Feira de ciências da USP tem inscrições abertas até dia 30 de outubro

São aceitos projetos individuais ou em grupos de até três pessoas, sempre com a participação obrigatória de um professor orientador

As inscrições para a 16ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia 2018 (Febrace), promovida pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), serão recebidas até 30 de outubro. Podem participar estudantes matriculados no oitavo ou nono ano do ensino fundamental, no ensino médio ou técnico de instituições públicas e privadas de todo o Brasil. Os estudantes devem ter no máximo 20 anos. São aceitos projetos individuais ou em grupos de até três pessoas, sempre com a participação obrigatória de um professor orientador.

Os projetos podem ser enviados pela página da Febrace na internet, devendo se enquadrar nas áreas de ciências exatas, da terra, biológicas, da saúde, agrárias, sociais e humanas e de engenharia.

Nessa primeira etapa de seleção, aproximadamente 150 professores da USP e de universidades parceiras avaliam os projetos. Cerca de 300 finalistas serão escolhidos para participar da mostra, em março de 2018, na USP.

Feira de ciências da USP tem inscrições abertas até dia 30

Foto: Reprodução/ Site USP

Os critérios utilizados para a escolha são: criatividade e inovação, conhecimento científico do problema, maneira como foram levantados os dados e conduzido o projeto, profundidade da pesquisa e clareza de apresentação na documentação do projeto.

Durante o evento, os estudantes são avaliados por um corpo de 300 professores mestres e doutores, que selecionam os primeiros, segundos e terceiros lugares de cada categoria, que receberão troféus, medalhas e certificados. Além disso, várias instituições públicas e privadas também oferecem prêmios, como: estágios, bolsas de estudo, equipamentos eletrônicos, visitas técnicas e credenciais para participação em outras feiras nacionais e internacionais.

A última edição da Febrace, em março de 2017, envolveu diretamente mais de 62 mil estudantes de todos os estados do Brasil, além do DF, que desenvolveram projetos investigativos e os submeteram diretamente ou através de uma das 126 feiras afiliadas.

Acesse a página da Febrace

*Do Portal do MEC,
com adaptações