Significado da bandeira da Moldávia

As bandeiras são elementos simbólicos que podem ser utilizados em vários momentos e situações, representando grupos e nações. Geralmente são peças em formato retangular, podendo ter como base várias proporções, cores e elementos gráficos.

Algumas bandeiras são relativamente simples, apenas compostas por cores, outras tantas são formadas por brasões, desenhos ou mesmo frases de relevância para os representados. Os vários países do mundo possuem bandeiras que os representam, demonstrando aspectos relativos aos elementos de importância no território ou também momentos da história de soberania destes.

A Moldávia é um país que possui uma bandeira bastante interessante, composta por cores e também um símbolo gráfico ao centro. Conhecer a bandeira da Moldávia, é também conhecer um pouco mais sobre a identidade deste país.

A bandeira da Moldávia, seus símbolos, cores e significados

O significado da bandeira da Moldávia tem relação com a Liderança, Justiça e Fraternidade

O ponto de destaque dessa bandeira é o brasão de armas (Foto: depositphotos)

A bandeira da Moldávia é um elemento nacional de grande importância, tendo como proporção oficial a metragem de 2:3, representada de forma tricolor.

As cores adotadas pela bandeira são azul, amarelo e vermelho, dispostas respectivamente da esquerda para a direita na bandeira, em faixas verticais. Todas as faixas da bandeira possuem a mesma dimensão, não havendo destaque para nenhuma delas.

Brasão de armas

Ao centro da bandeira há um brasão, sobreposto na cor amarela, o qual apresenta uma águia segurando uma cruz em seu bico.

A ave possui ainda um ceptro e uma sucursal em cada uma de suas garras. No peito da referida águia há um escudo em destaque, no qual há a tradicional insígnia da Moldávia com um “auroque”, um bovino selvagem extinto que habitou a Europa, tendo entre seus chifres um Sol. Há, neste brasão, também duas “Rhombi” (uma espécie de losango), uma flor com cinco pétalas e uma lua em fase crescente.

Cores

As cores adotadas pelo escudo são o vermelho (parte de cima), o amarelo (simbolismos internos) e o azul (parte de baixo). A águia do brasão é apresentada em com marrom. Este mesmo brasão é o brasão de armas oficial da Moldávia.

Em relação as cores gerais da bandeira, acredita-se que o azul seja uma relação à Liderança, localizado a tralha da bandeira (parte que fica no mastro), já o amarelo teria um significado relacionado à Justiça, enquanto o vermelho teria uma relação com a Fraternidade.

Há ainda mais uma definição sobre a escolha das cores da bandeira da Moldávia, a qual leva em consideração uma proposição feita no ano de 1848, onde as cores representavam três partes da Romênia: Vermelho representando a Moldávia, o Azul representando Oltênia (na porção Leste da Valáquia) e ainda o Amarelo representando Muntênia (Valáquia do Oeste).

Assim, há uma grande semelhança entre a bandeira da Romênia e da Moldávia, sendo que nesta última há a inclusão do brasão ao centro.

A Moldávia e suas características

A Moldávia, conhecida oficialmente como República Moldova, é um país que não possui costa marítima, estando localizado na Europa Oriental. A Moldávia faz fronteira com a Ucrânia e com a Romênia, sendo que sua capital é a cidade de Quichinau.

As línguas oficiais do país são a Língua romena e a Língua moldava, e a população do país apresenta um contingente de mais de 3,552 milhões, segundo dados de 2016. A extensão territorial da Moldávia tem 33.846 km², sendo que seu relevo é constituído basicamente por uma planície de relevo ondulado, embora existam em seu território colinas que não ultrapassam os 500 metros de altitude.

Dentre os rios mais importantes da Moldávia estão o Dniester e o Prut, pela proximidade com o Rio Negro, o clima característico da Moldávia é ameno e ensolarado.

Veja também: Quantos países fazem parte da Europa?

Etnia

Da população da Moldávia, podem-se destacar alguns grupos como os próprios Moldávios em sua predominância, constituindo mais de 64% da população, seguidos dos Ucranianos com cerca de 14% da população total, tendo ainda como outros grupos relevantes os Russos, os Gagaúzes, os Búlgaros e os Judeus.

Religião

Em relação ao perfil religioso da Moldávia, destaca-se o Cristianismo Ortodoxo, constituindo cerca de 93,3% da população da Moldávia. As igrejas da Moldávia são alguns dos pontos turísticos mais requisitados pelos viajantes, justamente por conta do perfil ortodoxo destas.

Política

Quanto a política da Moldávia, ela é uma República Parlamentarista, no qual o sistema de governo é pautado no Parlamento, ou seja, há um presidente como chefe de Estado e ainda um primeiro-ministro como chefe de governo, sendo que são eles Igor Dodon e Pavel Filip respectivamente.

Economia

A Moldávia apresenta um dado triste em relação a sua economia, sendo considerado como o país mais pobre da Europa, com o Índice de Desenvolvimento Humano – IDH, mais baixo dentre os países. Sua economia é amplamente influenciada pelas condições naturais do país, sendo que o item de exportação de maior destaque é o vinho, não é para menos que uma das mais importantes atrações turísticas da Moldávia são suas vinícolas.

Os solos da Moldávia não são ricos em recursos minerais, como acontece em muitos outros países do mundo, o que inibe suas atividades nesta área. Assim, os solos são mais utilizados para a agricultura do que para a extração mineral. A Moldávia produz frutas, vinhos, tabaco, bem como produtos hortícolas.

Por conta da carência de recursos minerais, depende das importações, as quais advém principalmente da Rússia.

Turismo

Em relação ao turismo, este também não tem um grande destaque, sendo que um dos pontos conhecidos mundialmente para o turismo no país fica na cidade de Cricova, a qual conta com um grande complexo de túneis subterrâneos, nos quais estão contidos a maior adega do mundo em extensão, com mais de cem quilômetros de armazéns de vinhos, o que atrai muitos curiosos e apreciadores da bebida.

Veja também: Quais são as bebidas com alto teor alcoólico?

Outro importante ambiente turístico da Moldávia é o “Old Orheium”, museu ao ar livre localizado cerca de 60 km da capital do país. Neste, estão preservados artefatos oriundos de várias civilizações, resultantes de enormes escavações arqueológicas, o que o transforma em um campo profícuo de pesquisas e visitações sobre os vários momentos históricos pelos quais passou o planeta Terra durante sua evolução.

 

Referências

» MOLDÁVIA. Disponível em: https://fotw.info/flags/md.html#const. Acesso em 06 de fevereiro de 2018.

» VESENTINI, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2011.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).