Nevasca: o que é, como se forma e onde aparece?

Talvez você já tenha visto imagens das grandes nevascas que ocorrem em algumas partes do mundo, causando problemas para mobilidade das pessoas, onde carros ficam presos nas estradas e as casas encobertas pela neve.

Essas cenas são comuns em filmes e alguns programas televisivos, e mostram parte de como é conviver com as épocas em que estes fenômenos naturais acontecem. Mas afinal, o que são as nevascas?

Descubra o que são estes fenômenos da natureza sob a ótica dos conhecimentos geográficos neste artigo preparado pelo Estudo Prático!

O que é uma nevasca?

As nevascas são fenômenos naturais, ou seja, não dependem da interferência humana para que ocorram. Elas são, basicamente, tempestades de neve. Quando as nevascas ocorrem, há queda de neve com forte intensidade, a qual é acompanhada também por fortes ventos.

Carros na nevasca

As nevascas podem ser fenômenos perigosos devido às baixas temperaturas e às tempestades de neve (Foto: depositphotos)

Devido à neve, as temperaturas caem a níveis extremos, a visibilidade também fica comprometida, o que faz com que as nevascas sejam fenômenos considerados perigosos.

As nevascas podem se transformar em desastres ambientais, especialmente quando ocorrem acidentes de trânsito pela baixa visibilidade ou pistas escorregadias, bem como soterramentos por camadas de neve.

Como se forma uma nevasca?

A neve é um tipo de precipitação, juntamente com a chuva e o granizo. Ou seja, é um fenômeno no qual há a queda de água do céu. No caso da neve, para que esta seja formada é necessário que haja uma condição de baixa temperatura na nuvem (inferior a 0ºC).

Assim, o vapor de água contido na nuvem acaba se condensando, formando cristais de gelo com formatos variados. Devido aos movimentos verticais no interior da nuvem, os cristais de gelo vão se juntando ao vapor de água congelado, adquirindo um peso suficiente para que precipitem sobre a superfície do planeta. Assim, tem-se a ocorrência de neve.

A nevasca é um fenômeno natural, o qual não depende da ação humana, e que acontece quando há grande quantidade de neve precipitada, acompanhada de fortes ventos e queda de temperatura.

Lugares do mundo onde ocorrem nevascas

A ocorrência de precipitação de neve é mais comum nas áreas com climas mais frios do globo, como as zonas climáticas temperadas e polares, nas áreas de médias e elevadas latitudes do planeta Terra.

Por isso que em regiões de clima tropical, como é o caso do Brasil, as nevascas não ocorrem. No Brasil, por exemplo, a neve pode ocorrer nos planaltos dos estados da Região Sul, onde o clima já adquire características mais amenas (subtropical).

Apesar disso, o Brasil não registra nevascas como aquelas que são vistas em países como Canadá, Rússia, Estados Unidos, etc. No caso do Brasil, o caso mais expressivo de incidência de neve foi na cidade de Vacaria no estado do Rio Grande do Sul, evento que aconteceu no dia 7 de agosto de 1879, onde a neve acumulou cerca de dois metros.

As nevascas mesmo, fenômenos de tempestades de neve, são comuns em áreas mais próximas dos polos terrestres. Alguns dos países onde mais ocorrem nevascas são o Canadá e os Estados Unidos, a Rússia, outros países europeus como Alemanha, Áustria e Suíça, dentre vários outros.

Os locais onde ocorre a neve são famosos pelas estações de esqui, aonde as pessoas vão para experimentar uma vivência diferenciada, como é o caso de Santiago no Chile, bem como Bariloche na Argentina. Tanto Santiago, quanto Bariloche, são destinos turísticos importantes na América do Sul, os quais atraem pessoas por conta da neve e dos lugares para esquiar.

Pessoa esquiando na neve

Lugares com neve são pontos turísticos para a prática de esqui (Foto: depositphotos)

Transtornos causados por nevascas

A neve é um fenômeno que atrai muitas pessoas, seja para esquiar, construir um boneco de neve, sentir a textura, etc. No entanto, as nevascas causam muitos problemas onde ocorrem.

Nas regiões do globo onde as nevascas são muito comuns, as pessoas já planejam suas atividades levando em consideração a época em que estes fenômenos naturais costumam ocorrer. As casas são adaptadas para o extremo frio, existem equipamentos e empresas que fazem a desobstrução da neve nas portas das moradias, bem como nas estradas, os carros possuem mecanismos para trafegar na neve (snow chains ou correntes para neve), etc.

Alguns dos principais transtornos ocasionados pelas nevascas são a morte de pessoas, especialmente em acidentes e soterramentos; obstrução das estradas, onde muitos carros podem ficar retidos nas vias, especialmente quando a nevasca ocorre quando estão desprevenidos; voos cancelados, aulas suspensas, queda de fornecimento de energia elétrica.

Além da neve propriamente dita, o que causa muitos danos são os intensos ventos. Ainda, o frio extremo causa mortes por hipotermia, por isso, as pessoas que têm condições financeiras, possuem mecanismos de aquecimento em suas casas. Os animais também sofrem muito nas épocas de nevascas nas regiões do globo que são afetadas pelo fenômeno.

Carros abandonados na neve

Carros abandonados em vias por causa da nevasca (Foto: depositphotos)

O que fazer em caso de nevasca?

Embora sejam fenômenos naturais, as nevascas são perigosas para os seres humanos. A queda intensa de neve, somada com os fortes ventos, baixas temperaturas e visibilidade limitada, são fatores que podem levar a acidentes e hipotermia.

Por isso, é importante que a pessoa que enfrenta uma nevasca busque manter seu corpo em movimento, para que o sangue consiga fluir normalmente, especialmente se ela ficar presa em algum local por conta de obstrução, como uma estrada.

Além disso, ter sempre em mãos roupas quentes nas épocas mais frias e com maior risco de nevasca. Buscar locais seguros e aquecidos para se proteger (casas, carros, estabelecimentos).

Aconselha-se que as pessoas que vivem em locais de nevasca tenham rádios que funcionem a pilha, pois muitas vezes a energia elétrica é suspensa, assim, conseguem ficar informadas sobre as condições do momento.

Bebidas quentes ajudam a manter a temperatura corporal nos períodos de frio mais intenso. Além disso, é preciso cuidado redobrado com animais, já que eles também sofrem com as quedas de temperaturas.

Referências 
BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. INMET – Instituto Nacional de Meteorologia. “Glossário“. Disponível em:http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=home/page&page=glossario. Acesso em 07 mai. 2019.

Federação Catarinense de Municípios. “Saiba mais sobre o fenômeno meteorológico neve“. Disponível em: https://static.fecam.net.br/uploads/536/arquivos/123829_Saiba_mais_sobre_o_fenomeno_meteorologico_neve.pdf. Acesso em 07 mai. 2019.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).