Significado da bandeira da Noruega

As bandeiras dos diversos países são elementos identitários importantes para a afirmação de informações que estes países julgam representativos de sua configuração ou de seu passado histórico.

Muitas vezes, são representados nas bandeiras os simbolismos que se referem aos acontecimentos de destaque na história dos países, como as guerras, a emancipação, os heróis que lutaram pela pátria. Já em outras ocasiões, são destacados os aspectos culturais ou mesmo econômicos daqueles territórios, enfatizando, por exemplo, as riquezas naturais.

A bandeira da Noruega, além de apresentar um aspecto gráfico bem interessante, tem ainda uma curiosidade interessante, porque a partir dela, pode-se desenhar várias outras bandeiras de países, utilizando-se pedaços da configuração desta.

Significado da bandeira da Noruega

A bandeira da Noruega representa, através das cores escolhidas, a liberdade e democracia

Essa bandeira é composta por três cores, tendo a cruz nórdica com símbolo maior (Foto: depositphotos)

A bandeira da Noruega é configurada a partir de um fundo predominantemente vermelho, sobre o qual está disposta uma cruz nórdica, ou cruz escandinava, em tom branco na parte de fora do desenho e azul na parte central desta.

A referida cruz não está exatamente centralizada, mas ocupando mais a porção esquerda da bandeira, finalizando nas quatro extremidades da bandeira. Nesta bandeira oficial não existem outras simbologias gráficas ou cores, apenas a cruz escandinava representada, a qual começa e se estende desde a tralha, parte da bandeira onde se prende ao mastro.

O elemento de simbolismo da bandeira da Noruega, a chamada cruz nórdica, é utilizado também por outros países escandinavos, sendo que todos os países nórdicos utilizam este padrão de símbolo.

Veja também: Noruega – Economia, turismo e informações de geografia

Lembrando que os países nórdicos são aqueles que formam uma região da Europa Setentrional, bem como do Atlântico Norte, representados pela Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia, e ainda as regiões autônomas das Ilhas Faroé, arquipélago da Aland e a Groenlândia.

Cruz nórdica

A cruz nórdica, ou escandinava, representa o cristianismo, sendo que a primeira bandeira que apresentou este recurso gráfico foi a da Dinamarca, sendo adotado posteriormente por vários outros países. Fredrik Meltzer, um importante executivo norueguês, considerou que a Noruega deveria ter também a cruz em sua bandeira, assim como os demais países na Escandinávia.

Da mesma forma, as cores são praticamente padronizadas entre os países nórdicos, criando uma identidade na região a partir da configuração das bandeiras, todas levando a cruz nórdica em suas composições.

Além da Noruega, países como a Dinamarca, Finlândia, Islândia e Suécia possuem a cruz nórdica em suas bandeiras

Os países nórdicos adotaram a cruz escandinava em suas bandeiras (Foto: Reprodução | Smudip Academy)

Bandeira da Marinha Mercante

A Noruega apresentou ainda outras bandeiras oficialmente utilizadas, como é o caso da Bandeira da Marinha Mercante, a qual foi utilizada durante período de união com Suécia, entre os anos de 1814 e 1899.

Sendo que o fundo vermelho, com a cruz nórdica sobreposta estavam presentes, no entanto, foi realizada uma união de cores em um emblema colocado no canto superior esquerdo da bandeira, o qual ficou conhecido como “Sildesalaten”. Essa bandeira foi amplamente utilizada na Noruega, o que definia a união entre ela e a Suécia.

No entanto, com o enfraquecimento desta união, o uso do emblema foi retirado ainda no ano de 1899, ficando a configuração de fundo da bandeira como é conhecida hoje. Com a dissolução da união, em 1905 também foi retirado este símbolo da bandeira da Marinha Mercante, sendo que a Suécia o manteve até este mesmo ano em todas as suas bandeiras.

Cores

Em relação as cores utilizadas na bandeira, há uma proposição que afirma que estas são pautadas nas cores das bandeiras de países como França e Estados Unidos, os quais eram considerados como símbolos de países livres no começo do século XIX. Assim, as cores branca e azul representavam, teoricamente, liberdade e democracia.

Veja também: Quantos países fazem parte da Europa?

Há ainda uma ideia de que as cores tenham sido escolhidas como forma de criar um senso identitário entre os países nórdicos, de modo que as cores vermelho e branco utilizadas seriam uma referência à bandeira dinamarquesa, já o azul utilizado é uma referência à bandeira sueca.

Apesar das suposições, o certo é que a há um padrão entre os países da Escandinávia em relação as cores oficialmente aceitas em suas bandeiras, criando um senso de região identitária entre estes. Há ainda uma curiosidade em relação a bandeira da Noruega, a qual pode ser utilizada como base para o recorte da bandeira de vários outros países, como França, Finlândia, Polônia, Tailândia, dentre vários outros.

Isso mostra como diversos países seguem padrões de cores similares, bem como simbolismos gráficos muito parecidos. A imagem abaixo mostra alguns recortes possíveis na bandeira da Noruega, formando várias outras bandeiras:

Diversos países seguem padrões de cores similares aos da bandeira da Noruega

A bandeira da Noruega forma diversas outras bandeiras (Foto: Reprodução | Fronteras Blog)

A Noruega: características e curiosidades

A Noruega, oficialmente chamada de Reino da Noruega, é um dos países nórdicos da Europa Setentrional. A Noruega possui uma extensão territorial de 385.203 km², e seus limites geográficos são Mar da Noruega e Mar do Norte, na porção Oeste, Suécia na porção Leste, Finlândia e Rússia na porção Norte e Mar de Skagerrak na porção Sul.

Características físicas

As características físicas do país apresentam desde elevados planaltos e montanhas em grande parte do território, bem como a presença de vales férteis. Um dos elementos de maior destaque na configuração física da Noruega são os famosos fiordes, localizados nas regiões costeiras, os quais atraem muitos turistas.

País mais feliz

A Noruega possui um elevado Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), vigorando por vários anos no topo de lista de melhores países para se viver. Além disso, a Noruega recebeu a designação de “país mais feliz” em 2017, conferido pelo Relatório Mundial da Felicidade.

Economia

Além disso, a Noruega apresenta elevada Renda per capita (cálculo que leva em consideração o produto nacional bruto, subtraindo os gastos de depreciação do capital e os impostos indiretos), bem como uma altíssima expectativa de vida da população, chegando a mais de 81 anos. Em 2016, a população da Noruega contava com mais de 5,233 milhões de habitantes.

Veja também: Inverno: conheça as características e curiosidades dessa estação

São destaques na economia da Noruega o petróleo e as indústrias, sendo destaques no setor de exportação do país o petróleo e seus derivados, bem como os metais, as máquinas e equipamentos e ainda os peixes, sendo o pescado norueguês um dos mais apreciados e caros do mundo.

A indústria norueguesa se destaca pela produção de alimentos processados, ainda de celulose e de produtos químicos, bem como na área da construção naval.

Os países para os quais a Noruega exporta sua produção são, principalmente, Reino Unido, Holanda, Alemanha e Suécia. Sendo que as importações na Noruega são oriundas, principalmente, da Suécia, Alemanha, China e Dinamarca.

 

Referências

»VESENTINI, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2011.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).