Significado da bandeira do Kosovo

A bandeira é azul com um mapa amarelo de Kosovo. Acima dele estão seis estrelas brancas que representam os grupos étnicos que compõem a região

Você conhece a bandeira do Kosovo? Sabe qual é o seu significado? Nesse artigo vamos esclarecer sobre as influências dessa bandeira, em quais aspectos políticos e culturais ela foi criada e quando foi oficializada. Aproveite e conheça um pouco mais sobre esse país. Boa leitura!

A República do Cosovo, ou Cossovo, mais comumente conhecida como Kosovo, é um território localizado dentro do território da Sérvia, e que se autodeclarou independente da Sérvia no ano de 2008. Sua independência da Sérvia é limitada, já que alguns país não aceitam tal condição.

A capital de Kosovo é Pristina, sendo também a maior cidade do território autodeclarado, e disputada pela Sérvia e por Kosovo desde o movimento por independência kosovar.

A bandeira de Kosovo foi limitadamente reconhecida com a autodeclaração de independência do território, antes disso, era utilizada a Bandeira das Nações Unidas, uma vez que o país se encontrava sob administração das Nações Unidas, mesmo estando em território da Sérvia. Assim, Kosovo é um território que gera muitas dúvidas e produz contradições entre os que aceitam e não aceitam a independência deste.

Bandeira do Kosovo, qual o significado?

Por sua condição política, Kosovo teve várias bandeiras, as quais remetiam aos territórios aos quais estava submetido. Com a declaração de independência de Kosovo, foi adotada uma nova bandeira, representando a soberania que Kosovo busca ser reconhecida. A bandeira foi escolhida através de um concurso, e foi definido que não seriam utilizados elementos étnicos ou nacionais, de modo que toda população pudesse ser representada, sem gerar fragmentação dentro do território.       

Bandeira do Kosovo

As seis estrelas representam os seis grupos étnicos do país (Foto: depositphotos)

Cores

As cores da bandeira de Kosovo são o azul, o qual preenche todo fundo da bandeira, o ouro (por vezes representado como amarelo) que se apresenta no contorno do território de Kosovo, e ainda o branco nas estrelas que formam o arco sobre o território. 

Símbolos

Os símbolos que estão presentes na bandeira de Kosovo são o desenho do mapa de Kosovo na porção bem central da bandeira, apresentado em cor ouro ou amarela. Ainda, em forma de arco, são apresentadas as seis estrelas brancas, as quais representam os seis povos que formam o território de Kosovo. Não existem brasões de armas ou escudos na bandeira de Kosovo, para não favorecer nenhum grupo étnico em detrimento de outro, e também por conta da história recente de independência de Kosovo. 

Estrelas

A bandeira de Kosovo apresenta seis estrelas em sua composição, as quais simbolizam os seis grupos étnicos do país, sendo eles os albaneses, os sérvios, os turcos, os goranos, os rom e ainda os bósnios. 

Veja também: Mapa da Europa: Países, capitais e principais cidades

Kosovo: Curiosidades e aspectos

O aspecto de maior curiosidade em relação a Kosovo é sua situação política, já que é um território que se declarou unilateralmente como independente, embora não seja reconhecido como um país soberano pelo mundo todo. Kosovo tem mais de 1.816 milhão de habitantes, e sua economia é considerada como uma das menos desenvolvidas da Europa, talvez pela própria condição que enfrenta, com suas parcerias comerciais limitadas pela situação política instável. Uma curiosidade que envolve o Brasil é o fato de que este não reconhece Kosovo como independente, bem como a maioria dos países da América do Sul. 

Localização

O território de Kosovo está localizado na península dos Bálcãs, na porção Sudeste da Europa. Este território pertencia, antes de sua independência unilateral, ao território da Sérvia, e antes ainda ao território da antiga Iugoslávia. Kosovo faz fronteira com a Sérvia ao norte e a leste, bem como com a Macedônia ao sul, com a Albânia a oeste, e ainda com Montenegro a noroeste. Kosovo tem um pequeno território com cerca de 10.908 km² de extensão. 

Kosovo é um país?

Aos que defendem a independência de Kosovo, este é reconhecido como um país soberano, embora o seja com reconhecimento limitado, já que não há um consenso global sobre essa questão. Os que não aceitam a independência de Kosovo afirmam que este é parte da Sérvia, e que a independência unilateral não tem valor jurídico.

Desde a declaração unilateral de independência do Kosovo em relação à Sérvia, este vem buscando reconhecer sua situação pelo mundo, já que há ainda uma divisão muito grande entre as nações do mundo sobre o caso, mesmo que a Organização das Nações Unidas (ONU) tendo já se manifestado com o aceite em relação a independência. Assim, a situação de Kosovo ainda não possui uma definição absoluta no mundo. 

História

A Sérvia, antes se tornar independente, fazia parte da Iugoslávia, a qual foi um país existente na região dos Bálcãs, no continente europeu, durante a maior parte do século XX. Os países que surgiram após a desintegração da Iugoslávia são Bósnia e Herzegovina, Croácia, Montenegro, Macedônia, Sérvia, Eslovênia e Kosovo (embora ainda seja apenas parcialmente reconhecido como independente).

No ano de 2008, foi instituída a Declaração de Independência do Kosovo, um ato das Instituições Provisórias do Governo Autônomo da Assembleia do Kosovo, quando se declarou unilateralmente o Kosovo como um país independente da Sérvia. Apesar de já terem se passado dez anos da autodeclaração de independência de Kosovo, alguns países ainda não aceitam essa questão, a qual divide opiniões dentro da própria União Europeia. 

Capital

A capital de Kosovo é Pristina, que é também a maior cidade do território. Desde a declaração de independência de Kosovo, Pristina tem sido disputada pelos sérvios. A maioria da população de Pristina é de origem albanesa, bem como outros povos como incluem turcos, sérvios, bósnios e ciganos. 

Religião

As duas principais religiões dentro do território de Kosovo são o Islamismo e o Cristianismo, sendo que há uma predominância em relação aos muçulmanos na região. Dentre os cristãos, a igreja de destaque é a Igreja Ortodoxa Sérvia. 

Veja também: Península Balcânica – Mapa e história dos países

Mapa

Conheça o mapa de Kosovo, com suas fronteiras e demarcações políticas.

Mapa de Kosovo

Kosovo se autodeclarou independente da Sérvia em 2008 (Foto: depositphotos)

Situação atualmente

A situação de Kosovo divide opiniões, estando de um lado aqueles que aceitam e reconhecem a independência daquele território, e de outro, aqueles que consideram que Kosovo é parte da Sérvia, e deve ficar sob sua jurisdição e soberania. Recentemente, na Copa do Mundo, na Rússia, a questão do Kosovo foi novamente destaque, já que jogadores do time da Suíça fizeram manifestações com símbolo (águia negra bicéfala) da bandeira da Albânia após seus gols.

Como a maioria do povo do Kosovo é de origem albanesa, e estes jogadores têm relação com Kosovo, entendeu-se que foi uma manifestação em defesa da independência do povo kosovar em relação a Sérvia, já que os próprios sérvios não aceitam essa condição. Portanto, a manifestação dos jogadores foi considerada como um ato político. 

Kosovo e a polêmica independência

Kosovo, também conhecido como Cossovo ou Cosovo, é um território europeu que se autodeclarou independente da Sérvia no ano de 2008, e que vem lutando pelo reconhecimento de seu estado independente no mundo. Pristina é a capital e maior cidade de Kosovo, e vem sendo alvo de disputas por parte da Sérvia, que não reconhece a independência de Kosovo.

A bandeira de Kosovo foi instituída no ano de 2008, e representa o mapa do território, bem como os seis povos majoritários que compõem a população daquele território. É uma bandeira por vezes pouco conhecida, já que nem todos os países do mundo entendem que Kosovo é independente da Sérvia. A questão do Kosovo é muito discutida e gera muitas contradições entre os defendem e os que criticam e não aceitam sua independência.

 

Referências

»DIMITROV, Slavi; DIMITROVA, Tatyana. Aspetos Geopolíticos da crise no Kosovo. The Overarching Issues of the European Space. Ed. Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Pag. 411-421. Acesso em: < http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/12353.pdf>. Acesso em: 25 de junho de 2018.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).