O que é, como surgiu e o que propõe a Fatah

Fatah é um partido político que nasceu na Palestina no final do século XX, cujo principal objetivo era resistir à ocupação israelense. Para manter firme esse propósito, ele chegou a ter um braço armado cuja diversas autorias de atentados foram reconhecidas.

Entretanto, o grupo deixou de lado esse radicalismo e segue firme no foco dos interesses da Palestina por outro viés: o da negociação política.

O nome da organização significa vitória. Ela já tentou a todo custo expulsar os judeus e destruir Israel, mas atualmente busca a criação de um Estado Palestino que seja vizinho a Israel. Não existe motivação religiosa no Fatah, mas simplesmente política.

Há quem diga que a postura mais pacífica do grupo Fatah se deu logo após o surgimento do Hamas.

O que defende o Fatah

Segundo um dos seus líderes Yasser Arafat, em artigo publicado pelo blog ‘Tópicos Oriente Médio’, o partido não é nem de direita, nem de esquerda.

Yasser Arafat foi um dos líderes mais expressivos do Fatah

O grupo político surgiu para resistir à ocupação israelense (Foto: depositphotos)

Ele explica: “nada queremos fazer para perturbar os judeus nos países árabes, mesmo aqueles que estão estabelecidos na Palestina. Não queremos expulsar os judeus, mas estabelecer um Estado Palestino democrático socialista, no qual possam viver em harmonia cristãos, muçulmanos e judeus”.

Negociação entre Palestinos e Israelenses

Veja os principais pontos de negociação entre Palestinos e Israelenses:

– Território Palestino: os palestinos querem um Estado independente e autônomo na Cisjordânia, cuja capital deve ser Jerusalém Oriental. Já Israel quer que o Estado Palestino seja uma zona desmilitarizada.

ONU: a Organização das Nações Unidas reconhece a Palestina como ‘Estado Observador’ dentro da ONU. Isso lhe dá status de país, ao menos internamente.

Veja também: O que é, como surgiu e o que propõe o Boko Haram

Capital: outra negociação entre esses povos é em relação à capital Jerusalém. Israel tomou para si a cidade após 1967 (Guerra dos Seis Dias), mas os Palestinos querem ao menos uma parte de volta, que fica à leste, pois é uma área considerada sagrada para o islamismo.

– Conflitos: os israelenses temem que a Palestina seja governada por radicais que façam uso de recursos violentos contra os judeus. Já os Palestinos querem uma força armada como qualquer outra nação.

– Ocupações: os palestinos querem de volta os territórios ocupados por Israel desde 1967. Já Israel não quer devolver nenhuma faixa de terra, a menos que judeus podem ganhar mais espaço para assentamentos.

Veja também: O que é, como se originou e o que propõe o Hezbollah?

– Faixa de Gaza: esse trecho de terra fica na parte Palestina. Ela tem 12km de largura, podendo chegar a 6 em determinados trechos dos seus 41km de extensão. Essa faixa já foi ocupada por Israel, mas foi retomada pela Palestina pelo grupo radical Hamas.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.