,

Osmose – Compreenda esse processo

A osmose é um processo físico químico no qual as moléculas de água passam através de membranas semipermeáveis. Isso ocorre devido à presença de dois meios que possuem concentrações diferentes de soluto.

Como seu funcionamento não resulta em nenhum tipo de gasto energético, onde a concentração de sais nas células acontece de maneira controlada, é normal qualificá-la como um tipo de transporte passivo.

A osmose é um processo de grande importância nas células do nosso corpo, pois a água (solvente) difunde-se graças a este acontecimento. Na osmose, a água difunde-se em maior quantidade da solução hipotônica (menos concentrada) para a hipertônica (mais concentrada).

Nas células vegetais, uma organela chamada vacúolo abriga grande parte da solução aquosa e a água que sai da célula provém principalmente deste local. Por ser um processo físico, a osmose pode acontecer de modo inverso ou reverso. Neste caso, o solvente (água) se difunde do meio hipertônico para o hipotônico, devido à influência da pressão osmótica.

A osmose diferencia-se do processo de difusão. Na osmose, a água se desloca entre os meios e na difusão quem se desloca é o soluto (moléculas ou íons). Quando submetemos as hemácias em um meio externo hipertônico, ela perde água e consequentemente, murcha. Quando colocamos em um meio externo hipotônico, ocorre entrada excessiva de água na célula, que se rompe (lise celular).

Em meio equilibrado (isotônico), as hemácias possuem aspecto normal. Dentro deste contexto, podemos observar que a osmose é um processo físico químico que acontece constantemente nos animais e vegetais.

O que é osmose e onde ela ocorre?

Osmose é um processo no qual as moléculas de água atravessam as membranas celulares, ocorrendo em meios que possuem diferença de concentração de substâncias.

Na osmose, o solvente (água) difunde-se de modo a diluir o lado mais concentrado, ou seja, a água flui do meio mais concentrado para o menos concentrado, visando o equilíbrio. A bicamada lipídica é pouco permeável à água, que atravessa lentamente essa membrana.

A passagem de água através da membrana plasmática é mais rápida do que o esperado porque ela não ocorre apenas pela bicamada fosfolipídica. Hoje sabe-se que as células possuem proteínas especiais, chamadas aquaporinas, que formam verdadeiros canais de passagem para moléculas de água.

Reversa

A osmose é chamada de reversa quando ela acontece de modo invertido, ou seja, do meio hipertônico para o hipotônico. Essa técnica é muito utilizada com o objetivo de dessalinização da água salobra, tornando-a potável e própria para o consumo.

Química

A osmose está intimamente ligada à química, pois envolve dois meios de diferentes concentrações de soluto (hipotônico e hipertônico) e a passagem da água.

A bicamada lipídica é pouco permeável à água, mas graças às proteínas especiais, chamadas aquaporinas, ocorre a formação de canais de passagem para as moléculas de água. A descoberta das aquaporinas valeu o prêmio Nobel de Química de 2003 a dois médicos estadunidenses, Peter Agre e Roderick Mackinnon.

Osmose e difusão

Osmose e difusão são processos distintos. O fluxo osmótico é caracterizado pela passagem de solvente do meio menos concentrado para o mais concentrado. Na osmose, as concentrações de ambos os lados tendem ao equilíbrio, a água difunde-se em maior quantidade da solução hipotônica para a hipertônica.

Já na difusão, quem se movimenta são as partículas (soluto) do meio mais concentrado para o menos concentrado, tendendo a homogeneizar sua distribuição. A difusão ocorre na membrana plasmática através de pequenas moléculas, como as de oxigênio e as de gás carbônico.

A difusão pode ocorrer também através de canais proteicos (porinas), no caso de partículas hidrofílicas, que não possuem afinidade com a bicamada de fosfolipídios. Em alguns casos há participação de proteínas carreadoras facilitadoras, em um outro tipo de processo passivo: a difusão facilitada.

O que é osmose fisiologia humana?

A osmose está relacionada a fisiologia humana, pois é um processo essencial à manutenção da vida. Podemos citar a importância da osmose nos processos de troca de substâncias entre as células e o ambiente intercelular (como a que ocorre na região dos capilares sanguíneos) e com a filtração renal (produção de urina).

O processo de hemodiálise é bem similar à osmose, pois o sangue é bombeado através de uma membrana e os resíduos tóxicos atravessam a membrana porosa sendo assim, expelidos do organismo.

Como ocorre esse processo nas células vegetais?

Ocorre a passagem de solvente do meio hipotônico para o hipertônico, o transporte de água acontece do solo úmido (meio hipotônico) para a raiz (meio hipertônico). Nas células vegetais, a parede celular que delimita as células, impede sua ruptura, caso o interior da célula esteja muito hipertônico.

No citoplasma das células vegetais, o vacúolo é a organela responsável pelo armazenamento de água, sendo delimitada pelo tonoplasto, uma membrana lipoproteica semipermeável.

Por que as saladas não devem ser temperadas muito antes de serem consumidas?

Você já deve ter temperado saladas usando vinagre ou limão, sal e azeite. Por experiência própria, deve ter observado que, se temperar com antecedência, as verduras murcham.

Isso acontece porque ao temperar a salada estamos submetendo as células vegetais a um meio hipertônico, especialmente devido ao sal. Assim, as células perdem água para o meio, por osmose e consequentemente, murcham.

Resumo

Quando estamos nos referindo ao meio molecular é importante entendermos como acontece, por exemplo, o transporte de sais minerais e nutrientes em meio à concentração celular.

Tal evento acontece devido ao processo osmótico, que nada mais é do que um processo físico químico que se dá através de um movimento entre dois meios com concentrações diferentes de soluto.

A água percorre um determinado trajeto passando de um meio hipotônico, onde existe uma menor concentração de soluto, para um hipertônico, com maior concentração de soluto.

Ela não acontece apenas nas células do corpo humano, onde por sinal possui extrema importância em seu desempenho, mas também ocorre em vários outros sistemas da natureza.

Soluções de concentrações diferentes separadas por uma membrana semipermeável desenvolvem pressão osmótica. O valor dessa pressão depende da diferença entre as concentrações dessas soluções e será tanto maior quanto maior for essa diferença.

Sobre o autor

Avatar
Natália Duque é Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.