Significado da bandeira dos Estados Unidos

Neste artigo você vai poder conferir o significado da bandeira dos Estados Unidos, quais foram suas influências históricas e culturais, quando foi implementada e de que forma é usada. Veja também as mensagens que a bandeira busca passar através de seus símbolos e cores. Aproveite e conheça um pouco mais sobre esse país. Confira isso e muito mais a seguir. Boa leitura!

A bandeira é um símbolo de grande valor identitário para um país, especialmente em relação ao contexto patriótico. Os Estados Unidos é um país conhecido pelo seu contexto cultural de patriotismo, seja através do idioma ou dos simbolismos e, neste sentido, a bandeira adquire um valor expressivo ainda mais intenso.

A bandeira dos Estados Unidos é uma das mais conhecidas no mundo todo, estampada em objetos e vestimentas de pessoas que, muitas vezes, nem sequer tem alguma relação com aquele país, mas simplesmente se apropriam da imagem.

Além do sentimento patriótico que carrega, a bandeira dos Estados Unidos é também considerada como uma das mais bonitas, pela composição de cores e simbolismos que carrega. Por sua importância aos estadunidenses, existe um dia em comemoração à bandeira dos Estados Unidos, que é o dia 14 de junho, data esta conhecida como “Flag Day”.

Bandeira dos Estados Unidos

A bandeira dos Estados Unidos foi oficialmente adotada em 4 de julho de 1960, sendo formada por um retângulo constituído por 13 faixas em sentido longitudinal (horizontal). Deste total de faixas, sete (7) delas são da cor vermelha e mais seis (6) em cor branca, as quais estão intercaladas ao longo da bandeira.

O significado da bandeira dos Estados Unidos tem relação com as colônias inglesas e estados

A bandeira é tão importante para os americanos que existe um dia dedicado a ela (Foto: depositphotos)

No canto superior esquerdo da bandeira existe um retângulo em cor azul, no qual estão dispostas 50 estrelas brancas, todas do mesmo tamanho, sem destaque para nenhuma delas.

Faixas

Em relação ao significado dos simbolismos na bandeira, as treze faixas dispostas representam as Treze Colônias nos Estados Unidos, as quais foram colônias britânicas localizadas na costa Leste dos Estados Unidos, tendo sido fundadas entre o século XVII e o século XVIII. Assim, as faixas possuem um forte representativo histórico para os estadunidenses.

Veja também: Condados: uma subdivisão geopolítica dos Estados Unidos

Estrelas

As estrelas dispostas no retângulo azul, somando 50 unidades em cor branca, representam os Estados que formam o país, assim, são cinquenta unidades de Estados desse país federal da América do Norte.

Os Estados que formam o país são: Califórnia, Texas, Nova Iorque, Flórida, Illinois, Pensilvânia, Ohio, Michigan, Geórgia, Carolina do Norte, Nova Jérsei, Virgínia, Washington, Massachusetts, Indiana, Arizona, Tennessee, Missouri, Maryland, Wisconsin, Minnesota, Colorado, Alabama, Carolina do Sul, Luisiana, Kentucky, Oregon, Oklahoma, Connecticut, Iowa, Mississippi, Arkansas, Kansas, Utah, Nevada, Novo México, Virgínia Ocidental, Nebraska, Idaho, Havaí, Maine, Nova Hampshire, Rhode Island, Montana, Delaware, Dakota do Sul, Alasca, Dakota do Norte, Vermont e Wyoming, além do Distrito de Colúmbia.

Cores

Em relação as cores da bandeira dos Estados Unidos, o vermelho utilizado nas faixas representa a coragem e a resistência, já o branco representa a inocência e a pureza, bem como o azul representa a vigilância, a justiça e a perseverança.

Curiosidades

A bandeira dos Estados Unidos é, muitas vezes, chamada de “The Stars and Stripes”, por conta das linhas e das estrelas que a constituem. Ela é também comumente referenciada como “Old Glory”, nome dado pelo capitão da marinha americana, William Driver, ainda no século XIX.

Assim como aconteceu também com o Brasil, que igualmente utiliza-se de estrelas para representar cada um de seus estados, os Estados Unidos ampliaram a quantidade de estrelas em sua bandeira em conformidade com a própria expansão de seus territórios.

Por mais de quarenta anos, os Estados Unidos tiveram uma bandeira com apenas 48 estrelas, sendo que apenas em 1960 ela adquiriu a configuração que tem hoje. Em muitos casos, o vermelho da bandeira estadunidense é tido como um símbolo do sangue que foi derramado pelo povo ao longo da história da constituição do país, em tantas lutas pelas quais passaram.

Veja também: Independência dos Estados Unidos – Resumo

Estados Unidos: território, população, economia

Os Estados Unidos possuem a quinta maior extensão territorial do mundo

Os Estados Unidos são compostos por 50 estados e mais um distrito federal (Foto: depositphotos)

Os Estados Unidos é, certamente, o país mais conhecido em todo o mundo. Os Estados Unidos da América são uma república constitucional federal, a qual é composta por 50 estados e mais um distrito federal.

Território

Os Estados Unidos possuem uma extensão territorial de 9.834.000 km², sendo o quinto país em extensão total do mundo, ficando apenas atrás da Rússia, da Antártida, do Canadá e da China. No entanto, em relação a extensão territorial contínua, o Brasil fica ainda na frente dos Estados Unidos.

Vegetação

Por conta de sua extensão territorial expressiva, os Estados Unidos possuem uma ampla diversidade de paisagens, as quais vão desde florestas temperadas, mangues, tundras, estepes e ainda vegetação de deserto.

População

A população dos Estados Unidos está estimada em mais de 323 milhões de habitantes, com uma ampla variedade cultural, étnica e religiosa.

Veja tambémPor que os Estados Unidos são tão atingidos por furacões e tornados?

Economia

Os Estados Unidos são considerados como a maior potência econômica mundial, tendo figurado historicamente em muitos momentos como símbolo do desenvolvimento mundial. Os Estados Unidos possuem uma economia bastante diversificada, o que garante sua soberania em muitos setores econômicos.

Os Estados Unidos estão localizados na América do Norte, um subcontinente do continente americano, e fazem fronteira com o Canadá e com o México, formando com estes um dos mais conhecimentos blocos econômicos do mundo, o NAFTA – Tratado Norte-Americano de Livre Comércio.

Limites geográficos

Os limites geográficos dos Estados Unidos são Canadá (Norte), México (Sul), Oceano Atlântico (Leste) e Oceano Pacífico (Oeste). O fato de ter saída para dois oceanos é algo bastante proveitoso para as transações comerciais internacionais dos Estados Unidos.

Colônias Inglesas

As Treze Colônias Inglesas da América do Norte, representadas na bandeira dos Estados Unidos, eram distribuídas da seguinte forma: na porção territorial mais ao Norte estavam localizadas as colônias de Massachusetts, New Hampshire, Rhode Island e Connecticut.

Já na porção central, encontravam-se Nova York, Pensilvânia, Nova Jersey e Delaware. Enquanto na porção mais ao Sul estavam a Virginia, Maiyland, Geórgia, Carolina do Norte e Carolina do Sul. A predominância em relação as colônias estadunidenses foram de povoamento, no entanto, houveram também colônias de exploração por parte dos ingleses.

Essa situação difere um pouco do sistema colonial, porque em grande parte do mundo a colonização se estabeleceu para exploração dos recursos naturais e da mão-de-obra, como é o caso dos países da América Latina, da África, dentre outros.

Veja também: Saiba como se alistar no exército dos Estados Unidos

Conforme foi ocorrendo a independência destas colônias, foi sendo constituído o território dos Estados Unidos, tal qual é conhecido hoje, com seus cinquenta Estados e um Distrito Federal, representados pelas estrelas em seu símbolo máximo, sua bandeira.

 

Referências

»VESENTINI, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2011.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).