Significado da bandeira da Hungria

Os mais diversos países do mundo possuem símbolos que representam sua identidade, carregando elementos culturais e históricos. São vários os elementos que podem ser usados para representar estes países, como os brasões de armas, os hinos nacionais e as bandeiras.

Destes, as bandeiras talvez sejam as mais representativas, justamente pela questão visual. As bandeiras são adotadas em momentos como solenidades oficiais, em eventos políticos, acontecimentos de relevância para o país, mas também hasteadas em espaços públicos, como forma de respeito e representatividade.

Os estudos sobre bandeiras são, em muitos casos, negligenciados, mas compreender como as bandeiras foram elaboradas também auxilia no conhecimento sobre os próprios lugares, já que estas mostram aspectos relevantes.

Bandeira da Hungria: história e significados

Bandeira da Hungria possui três listras horizontais nas cores vermelha, branca e azul

O modelo atual da bandeira foi adaptado durante a revolta de 1848 (Foto: depositphotos)

As bandeiras dos vários países podem ter cores e simbolismos diferenciados, variando desde as mais simples, apenas com cores, até as mais complexas, com desenhos e escritos. A bandeira da Hungria é bastante simples, pois consiste em uma tricolor com listras em sentido horizontal.

O modelo atual da bandeira foi adaptado durante a revolta de 1848, pois antes havia uma outra configuração de bandeira. No entanto, até os anos de 1945 havia ainda um símbolo sobreposto na referida bandeira, o qual se remetia à Coroa Real. As cores, no entanto, não tiveram alterações ao longo do tempo.

Entre o período da travessia dos Cárpatos pelas tribos magiares até o contexto da dissolução da Império Austro-Húngaro após a Primeira Guerra Mundial, a Hungria teve vários reinados, até se tornar uma República nos dias atuais. A bandeira também acompanhou estas mudanças históricas.

A bandeira da Hungria é formada por três listras horizontais, todas do mesmo tamanho, nas cores vermelho na porção superior, branco na listra do meio e verde na porção inferior.

Veja também: COMECON: integração das nações do Leste Europeu

Bandeira de Guerra

Essa é a configuração da Bandeira do Estado da Hungria, no entanto, existem outras bandeiras importantes na Hungria, como a Bandeira de Guerra, a qual preserva as cores branca ao fundo, com detalhes em verde e vermelho nos símbolos representados. Ao centro dessa bandeira está o brasão de armas da Hungria, com elementos representativos da Idade Média Húngara.

Supostamente, são representados no brasão e consequentemente na Bandeira de Guerra também os quatro grandes rios, Duna, Tisza, Dráva, Száva e as cadeias montanhosas Mátra, Tátra, Fátra, embora existam mais de uma interpretação para os elementos representados.

Bandeira Naval

Há ainda na Hungria uma Bandeira Naval, a qual é bastante parecida com a Bandeira de Guerra, no entanto, o brasão encontra-se na porção esquerda da bandeira, perto do mastro, e não ao centro.

Bandeiras antigas

A Hungria teve ainda várias outras bandeiras, como a Bandeira com o escudo adornado com anjos (1867-1918), a Bandeira de 1918 a 1919, a Bandeira da República Soviética Húngara em 1919 no período em que a Hungria era aliada a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) no contexto da Guerra Fria.

Ainda, a Bandeira com o escudo tradicional da Hungria (1920-1946), a qual é usada desde 1990 como bandeira do Estado Húngaro, houve ainda mais uma bandeira durante os anos de 1946 a 1949, com um brasão de armas mais simples ao centro. Houve ainda uma bandeira durante os anos de 1949 a 1956, com um brasão com estrela vermelha no topo, representando o Socialismo, e o martelo e o trigo ao centro.

E ainda, a Bandeira da Revolução Húngara de 1956, onde o brasão comunista havia sido recortado, ficando o espaço em um círculo branco. As cores em si não tiveram alterações ao longo do tempo, permanecendo o vermelho, branco e verde.

Veja também: Quantos países fazem parte da Europa?

Os simbolismos foram modificados, acompanhando-se as próprias mudanças na estrutura política do país. A proporção do uso da bandeira é de 1:2, mantendo estes dados na ampliação.

A Hungria e suas características físicas e humanas

 A Hungria tem seu território dividido pelo rio Danúbio, que representa sua principal via fluvial

Budapeste é a capital da Hungria, também a cidade mais populosa do território (Foto: depositphotos)

A Hungria é um país localizado na Europa Central, na região da bacia carpática (Bacia do Cárpato), onde o relevo é formado por planícies levemente onduladas, com algumas montanhas baixas na porção Norte do território. A Hungria tem seu território dividido pelo rio Danúbio (conhecido como Duna na Hungria), sua principal via fluvial.

O território da Hungria faz fronteira com a Eslováquia ao Norte, com a Romênia ao Oeste, com a Sérvia ao Sul, com a Croácia ao Sudoeste, com a Eslovênia ao Oeste, com a Áustria ao Noroeste e ainda com a Ucrânia em sua porção Nordeste.

A Hungria tem como capital a cidade de Budapeste, cidade mais populosa do território, também maior centro financeiro, comercial, de oferta de serviços e bens de consumo da Hungria.

Território e Relevo

A Hungria tem uma extensão territorial de 93.030 km², onde as altitudes dificilmente ultrapassam os 200 metros de altitude, com algumas elevações sutis. As montanhas que ultrapassam os 300 metros de altitude são apenas 2% do território da Hungria, o que gera condições apropriadas para o desenvolvimento da população e de atividades de demandam um relevo mais plano.

Veja também: Qual país ganhou mais medalhas olímpicas ao longo da história

Hidrografia e Clima

Além do Danúbio (mais extenso), existe outro importante rio no território da Hungria, que é o Tisza (segundo mais extenso), um curso de água que nasce na Ucrânia, alcança a fronteira com a Eslováquia, e deságua no rio Danúbio.

A Hungria é um dos maiores territórios do continente europeu, onde há uma expressiva variação climática em decorrência do local e do momento do ano. O clima é continental, o verão é muito quente e o inverno é curto e bastante frio.

Economia

A Hungria possui uma expressividade econômica importante, com participação em grupos internacionais como a União Europeia, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), ainda o Grupo de Visegrád (do qual participam quatro países da Europa Central), também do Acordo de Schengen.

A Hungria possui um amplo setor de exportação, onde ocupam o primeiro lugar os carros e as peças para veículos, bem como os medicamentos e os motores de combustão.

Os países para os quais a Hungria exporta são a Alemanha, a Romênia, a Eslováquia, a França, Itália, dentre muitos outros. As principais indústrias da Hungria são ligadas a mineração, a metalurgia, materiais de construção, também alimentos processados, produtos têxteis, produtos químicos (com maior ênfase aos produtos farmacêuticos), e ainda veículos automóveis.

 

Referências

» UNIÃO EUROPEIA. Hungria. Disponível em: https://europa.eu/european-union/about-eu/countries/member-countries/hungary_pt. Acesso em 18 de abril de 2018.

» VESENTINI, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2011.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).