Tigres Asiáticos – Economia e mapa dos países

Os Tigres Asiáticos são de extrema importância para a movimentação da economia mundial. Conheça os países que fazem parte

Os Tigres Asiáticos são um grupo de países localizados no continente asiático, e que se destacam pelo rápido desenvolvimento industrial em um contexto histórico mais recente. Apesar de integrarem este conjunto, são países com diferenças significativas em relação aos aspectos sociais, culturais e econômicos, portanto, não possuem uma homogeneidade. 

Quais países constituem os Tigres Asiáticos?

São considerados como Tigres Asiáticos: Malásia, no Sudeste asiático, Cingapura (ou Singapura), localizada no Sudeste asiático; Coreia do Sul, localizada na Ásia Oriental; Taiwan (ou República da China) na parte Oriental da Ásia e Hong Kong (incorporada a República Popular da China em 1997).

Estes países já na década de 1980 mostravam sinais de desenvolvimento industrial, seguidos por uma segunda parcela de países que são considerados como “Novos Tigres Asiáticos”, os quais destacaram-se na década de 1990, sendo eles: Tailândia, Indonésia e Filipinas. Alguns pesquisadores consideram apenas quatro Tigres Asiáticos, excluindo a Malásia deste processo, pois seus indicadores econômicos ficam bastante abaixo dos demais países.

Tigres Asiáticos - Economia e mapa dos países

Foto: depositphotos

Cingapura

Cingapura (ou Singapura) está localizada no Sudeste asiático, fazendo divisa pelo mar com a Malásia (Norte) e a Indonésia (Sul), dentre os Tigres Asiáticos é o que apresenta o maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A economia de Cingapura é considerada desenvolvida, tendo como base o livre mercado e se caracterizando como uma economia de exportação, sendo considerada a 19ª maior economia de exportação no mundo. Destacam-se em Cingapura a indústria do petróleo, bem como a indústria das tecnologias, e ainda o moderno porto de containers.

Coreia do Sul

Tigres Asiáticos - Economia e mapa dos países - Seul

Foto: depositphotos

Coreia do Sul está localizada na Ásia Oriental, e possui fronteira física com a Coreia do Norte. Além disso, limita-se com o Mar do Japão pelo Leste, com o Estreito da Coreia pelo Sul e com o Mar Amarelo pelo Oeste. A economia da Coreia do Sul tem se destacado desde a década de 1950, e atualmente ocupa a posição de 5ª maior economia de exportação no mundo. Sua economia destaca-se pela exportação de produtos derivados do petróleo, bem como automóveis, navios de cruzeiro, peças para veículos, e ainda produtos tecnológicos e de informação.

Taiwan

Taiwan é uma ilha localizada na Ásia Oriental, principal ilha da República Popular da China, em relação aos indicadores econômicos, Taiwan ocupa o 14º lugar de maior exportador mundial. A economia destaca-se pelas vendas e varejos, com ênfase para exportação de produtos tecnológicos, como componentes eletrônicos, aparelhos mecânicos e elétricos, além de ser destaque mundial na produção mundial de hardware. Os computadores produzidos em Taiwan são destaque no cenário mundial deste tipo de produto, além da massiva exportação de produtos têxteis.

Hong Kong

Tigres Asiáticos - Economia e mapa dos países - Hong Kong

Foto: depositphotos

Hong Kong é uma região administrativa especial da República Popular da China, e ocupa o posto de 32ª maior economia de exportação no mundo, mantendo relações comerciais com a China, Macau (outra região administrativa da República Popular da China), Estados Unidos, Emirados Árabes Unidos e ainda a Índia. Dentre os principais produtos de exportação estão as pedras preciosas, como ouro e diamantes, bem como produtos como telefones, equipamento de transmissão, além de joias.

Malásia

Já a Malásia encontra-se no Sudeste Asiático e é a 18ª maior economia de exportação no mundo, com destaque para os produtos tecnológicos, telefones, derivados do petróleo, dispositivos condutores, dentre outros. A Malásia faz divisa por terra com Brunei, Indonésia e Tailândia. E ainda, por mar com a Filipinas, Cingapura e Vietnã. Possui acordos de exportação com a China, os Estados Unidos, Japão, Cingapura e Tailândia.

Quais as características dos Tigres Asiáticos?

São países que se destacam economicamente, e que são considerados por alguns pesquisadores, como países pertencentes ao Norte geoeconômico. No entanto, essa visão não é muito aceita, porque estes ainda não são comparáveis financeiramente aos países que atualmente compõem a divisão mundial geoeconômica no Norte, como Estados Unidos, Japão, países da União Europeia, Rússia, Austrália, Nova Zelândia, dentre outros. Assim, os Tigres Asiáticos são mais comumente conhecidos como países em expansão econômica, com um forte processo industrial.

Os Tigres Asiáticos, Malásia, Cingapura, Coreia do Sul, Taiwan e Hong Kong, são países que têm em comum uma elevada industrialização, com destaque para áreas especializadas, como a informática. A renda per capita destes é alta, contando com um alto valor do Produto Interno Bruto (PIB) por número de pessoas. Além disso, possuem uma divisão de renda não tão desigual, como comumente ocorre em países desenvolvidos. Além disso, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é considerado bom, com elevada expectativa de vida da população, bem como índices baixos de analfabetismo e ainda de mortalidade infantil.

Economia dos Tigres Asiáticos

Os Tigres Asiáticos são países que apresentaram nas últimas décadas um crescimento de destaque no cenário mundial, com isso, foram também alvos de investimentos estrangeiros, especialmente por serem países em expansão, nos quais é possível encontrar mão de obra mais barata e incentivos às empresas para se estabelecerem naqueles territórios. São destaques ainda no ramo de exportação de produtos manufaturados, bem como um crescimento na área da tecnologias e indústrias.

A economia dos Tigres Asiáticos foi desde o princípio incentivada pela possibilidade de mão de obra a baixo custo encontrada nos países integrantes, o que despertou o olhar de empresas multinacionais que viram nestes territórios uma forma de expandir seu capital. Além disso, os Tigres Asiáticos destacam-se pelos investimentos em educação, constituindo uma população alfabetizada, o que é considerado como um importante elemento de expansão econômica dos referidos países. Assim, relaciona-se uma força produtiva qualificada, porém ainda com baixo custo.

Novos Tigres Asiáticos

Os primeiros Tigres Asiáticos, Cingapura, Coreia do Sul, Hong Kong e Taiwan, desenvolveram-se com base em um processo intenso de industrialização, com a criação das Zonas de Processamento de Exportações (ZPE), excetuando-se a Coreia do Sul, bem como, com base em um modelo de Industrialização Orientada para a Exportação (IOE). Com isso, atraíram investimentos estrangeiros para as regiões nas quais estão localizados, fazendo com que países ao entorno se desenvolvessem concomitantemente. Esses países ficaram conhecidos como Novos Tigres Asiáticos, por crescerem de forma semelhante aos primeiros Tigres Asiáticos. São eles: Indonésia, Vietnã, Malásia (há uma contradição que integra a Malásia também aos Tigres Asiáticos originais), Tailândia e Filipinas.

Referências

» THE OBSERVATORY OF ECONOMIC COMPLEXITY. Cingapura. Disponível em: <http://atlas.media.mit.edu/pt/profile/country/sgp/>. Acesso em: 22 de maio de 2017.

»THE OBSERVATORY OF ECONOMIC COMPLEXITY. Hong Kong. Disponível em: < http://atlas.media.mit.edu/pt/profile/country/hkg/>. Acesso em: 22 de maio de 2017.

» THE OBSERVATORY OF ECONOMIC COMPLEXITY. Malásia. Disponível em: < http://atlas.media.mit.edu/pt/profile/country/mys/>. Acesso em: 22 de maio de 2017.

» VESENTINI, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2011.

Sobre o autor

Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e Mestre em Geografia (Unioeste)