,

O que é a lactose?

Entenda o que é esse carboidrato e como funcionam os produtos zero lactose

A lactose tem sido um tema recorrente em algumas discussões sobre alimentação. Mas você sabe o que é lactose? E os motivos por que tanta gente tem intolerância a ela?

De acordo com o médico Dr. Juliano Pimentel, “lactose é um dissacarídeo, composto de uma molécula de glicose e galactose. A enzima lactase é necessária para quebrar a lactose em glicose e galactose, que podem então ser absorvidas na corrente sanguínea e utilizadas para a produção de energia. Sem lactase suficiente, a lactose se move através de seu intestino e provoca sintomas digestivos”.

É aí onde surgem os problemas relacionados ao consumo de alimentos ricos desse carboidrato. Pimentel explica: “a intolerância à lactose é um distúrbio digestivo causado pela incapacidade de digerir a lactose, o carboidrato principal dos produtos lácteos. Ela pode causar vários sintomas, incluindo inchaço, diarreia e cólicas abdominais. Pessoas com intolerância não produzem a enzima lactase em quantidades suficientes para digerir a lactose”.

Por isso, conheça mais sobre a lactose neste post.

Quais produtos possuem lactose?

A intolerância à lactose é um distúrbio digestivo causado pela incapacidade de digerir a lactose

Os derivados do leite são ricos em lactose (Foto: depositphotos)

Os produtos lácteos que contêm lactose são todos os tipos de leite de vaca, cabra, queijo, sorvete, manteiga e iogurte. Esse primeiro grupo está diretamente relacionado à lactose.

Também há aqueles que, de alguma forma, utilizam produtos que possuem lactose na sua composição, como chocolate ao leite, bolos, pães, cereais, biscoitos, refeições prontos, molhos e outros tipos de cremes, sobremesas, doces, sopas etc.

Porém, nem sempre no rótulo dos produtos a palavra lactose está bem explícita. Por isso, algumas terminações são sinônimos e você precisa saber quais são. Sempre que houver as expressões: proteínas do soro, caseína do leite, açúcar de leite, coalhada, nata, você deve saber que existe lactose na composição.

Veja também: Confira a importância do leite para a saúde

O que é a intolerância à lactose?

Segundo o médico Marcon Censoni, especialista em gastrocirurgia e coloproctologia, a intolerância à lactose “é a incapacidade de aproveitarmos a lactose, ingrediente característico do leite animal ou derivados (laticínios) que produz alterações abdominais, na maioria das vezes diarreia, que é mais evidente nas primeiras horas seguintes ao seu consumo”.

Ela acontece quando uma enzima chamada lactase, que fica no intestino delgado, passa a não cumprir o seu trabalho direto que é o de digerir a lactose, que é um carboidrato.

Isso faz com que o restante da lactose não processada, passe a fermentar no intestino produzindo gás e ácidos inapropriados que levam os pacientes a sentirem os sintomas da intolerância à lactose. Que são: inchaço, cólicas abdominais, gases e diarreia, só para ficar nas mais comuns.

Quem pode desenvolver a intolerância à lactose?

Quem tem intolerância deve ficar longe de leite de vaca, cabra, queijo, sorvete, manteiga e iogurte

90% da população asiática sofre com a intolerância a lactose (Foto: depositphotos)

Qualquer pessoa em qualquer época da vida pode desenvolver essa intolerância. Quando nascemos, já possuímos um determinado número de lactase no intestino e ao longo dos anos, elas vão acabando.

Por isso, as pessoas podem ficar intoxicadas com algum alimento e só desenvolver o problema durante um determinado período. Ou com o passar dos anos ficar mais propícia ao desenvolvimento da intolerância.

Algumas doenças também podem provocar o efeito, como as chamadas doenças de Crohn, de Whipple, celíaca, AIDS, giardíase e a síndrome do intestino curto.

O site do médico Censoni revela ainda que 90% da população asiática sofre com a intolerância, contra 50% dos negros, índios e judeus e 25% dos americanos e dos europeus.

Veja também: Como é feito o leite em pó

Qual é a melhor forma de prevenir a intolerância à lactose?

A melhor forma de prevenção é a mais óbvia que é não consumir o leite e laticínios. Algumas pessoas que já possuem o problema fazem uso do fermento sintético antes de comer algo que possua lactose. Mas o uso desse e de outros medicamentos deve ser prescrito por um médico.

O mais recomendado é consumir produtos zero lactose.

Entrevista sobre produtos zero lactose

Os produtos sem lactose costumam ser levemente mais adocicados

Os intolerantes devem consumir produtos zero lactose (Foto: depositphotos)

Pensando em facilitar a sua vida, o Estudo Prático consultou Helena Magalhães de Camargo, Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Piracanjuba, uma empresa fundada em 1955, e que é hoje a 13ª marca mais presente nos lares brasileiros.

A Piracanjuba tem mais de 120 itens e tem uma linha zero lactose. A marca já ganhou destaque “por lançar produtos nutritivos e inovadores, como bebida láctea com cereais e produtos zero lactose para pessoas com intolerância à lactose, proporcionando mais qualidade e praticidade aos seus consumidores”.

Confira a contribuição de Helena Magalhães de Camargo, Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento da Piracanjuba para o Estudo Prático (EP).

Veja também: Universidade brasileira cria bebida nutritiva à base de inhame

EP – O que é um produto zero lactose?

Em primeiro lugar, é importante esclarecer que lactose é o carboidrato naturalmente presente em todos os tipos de leite produzido por mamíferos, inclusive os humanos. É considerado Zero lactose o produto lácteo que, por métodos tecnológicos específicos, ou mesmo reações químicas naturais relacionadas à transformação do leite em outros derivados, é isento de lactose no produto pronto para consumo.

EP – As propriedades nutritivas do produto são mantidas sem a lactose?

Sim. Neste produtos, apenas a lactose é retirada ou transformada em outras moléculas mais facilmente digeríveis. Todos os demais macro e micronutrientes do leite se mantêm intactos, como suas proteínas de alto valor biológico, o cálcio, além de outras vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo humano, em qualquer fase da vida.

EP – O produto zero lactose costuma ser mais caro?

Em média, costuma ter o preço um pouco mais elevado que os leites tradicionais, pois passa por processos tecnológicos específicos e controles rigorosos para garantir que o produto chegue realmente isento de lactose ao consumidor.

EP – Dá para fazer receitas com os mesmos resultados com ingredientes zero lactose?

Sim. Foram testadas muitas receitas com produtos Zero lactose e os resultados são idênticos e, em alguns casos, superiores pois os produtos preparados ficam mais leves e de fácil digestão .

EP –  O sabor é de um produto com ou sem lactose é diferente?

Os produtos sem lactose costumam ser levemente mais adocicados que os leites tradicionais, embora não tenham nenhum tipo adição de açúcares ou outros adoçantes. Trata-se apenas do dulçor natural do leite puro com a lactose hidrolisada.

Veja tambémSaiba a diferença entre os dois tipos de digestão

EP – O produto zero lactose é só para quem tem intolerância ou qualquer pessoa pode consumi-lo?

Qualquer pessoa pode consumi-lo. Estes produtos são adequados para todos os tipos de consumidores, em qualquer faixa etária.

EP – A conservação desses produtos é a mesma do que os com lactose?

Sim, independentemente de serem refrigerados ou longa vida, os produtos tem o mesmo modo de conservação dos produtos tradicionais.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.