,

Quais são e como usar os pronomes demonstrativos e indefinidos

Os pronomes são palavras que substituem ou determinam os substantivos, indicando a pessoa do discurso. Na língua portuguesa, os pronomes são divididos em: pronomes pessoais, possessivos, demonstrativos, indefinidos, relativos e interrogativos.

Neste artigo, abordaremos o uso dos pronomes demonstrativos e indefinidos.

Pronomes demonstrativos

Os pronomes demonstrativos indicam o lugar, a posição ou a identidade dos seres, relativamente às pessoas do discurso. Na língua portuguesa, os pronomes demonstrativos são divididos em:

Primeira pessoaEste, estes, esta, estas, isto
Segunda pessoaEsse, esses, essa, essas, isso
Terceira pessoaAquele, aqueles, aquela, aquelas, aquilo
Conheça quais são e como são usados os pronomes demonstrativos e indefinidos

Foto: depositphotos

Confira os exemplos a seguir:

Compro este vestido. (aqui)
Na frase acima, o pronome demonstrativo “este” indica que o vestido está perto da pessoa que fala.

Compro esse vestido. (aí)
Na frase acima, o pronome demonstrativo “esse” indica que o vestido está perto da pessoa com quem falo ou afastado da pessoa que fala.

Compro aquele vestido. (lá)
Na frase acima, o pronome demonstrativo “aquele” indica diz que o vestido está afastado da pessoa que fala e daquela com quem falo.

Uso dos pronomes demonstrativos

Os pronomes demonstrativos podem ser empregados em relação ao tempo, espaço e usados como referente. Confira a seguir:

Em relação ao espaço

– Este(s), esta(s) e isto: indicam algo que está próximo da pessoa que fala.
Exemplo: Compro este carro.

– Esse(s), essa(s) e isso: indicam algo que está perto da pessoa com quem se fala.
Exemplo: Compro essa blusa.

– Aquele(s), aquela(s) e aquilo: são usados para indicar algo que está distante da pessoa que fala e da pessoa que ouve.
Exemplo: Comprarei aquela jaqueta.

Em relação ao tempo

-O pronome pode se referir ao ano presente.
Exemplo: Este ano está sendo complicado para o país.

– O pronome “esse” faz referência a um passado próximo.
Exemplo: Esse mês que passou foi difícil para mim.

– O pronome “aquele” se refere a um passado já distante.
Exemplo: Aquele ano foi excelente para a empresa.

Como referência

– Este(s), esta(s) e isto: referem-se a algo que ainda vai ser falado.
Exemplo: Eu só quero falar isto: tenha coragem!

– Esse(s), essa(s) e isso: são usados para fazer referência a algo citado anteriormente.
Exemplo: Sua presença na festa, isso é o que o aniversariante deseja.

Pronomes indefinidos

Os pronomes indefinidos se referem à 3ª pessoa do discurso, designando-a de modo vago, impreciso.

De acordo com o gramático Cegalla, são divididos em:

Pronomes indefinidos substantivos – Funcionam como substantivos. São eles: algo, alguém, fulano, sicrano, beltrano, nada, ninguém, outrem, quem, tudo.

Exemplos:

-Algo o entristece?
-Acreditam em tudo o que fulano diz.
-Quem avisa amigo é.

Atenção! O pronome indefinido “quem”, ao invés do pronome relativo “quem”, não tem antecedente.

Pronomes indefinidos adjetivos – Funcionam como adjetivo. São eles: cada, certo, certos, certa, certas.

Exemplos:

-Cada povo tem a sua cultura.
-Certas pessoas exercem todo tipo de atividade.

Ora são pronomes adjetivos, ora pronomes substantivos. São eles: algum, alguns, alguma(s), bastante(s) (= muito, muitos), demais, mais, menos, muito(s), muita(s), nenhum, nenhuns, nenhuma(s), outro(s), outra(s), pouco(s), qualquer, quaisquer, qual, que, quanto(s), tal, tais, tanto(s), todo(s), toda(s), um, uns, uma(s), vários, várias.

Exemplos:

-Nessas terras havia muito ouro.
-Fiquei bastante triste com o que ouvi.
-Uns partem, outros ficam.

Locuções pronominais indefinidas. São elas: cada qual, cada um, qualquer um, seja quem for, seja qual for, tal qual (= certo), tal e qual, tal ou qual, um ou outro, uma ou outra etc.

Exemplos:

-“Cada qual tem o ar que Deus lhe deu.” (Machado de Assis)
-Apenas uma ou outra pessoa entrava naquele beco.

Sobre o autor

Avatar
Formada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), com certificado DELE (Diploma de Español como Lengua Extranjera), outorgado pelo Instituto Cervantes. Produz conteúdo web, abrangendo diversos temas, e realiza trabalhos de tradução e versão em Português-Espanhol.