, ,

Por que os nossos dedos ficam engelhados? Descubra

Certamente você já notou que seus dedos das mãos e dos pés ficam enrugados quando você passa muito tempo dentro d’água. Mas você já se perguntou por que isso acontece?

A resposta parece ser bem mais simples do que parece. Pelo menos é que indica as últimas pesquisas científicas. Segundo alguns pesquisadores europeus, o fenômeno é uma resposta à evolução humana.

A ideia é que ao passar muito tempo em um ambiente que não é seu habitat natural, o corpo humano começa a se transformar para se adaptar a situações de sobrevivência dentro d’água.

Por que os nossos dedos ficam engelhados? Descubra

Foto: depositphotos

Diante a imersão prolongada na água, entenda-se por prolongada um tempo superior a cinco minutos, o sistema nervoso central entende que o organismo está em um ambiente diferente do normal e começa a enviar um recado para os membros superiores e inferiores.

Logo, os dedos das mãos e dos pés começam a ficar enrugados a fim de garantirem uma aderência maior às superfícies. Os testes foram feitos com indivíduos com dedos lisos dentro da água e com dedos enrugados. O resultado é que os últimos conseguiram com mais facilidade pegar objetos dentro de água do que os primeiros.

Isso vai de encontro com o que se acreditava anteriormente, quando se propagava que os membros engelhados eram causados por uma espécie de osmose. Ou seja, a água que estava do lado externo, penetraria nas mãos e pés e causariam o aspecto enrugado.

Entretanto, essa teoria ficou para trás por conta de questionamentos que levavam em conta que os demais membros, mesmo estando também em contato com o líquido, não enrugavam. Por isso, essa corrente perdeu credibilidade.

Os estudiosos ainda querem descobrir se o que acontece com o homem se repete com animais. Isso comprovaria ainda mais o caráter evolutivo do enrugamento dos dedos.

Curiosidades que acontecem com o corpo humano dentro d’água

Outras curiosidades também acontecem quando o nosso corpo fica muito tempo dentro d’água.

Por exemplo, durante um mergulho em águas profundas o corpo humano sofre muita pressão. Isso faz com que o volume dos pulmões diminua. Além disso, o coração passa a trabalhar com mais esforço para conseguir bombear sangue para os membros localizados nas extremidades do corpo.

Os ouvidos também podem ter problemas, pois o tímpano pode se romper devido à pressão embaixo d’água.

Quando um ser humano passa muito tempo em uma alta profundidade é preciso também ter cuidado na hora de subir à superfície. Por conta da pressão, o mergulhador não pode simplesmente mudar de ambiente e, em muitos casos, é preciso que ele passe por uma câmara despressurizadora para que, aos poucos, o corpo vá se acostumando à mudança de pressão.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.