Diferenças entre o inglês britânico e o americano

A pronúncia é a principal diferença entre o British e o American. Há também distinções gramaticais e ortográficas

O inglês é um idioma falado por mais de 60 países, sendo o dos Estados Unidos (americano) e o do Reino Unido (britânico) os mais populares no mundo.

Geralmente quem começa a estudar inglês tem dúvidas sobre as diferenças do idioma britânico e americano. Para entender as mudanças de vocabulário entre ambas muitas pessoas costumam comparar com o português do Brasil e o de Portugal, pois também tem sutis diferenças nas expressões, gramática e pronúncia.

As diferenças entre o inglês britânico e americano muitas vezes podem passar despercebidas para quem é nativo ou fluente no idioma. Mas quem está começando a estudar pode estranhar um pouco.

E a pronúncia é a principal diferença entre o British e o American. Há também distinções gramaticais e ortográficas. Conheça algumas delas.

Diferenças entre o inglês britânico e o americano

Foto: depositphotos

Inglês britânico x inglês americano

Diferenças na escrita

Algumas palavras que no inglês americano terminam em “or”, no britânico costumam terminar em “our”.

Americano: Color, humor, flavor, honor e labor.

Britânico: Colour, humour, flavour, honour e labour.

Palavras que terminam em “nse” no americano, geralmente no britânico termina em “nce”.

Americano: Defense, offense e lecense

Britânico: Defence, offence e licence.

O mesmo acontece com palavras que terminam em “ize”, que no britânico fica “ise”.

Americano: Realize, apologize.

Britânico: Realise, apologise.

E por último, palavras terminadas em “ter” e “og”, no britânico, respectivamente, viram “tre” e “ogue”.

Americano: Center, theater, catalog, dialog.

Britânico: Centre, theatre, catalogue, dialogue.

Na gramática

Os britânicos costumam utilizar o presente perfeito para expressar ações que aconteceram recentemente. Já os americanos utilizam o passado simples com advérbios como “yet”, “just” e “already”.

AmericanoDid you learn about frida kahlo already?

Britânico: Have you learn about frida kahlo already?

Para indicar ideia de posse, os americanos utilizam o “have”. Já os britânicos costumam falar “have got”.

Americano: Do you have a yellow hat?

Britânico: Have you got a yellow hat?

A primeira pessoa do futuro no inglês americano é “will”. Já no britânico pode ser tanto “will” como também “shall”.

O “shall” no inglês britânico também pode ser usado para sugestões ou ofertas, mas no americano usa-se “should” para expressar essa ideia.

Americano: I will try tomorrow again

Britânico: I will/shall tray tomorrow again

No inglês americano, o particípio passado do “get” é “gotten”. Já no britânico, o mesmo fica “got”.

Americano: She has gotten much better

Britânico: She has got much better

Pronúncia

De todas as diferenças, o sotaque é o que mais chama atenção entre o inglês britânico e americano, que também varia de acordo com cada região do país.

-Os americanos costumam falar o “r” mais longo e enfatizá-lo mais do que os britânicos.

-O som do “t” também é bastante diferente entre as línguas. Em algumas palavras, os americanos chegam a não pronunciar o som da letra, ficando algo mais parecido com o som do “r”, diferente dos britânicos. Por exemplo, na palavra “native”, os britânicos dizem perfeitamente o som do “t”, ficando algo como “neiTive”, enquanto que os americanos dizem algo parecido com: “neiRive”.

-E uma das principais diferenças são as vogais. Em palavras como: bath, laugh e class, no inglês britânico elas têm uma pronúncia mais fechada, lembrando um pouco o som da vogal “O”, (não exatamente do mesmo jeito, apenas parecido). Já no americano, a pronúncia fica algo que lembra um pouco o “E”.

-O mesmo serve para palavras como “dog” ou “hot”, onde os americanos falam de uma forma mais aberta e os britânicos um pouco mais fechado.

-Palavras como “direction”, no britânico se pronuncia “dAIrection”, “organization” vira “organAIzation”, “globalization” fica “globalAIzation”, etc.

 

*Ana Lígia é jornalista e professora de inglês