do nível do mar, causando alagamentos em zonas costeiras ou em áreas de baixas altitudes.
  • Fenômenos meteorológicos extremos, como chuvas torrenciais, dando origem aos alagamentos em algumas áreas, afetando, inclusive, a própria qualidade dos recursos hídricos.
  • Danos maiores nos países em desenvolvimento e subdesenvolvidos, pois são estes que mais necessitam dos recursos naturais para suas atividades produtivas (primárias). Certamente que isso afetaria toda dinâmica produtiva mundial, pois os recursos naturais são base para boa parte da produção de outros bens.
  • Problemas de saúde relacionados aos frios ou calores intensos, além daqueles ocasionados, por exemplo, pelas queimadas que ocorrem com calor e seca intensa, o que afeta principalmente o sistema respiratório.
  • Atividades econômicas sofrem também com as mudanças climáticas, principalmente a agricultura, a silvicultura, a energia e o turismo, por conta de dependerem do equilíbrio ambiental.

Os animais são afetados pelas mudanças climáticas, de modo que seus organismos são adaptados, assim como dos seres humanos, para suportarem um determinado nível de temperatura. Havendo um superaquecimento do planeta, certamente várias espécies entrariam em extinção.

 

Referências

» EUROPEAN COMMISSION. Ação Climática. Disponível em: <https://ec.europa.eu/clima/change/causes_pt>. Acesso em 02 ago. 2017.

» VESENTINI, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2011.

» WWF-BRASIL. O que é Aquecimento Global? Disponível em: < http://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/reducao_de_impactos2/clima/mudancas_climaticas2/>. Acesso em 02 ago. 2017.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).