Yin Yang: Significado e curiosidades

A cultura chinesa é mesmo interessante. Ela é dotada de elementos e costumes milenares que hoje fazem parte do cotidiano de muitos lugares do planeta, inclusive do Brasil.

Certamente você já ouviu falar em Yin Yang. Se não, ao menos já deve ser visto o símbolo universal representado por um círculo com dois polos: um branco, com uma esfera preta; e um preto, com esfera branca.

Esse símbolo é bastante empregado na medicina e filosofia/religião chinesas. E o seu significado é facilmente adaptado à cada segmento. Confira agora como atua o Yin Yang nessas áreas.

Yin Yang na medicina

Na medicina, o Yin Yang remete-se ao fundamento do diagnóstico e tratamento. A medicina chinesa trata de tonificar o Yin e o Yang e dispersar o excesso em ambos. Uma vez que eles são vistos como forças opostas, mas que possuem interdependência, ou seja, não pode existir um sem o outro; estão sempre mudando; e que um pode transformar o outro.

O Yang é representado como o Tigre e o Yin como o Dragão

Este símbolo representa uma força motriz que fica por trás de tudo que existe (Foto: depositphotos)

Desta forma, a medicina chinesa faz a avaliação dos sinais e sintomas de problemas do organismo por meio do Yin Yang, representados por áreas diferentes do corpo. Veja:

Yin na fisiologia

O Yin na fisiologia do corpo humano representa o peito, abdômen, corpo, órgãos, abaixo da cintura, ântero-medial, superfície ventral do tronco e membros, estrutura, sangue e líquidos corpóreos, armazenamento e órgãos sólidos.

Em relação aos sinais clínicos, o Yin refere-se à deficiência, hipoatividade, doenças crônicas, sintomas que mudam lentamente, quietude, letargia, sonolência, querer estar coberto, corpo e extremidades frias, face pálida, voz fraca, respiração superficial, sem sede, preferir bebidas quentes, urina abundante e clara, fezes soltas, secreções claras e abundantes, umidade excessiva, doenças degenerativas, língua pálida, saburra branca e pulso vazio.

Yang na fisiologia

Já o Yang na fisiologia do corpo humano remete às costas, cabeça, pele, músculos, acima da cintura, postero-lateral, costas e superfície dorsal dos membros, função, Qi, transformação e órgãos ocos.

Veja também: Descubra qual o significado de Feng Shui

Em relação aos sinais clínicos, Yang representa o excesso, hiperatividade, doenças agudas, sintomas mudam rapidamente, inquietude, insônia, prefere pouca roupa corpo e extremidades quentes, face vermelha, voz forte, falador, respiração forte, sede espontânea, prefere bebidas frias, urina escassa e escura, constipação (danos aos líquidos pelo calor), secreções espessas e pegajosas, brancas ou amareladas, secura excessiva, doenças inflamatórias, língua vermelha, saburra amarela e pulso cheio.

Yin Yang na religião e filosofia

O Yin Yang tem um significado místico, tanto que ele se confunde com as próprias filosofia e religião chinesas. Yin representa o lado escuro e o Yang o lado iluminado. Esse símbolo está presente no Taoismo, cuja palavra significa caminho, princípio, uma força motriz que fica por trás de tudo que existe.

No Taoismo, o Yin Yang simboliza o princípio gerador de todas as coisas do universo, a partir da união de duas energias opostas e complementares entre si, o positivo e o negativo.

Suas crenças são as seguintes: tudo se transforma, é complementar, nada é absolutamente igual, tudo tem dois lados, início e fim e fazem parte das manifestações de uma unidade infinita.

Veja também: Conheça a cultura dos Incas

Curiosidades sobre Yin Yang

– Tanto o Yin Yang produzem energia;
– Yin atrai Yang e Yang atrai Yin;
– Yin repele Yin e Yang repele Yang;
– Todos os fenômenos têm por origem a combinação entre Yin e Yang;
– Tudo tem dois polos;
– O Yang é representado como o Tigre e o Yin como o Dragão;
– Yin é tudo o que representa uma mente intuitiva, complexa;
– Yang é o intelecto racional, claro;
– Yin simboliza o repouso;
– Yang alude ao movimento;
– Yin equipara-se à contemplação de um sábio;
– Yang remete-se à ação criativa de um ser dominante.

Yin Yang no dia a dia

Será que é possível aplicar os princípios chineses milenares no nosso dia a dia moderno e corrido? A filosofia do equilíbrio entre forças opostas e complementares encontra espaço em algumas atividades que podemos incluir no nosso cotidiano. Conheça.

Yoga

De acordo com a professora de Yoga Roberta Ferreira em entrevista à PUC do Rio de Janeiro, “o Yoga se propõe a superar a realidade externa tal como conhecemos, o chamado Maya. Tal realidade é composta de opostos: o claro e o escuro, o bom e o mau, o frio e o quente, etc. O verdadeiro iogue não se deixa abalar por essas modificações, oscilações, de contrários, opostos. Na verdade, o que importa é conhecer a realidade interior, que está acima de todos estes padrões opostos”.

Portanto, praticar o yoga é uma atividade bem-vinda para aqueles que querem se aproximar ainda mais dos princípio do Yin Yang.

Feng Shui

A Feng Shui é uma filosofia chinesa que busca a perfeita harmonia entre os seres humanos e os ambientes físicos. Para a decoradora e designer Alice Perez, que estuda o Feng Shui há mais de uma década, “o ambiente exerce muita influência sobre nosso comportamento, por isso, em primeiro lugar, é muito importante que nossos lares sejam afastados de focos de barulho, como ruas com muito trânsito, ou locais com música alta. O quarto deve transmitir paz, para que seja o lugar ideal para se recarregar as baterias espirituais e emocionais gastas durante o dia”, diz ela em um entrevista à PUC carioca.

Desta forma, você pode adaptar o significado de Yin Yang na hora de relacionar as cores, os objetos,  ventilação e iluminação dos espaços da sua casa ou trabalho.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formada pela Universidade Federal da Paraíba com especialização em Comunicação Empresarial. Passagens pelas redações da BandNews e BandSports, TV Jornal e assessoria de imprensa de órgãos públicos.